Os jogadores de tênis estão entre os atletas mais bem pagos do mundo esportivo. Conhecido pelos seus charmosos torneios, como Roland Garros e Wimbledon, cada vitória em um dos quatro Grand Slams do circuito internacional pode render uma valiosa quantia em dinheiro para o campeão.

Em uma era onde jogadores como Roger Federer, Rafael Nadal e Novak Djokovic passaram dos 20 títulos de Grand Slam, é de se imaginar que o trio conhecido como “Big Three” figure nos lugares mais altos da lista. Afinal, no último Torneio de Wimbledon, Djokovic faturou R$ 12,7 milhões (2 milhões de libras) após derrotar o australiano Nick Kyrgios na final deste ano.

Tire suas conclusões:

Esta lista traz alguns dos maiores nomes a já segurarem uma raquete em quadras de tênis mundo afora, mas também deve trazer surpresas - principalmente para o primeiro lugar. Juntos, os 10 jogadores de tênis mais ricos do planeta acumulam uma fortuna no valor de cerca de 3 bilhões de dólares (R$ 16,1 bilhões).

Conheça agora os 10 tenistas mais ricos do mundo. 

JOGADOR FORTUNA
Ion Tiriac US$ 1.2 bilhão
Roger Federer US$ 550 milhões
Novak Djokovic US$ 200 milhões

Rafael Nadal, Serena Williams
e Maria Sharapova

US$ 180 milhões
Andre Agassi US$ 175 milhões
Pete Samprass US$ 150 milhões
Andy Murray e John McEnroe US$ 100 milhões

10 - John McEnroe - 100 milhões de dólares

Nascido na Alemanha, John McEnroe é considerado por muitos como um dos mais temperamentais tenistas da história. Dentro de quadra, o alemão já xingou juízes, quebrou e atirou raquetes e chegou a ser punido por isso. 

Mas nada disso o impediu de conquistar 17 Grand Slams, entre simples e duplas. Hoje, McEnroe acumula uma fortuna de cerca de 100 milhões de dólares (R$ 500 milhões).

9 - Andy Murray - 100 milhões de dólares

Campeão olímpico na Olimpíada de Londres, em 2012, Andy Murray também se tornou o primeiro inglês a vencer em Wimbledon após 77 anos, também em 2012.

Murray conta com um patrimônio de cerca de 100 milhões de dólares (R$ 500 milhões).

8 - Pete Sampras - 150 milhões de dólares

O americano Pete Sampras marcou uma das maiores rivalidades do tênis ao disputar cinco finais de Grand Slam contra o seu compatriota Andre Agassi.

Dono de 14 Grand Slams, Sampras é o quarto jogador com mais conquistas desse nível em simples, atrás apenas do Big Three.

Com isso, o tenista recebeu ao longo de sua carreira cerca de 43 milhões de dólares apenas em premiações. Sua fortuna é de cerca de 150 milhões de dólares (R$ 750 milhões).

7 - Andre Agassi - 175 milhões de dólares

Se o maior rival, Pete Sampras, está à sua frente em número de títulos, o mesmo não pode ser dito de suas fortunas.

Considerado como um dos 10 maiores jogadores de tênis da história e dono de oito Grand Slams, Agassi tem um vice-campeonato contra Gustavo Kuerten. Guga derrotou o americano na final do ATP de Lisboa, em 2000, por 3 sets a 0.

A fortuna de Andre Agassi é de cerca de 175 milhões de dólares (R$ 875 milhões).

6 - Maria Sharapova - 180 milhões de dólares

Aos 17 anos, Maria Sharapova se apresentou ao mundo conquistando pela primeira vez o Torneio de Wimbledon, seu primeiro Grand Slam, contra a americana Serena Williams.

Ao todo, a russa soma 10 títulos de Grand Slam e uma fortuna de cerca de 180 milhões de dólares (R$ 900 milhões).

5 - Serena Williams - 180 milhões de dólares

Dona de três medalhas de ouro olímpicas e 18 Grand Slams, Serena Williams é uma das mais vitoriosas e mais ricas tenistas da história.

Com patrocínios anuais que chegam a 15 milhões de dólares, ela soma um valioso patrimônio de cerca de 180 milhões de dólares (R$ 900 milhões).

4 - Rafael Nadal - 180 milhões de dólares

Dono de uma resistência invejável dentro de quadra, Rafael Nadal é o recordista de títulos de Grand Slam, com 22 vitórias nos principais palcos do circuito de tênis.

O espanhol, conhecido por ser dominante em Roland Garros, possui uma soma de cerca de 180 milhões de dólares (R$ 900 milhões). Destes, aproximadamente 103 milhões de dólares vieram das premiações de suas conquistas dentro de quadra.

3 - Novak Djokovic - 200 milhões de dólares

Atual campeão do Torneio de Wimbledon, Novak Djokovic é o tenista a passar mais tempo ocupando a primeira posição do ranking da ATP, somando 370 semanas.

Com sua última vitória, o sérvio chegou aos 21 títulos de Grand Slam, além de ser o primeiro jogador a conquistar 100 milhões de dólares em premiações. Atualmente, sua fortuna é de cerca de 200 milhões de dólares (R$ 1 bilhão)

2 - Roger Federer - 550 milhões de dólares

Único jogador da história a conquistar três vezes três dos quatro Grand Slams da temporada (2004, 2006 e 2007), Roger Federer fecha a lista do Big Three como o jogador mais rico.

Com mais de 100 títulos, 20 Grand Slams e 1200 vitórias na carreira, Federer possui um patrimônio estimado de 550 milhões de dólares (R$ 2.75 bilhões).

1 - Ion Tiriac - 1.2 bilhão de dólares

Você pode nunca ter ouvido falar do romeno Ion Tiriac, afinal, sua maior conquista na carreira como tenista é um título de duplas em Roland Garros, em 1970, além de uma conquista em campeonatos menores.

Porém, quando o assunto é dinheiro, Tiriac está muito à frente na lista. Hoje, aos 83 anos, ele é um megaempresário com participações em grandes empresas, bancos, seguradoras e do ramo de energia.

Seu patrimônio acumulado é de cerca de 1.2 bilhão de dólares (R$ 6 bilhões).

O circuito mundial está agitado e os principais campeonatos de 2022 estão disponíveis na Betway. Visite o nosso site e faça suas apostas no tênis.