A Copa do Brasil é o campeonato de ‘tiro curto’ do futebol brasileiro, e, por ser disputada em formato mata-mata, acaba se tornando uma ‘fábrica’ de heróis e vilões. Fica para a eternidade de um clube quem faz um gol decisivo, o goleiro que defende um pênalti num momento crucial, quem comanda o time ao título dentro de campo. Entre eles, o craque da competição.

Diferentemente do Brasileirão, em que a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) promove uma eleição dos 11 melhores e do craque do campeonato a partir de votação de jornalistas e pessoas especializadas, incluindo jogadores e técnicos, na Copa do Brasil o poder de decisão é da galera: em formato de votação popular, os torcedores escolhem quem é o craque de cada edição do torneio mata-mata.

Na temporada 2020, por exemplo, o vice-campeão Grêmio não teve muita chance diante da atuação de gala do Palmeiras e de Raphael Veiga -- protagonista na decisão e em toda a campanha do time, que conquistou a Copa do Brasil. O meio-campista do clube alviverde foi eleito pelo público, em votação online, o craque da edição passada.

media Fonte: Cesar Greco/Palmeiras

"Fico feliz de encerrar a temporada assim. Nem nos meus melhores sonhos imaginava isso depois de um ano tão difícil. Posso dizer que, depois de tudo o que vivemos, em campo essa foi a minha melhor temporada", destacou Veiga, à época em que venceu o prêmio. Em 2020, o Palmeiras já tinha vencido o Paulistão e a Copa Libertadores quando conquistou a Copa do Brasil, título que ainda falta à história do São Paulo.

A ‘Bola de Ouro’ de 2020 ficou com Veiga, que participou ativamente dos lances decisivos na vitória contra o Grêmio, na final no Allianz Parque, mas nem sempre o prêmio vai para um jogador do time vencedor.

Em 2021, a CBF ainda não definiu quem irá brigar pelo título de craque da Copa do Brasil na votação popular. Ainda assim, a entidade máxima do futebol brasileiro já começou a movimentar as redes sociais (veja no post abaixo): quem será eleito o melhor jogador da atual edição? Hulk (Atlético-MG) e Nikão (Athletico-PR) parecem os dois principais candidatos

A seguir, veja quais foram os últimos vencedores do prêmio de craque da Copa do Brasil.

Lucas Lima (Santos) – 2015

O Santos era amplo favorito a vencer a Copa do Brasil 2015, contra o rival Palmeiras, mas acabou ficando sem o troféu depois de dois confrontos na decisão. No primeiro jogo, na Vila Belmiro, Gabigol perdeu um pênalti, Nilson desperdiçou uma chance sem goleiro e o 1 a 0 para o Peixe foi comemorado como uma ‘vitória’ aos palmeirenses. Na volta, o Verdão fez 2 a 1 e se sagrou campeão nos pênaltis.

Ainda assim, o prêmio de craque da competição ficou com um atleta do Santos, o time que realmente jogou o melhor futebol da Copa do Brasil 2015 -- assim como aconteceu na edição de 2010, com Neymar e Ganso, que terminou em título ao Alvinegro.

Lucas Lima, que era o garçom e camisa 10 da equipe, recebeu o prêmio. O meia, que frequentava a seleção brasileira à época, venceu a eleição popular no Facebook e recebeu o troféu ainda no campo do Allianz Parque, logo após receber a medalha de prata. Gabigol, maior beneficiado pelas assistências de Lucas Lima, foi o artilheiro, com oito gols marcados.

Douglas (Grêmio) – 2016

Campeão da Copa do Brasil de 2016, o Grêmio iniciava ali a campanha para o tricampeonato da Copa Libertadores, no ano seguinte. A vaga na competição continental foi assegurada com o título do Tricolor gaúcho, que venceu o Atlético-MG na decisão. Se Pedro Rocha, Everton e Bolaños tiveram destaque por irem às redes no jogo decisivo, o meio-campista Douglas recebeu o prêmio de craque da Copa do Brasil.

Durante a campanha, Douglas anotou um gol e deu três assistências. Uma delas de letra, que simbolizava o bom futebol da equipe treinada por Renato Gaúcho.

Thiago Neves (Cruzeiro) – 2017

Protagonista de polêmicas, memes e de uma saída pelas portas do fundo do Cruzeiro, Thiago Neves jogou muita bola antes de deixar o clube mineiro. Em 2017, ele comandou a Raposa ao título e ficou com o prêmio de craque da Copa do Brasil.

O Cruzeiro viu seu armador contribuir diretamente com gols em seis das sete fases disputadas antes da final. Thiago Neves ainda foi o responsável por cobrar o pênalti que carimbou o quinto título do Cruzeiro no torneio mata-mata, na decisão contra o Flamengo.

Jadson (Corinthians) – 2018

Apesar de o Corinthians ser derrotado pelo Cruzeiro na Copa do Brasil 2018, Jadson foi eleito o destaque da competição naquele ano. Ele venceu a votação popular com mais de 73 mil votos, e foi o craque. O Timão perdeu o título dentro da Neo Química Arena, acumulando duas derrotas na decisão. A Raposa chegou ao seu sexto título com um 2 a 1 no estádio em São Paulo, mas já havia vencido por 1 a 0 no Mineirão.

Paolo Guerrero (Internacional) – 2019

Situação parecida viveu Paolo Guerrero em 2019, com a camisa do Internacional. O experiente atacante peruano foi o destaque do Colorado na Copa do Brasil, mas amargou o vice-campeonato. Ainda assim, ele foi eleito o craque.

“Feliz de ter ganho esses dois prêmios [craque e artilheiro da Copa do Brasil]. Agradecer aos meus companheiros, porque sem eles não teria conseguido isso. À torcida, às pessoas que me seguem, ao Inter, todo mundo que está no meu entorno”, destacou o atleta, à época, quando também liderou a artilharia com cinco gols. Nas duas finais contra o Athletico-PR, porém, ele passou em branco.

Raphael Veiga (Palmeiras) – 2020

Veiga foi indiscutivelmente o melhor do Palmeiras na Copa do Brasil 2020. Destaque na campanha invicta do clube no campeonato, ele fechou a temporada com chave de ouro: tríplice coroa (Paulistão, Libertadores e Copa do Brasil) e maior destaque do meio de campo do time palmeirense. O bom desempenho do Verdão ainda rendeu o prêmio de melhor goleiro a Weverton, hoje na seleção brasileira.

Vem aí a grande final de 2021 do torneio mata-mata. Você pode reunir seus palpites, visitar a Betway e fazer suas apostas Copa do Brasil.