A Copa do Brasil é o segundo maior campeonato de futebol do país, ficando atrás apenas do Campeonato Brasileiro, disputado em 38 rodadas e ao longo de praticamente toda a temporada. Ainda assim, a competição tem seu charme por ser mata-mata e pagar premiações milionárias aos clubes. Atualmente, tem sido mais ‘fácil’ e mais rentável para clubes com elencos medianos focar a atenção na copa.

Acompanhe de perto o campeonato:

Considerada pela própria CBF (Confederação Brasileira de Futebol), que organiza o torneio, como a competição ‘mais democrática’ do país, a Copa do Brasil passou por uma mudança significativa em 2013. A partir daquele ano, os times que disputam a Copa Libertadores também jogam o mata-mata nacional.

Antes disso, no entanto, a Copa do Brasil era verdadeiramente democrática, por isso ganhou o apelido. Clubes de médio e pequeno portes conseguiam fazer frente às grandes potências do futebol nacional e, num confronto mata-mata, conseguir vitórias históricas. 

É o caso do Santo André, que superou o Flamengo em pleno Maracanã e ficou com o título em 2004. Antes da vitória da equipe paulista, o clima era de festa e ‘oba-oba’ como se o Rubro-negro já tivesse sido campeão.

Em paralelo, a competição também é ingrata para alguns clubes. O exemplo clássico é o São Paulo, que coleciona fracassos na competição e nunca conseguiu esse título. É o único troféu que ainda falta na rica galeria do time do Morumbi.

Em 2021, voltando para o regulamento da Copa do Brasil, a CBF promoveu pequenas mudanças no cronograma que foi estabelecido em 2013. Desde a temporada passada, os clubes que participam da Libertadores entram na terceira fase, e não mais nas oitavas de final.

Veja também:

A medida foi uma forma de dificultar um pouco para os clubes que estão na competição continental, que geralmente possuem os melhores elencos do futebol brasileiro. Com a mudança, houve algumas adaptações para definir, também, os classificados para o torneio.

A seguir, confira como a CBF distribui as vagas para a Copa do Brasil, conheça o regulamento do torneio e saiba se o seu time irá disputar a competição mais rica da federação.

Copa do Brasil: quantos times participam do torneio?

Depois que mudou o regulamento em 2021, estabelecendo a competição com uma fase a menos, a Copa do Brasil possui as seguintes etapas: primeira fase, segunda fase, terceira fase (em que entram as equipes da Libertadores), oitavas de final, quartas de final, semifinal e final.

De acordo com o regulamento da CBF, 92 clubes participaram da competição. Na primeira fase, 80 equipes são distribuídas em 40 confrontos – jogos únicos. Na rodada seguinte, a conta é simples: os 40 times que venceram seus respectivos duelos voltam a disputar duelos únicos, totalizando 20 partidas.

Na terceira fase, em que há a entrada dos times que estão na Copa Libertadores e extras, são 20 clubes classificados da segunda rodada + 12 equipes que ganharam esportivamente o direito de entrar já na parte mais avançada da Copa do Brasil. 

Depois disso, os vencedores da terceira fase (jogos de ida e volta) avançam para as oitavas de final, quartas de final e assim sucessivamente.

Copa do Brasil: como um time se classifica para a 1ª fase?

A CBF tem três critérios cadastrados em regulamento para classificar os 92 times que participam de cada edição da Copa do Brasil. De acordo com o documento oficial, 70 vagas são para os clubes “classificados nas competições estaduais, excluídos os clubes já identificados nas vagas destinadas aos clubes da Libertadores e campeões pelo país na temporada anterior”.

A terceira fase, que influencia diretamente na classificação dos 70 times da fase inicial, funciona assim: são 12 vagas extras, destinadas aos clubes classificados para a Libertadores, além dos campeões da Copa do Nordeste, Copa Verde, Campeonato Brasileiro da Série B e complementares oriundos do Brasileirão Série A.

Por que complementares? Porque essa distribuição das 12 vagas depende de quantos brasileiros garantem vaga na Libertadores do próximo ano (veja, mais abaixo, como ficou o cenário para a Copa do Brasil de 2022). 

Por fim, as últimas 10 vagas disponíveis na Copa do Brasil, também com ingresso na primeira fase, são destinadas a clubes que não se encaixaram nos dois critérios acima. A CBF distribui essas vagas que ‘sobraram’ de acordo com um ranking das federações, que, por sua vez, leva em consideração o desempenho dos times nos respectivos estaduais (cada torneio tem um peso).

Copa do Brasil: quais são os 12 times que entram na 3ª fase?

Em 2022, o país conseguiu o número máximo de vagas na Libertadores: 9, já que o Palmeiras venceu a competição continental e o Athletico-PR a Sul-Americana.

Desta forma, as 12 vagas já para a terceira fase da Copa do Brasil 2022 serão distribuídas entre os 9 clubes da Libertadores (Palmeiras, Athletico, Atlético-MG, Flamengo, Fortaleza, Corinthians, RB Bragantino, Fluminense e América-MG), o campeão da Copa do Nordeste, o campeão da Copa Verde e o campeão da Série B.

Quando os brasileiros não atingem as 9 vagas máximas para a Libertadores, a CBF abre para os participantes do Campeonato Brasileiro. A chamada, até completar os 12 times, respeita a ordem de classificação no torneio nacional na última temporada.

Vem aí a edição 2022 do principal torneio mata-mata do país. Você pode reunir seus palpites, visitar a Betway e fazer suas apostas na Copa do Brasil.