Encontre os palpites para a Copa do Mundo 2022 aqui no Betway Insider. E se quiser ficar por dentro de todas nossas dicas de apostas na Copa do Mundo, visite nossa página de palpites na Copa do Mundo e acompanhe os palpites para as principais disputas do Mundial.

Ah, e se você quiser adicionar as bets ao seu combo de apostas, é só clicar no botão verde ao lado de cada palpite!

Está chegando a Copa do Mundo. O Mundial de 2022, no Catar, será disputado entre os dias 20 de novembro e 18 de dezembro e reúne os principais jogadores do planeta. A seguir, veja os prognósticos para o torneio da Fifa e quais seleções são favoritas ao título.

Fique por dentro:

Veja também

Quem será o campeão da Copa do Mundo 2022?

França

Atual campeã da Copa do Mundo, a França está entre as seleções favoritas para ficar com o troféu no Catar. Além de ter uma base sólida do triunfo na Rússia, em 2018, com jogadores experientes e acostumados a decisões no Mundial, os franceses possuem um dos ataques mais temidos do momento.

Benzema faz um 2022 extraordinário, conduziu o Real Madrid ao título da Liga dos Campeões na última temporada europeia e certamente vai agregar a um setor que já conta com o astro Mbappé, além de Griezmann e outros jogadores. Com nomes importantes na zaga e no meio de campo, a França tem condições de brigar pelo bicampeonato consecutivo.

Brasil

Maior campeão da Copa do Mundo com cinco títulos, o Brasil dificilmente vai para um Mundial sem ser cotado como um dos favoritos ao troféu. Em 2022, no Catar, a seleção brasileira chega como destaque e tem elementos interessantes que dão confiança aos torcedores.

Tite foi mantido no comando após o fracasso na Copa da Rússia e conseguiu dar sequência ao trabalho iniciado em 2016. Mais experiente, o treinador tirou lições da eliminação para a Bélgica em 2018 e mudou alguns métodos já no ciclo para o Catar.

Sem insistir em convicções e nomes de confiança por muito tempo, Tite respeitou o momento dos jogadores em seus clubes e deu oportunidade a uma série de jovens que brilham nos maiores campeonatos do mundo. Vinicius Júnior, Raphinha, Antony, Rodrygo e companhia oxigenaram o time, que já contava com uma zaga muito sólida e Neymar como grande estrela. Agora, o camisa 10 tem com quem dividir o protagonismo e o Brasil chega forte.

Argentina

O Brasil foi praticamente absoluto nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar. A única seleção que trouxe dificuldades ao time de Tite foi a Argentina, que inclusive ganhou a Copa América em cima da seleção brasileira em 2021.

Lionel Scaloni assumiu o comando técnico, ajustou taticamente a equipe e conseguiu fazer a seleção ser muito competitiva sem depender totalmente de Messi. É claro que o camisa 10 é a grande estrela da companhia, quer o único título grande que lhe falta e pode decidir jogos a qualquer momento, mas a marca argentina neste momento é o coletivo.

A última vitória expressiva foi diante da Itália, por 3 a 0, na Finalíssima (disputa entre os campeões da Copa da América e da Eurocopa). A fase é muito boa e, não à toa, a Argentina detém a maior invencibilidade atual de seleções antes da Copa. São 32 jogos sem perder e o momento coloca os Hermanos entre os favoritos.

Alemanha

A seleção da Alemanha deu uma oxigenada após a saída de Joachim Löw, que deixou o comando técnico do time depois de 15 anos e alguns títulos notáveis, como a Copa do Mundo de 2014. Desde que assumiu, Hansi Flick propõe uma renovação e consegue fazer o time ser competitivo com jogadores mais jovens.

Ainda que corra por fora em relação aos franceses, brasileiros e argentinos, os alemães passaram com tranquilidade nas Eliminatórias e emplacaram algumas vitórias seguidas com Flick. Alguns nomes experientes, como Thomas Müller, voltaram ao time, que se reconstruiu e está entre os favoritos. Certamente, a seleção chega em melhores condições do que na Copa do Mundo de 2018, quando caiu ainda na primeira fase.

Seleções que ‘correm por fora’ por título da Copa

Portugal

Com uma geração bem talentosa, Portugal pode engrenar e fazer uma boa competição na última Copa do Mundo de Cristiano Ronaldo. Além do astro, Bruno Fernandes, Diogo Jota, Bernardo Silva, João Cancelo e João Félix são alguns nomes importantes da seleção, que pode crescer e fazer um bom Mundial.

Espanha

Além de Portugal, outras três seleções estão nesta situação: abaixo dos favoritos, mas com recursos interessantes e possibilidades para chegar longe. É o caso da Espanha, que consegue ser competitiva com Luis Enrique no comando e faz uma boa renovação de geração.

Inglaterra

A Inglaterra, que conta com atacantes em boa fase no futebol europeu (Harry Kane e Phil Foden), também tem um elenco interessante e vai dar trabalho no Catar. Caso consiga embalar ao longo da competição, tem condições de brigar pelo título.

Bélgica

Por fim, a Bélgica tem uma geração consolidada com De Bruyne, Lukaku e companhia e manteve Roberto Martínez, técnico que eliminou o Brasil na Copa da Rússia e conseguiu levar a seleção até a semifinal. Mais experiente, a equipe belga tentará um título inédito.

O Mundial de Catar está chegando, e todos os jogos estarão no site da Betway. Visite a nossa página e faça as suas apostas na Copa do Mundo.