A arte de fazer filmes é mais complexa do que parece. Erros obviamente acontecem, assim como em qualquer profissão.

A diferença é que no cinema, os erros podem ser cômicos, com atores mostrando dificuldade com a pronúncia de algumas palavras, ou algum elemento que foi esquecido no cenário e não deveria estar lá.

Mas há alguns erros que não são engraçados, pelo menos para que está pagando aquela conta. Alguns erros de filmagem em Hollywood acabaram custando caro para os produtores do filme, e aqui estão alguns dos mais caros de todos os tempos.

Battlestar Galactiva – Destruição de uma réplica de navio

media

Em 2004, o Battlestar Galactica provou ser um grande sucesso entre os fãs de ficção científica. Funcionou por quatro temporadas, até que um erro de gravação caro veio durante a terceira. No episódio "Maelstrom", o almirante Adama tem uma réplica de um navio muito antigo em seu escritório.

O ator que interpreta Adama, Edward James Olmos, quebrou o modelo em um momento de atuação improvisada. O problema é que o modelo valia US$ 200.000 e, se ele soubesse, provavelmente deixaria a indefesa réplica em paz.

A Casa do Medo: Incidente em Ghostland – Cicatriz

media

Este erro custou caro, mas por outro motivo além de dinheiro.

Os filmes de terror geralmente envolvem alguma forma de violência contra um ou muitos dos personagens, e em A Casa do Medo: Incidente em Ghostland não foi diferente. Infelizmente, uma cena de ação deu muito errado para a jovem atriz Taylor Hickson, que colidiu com uma porta de vidro que causou graves danos ao seu rosto.

Ela teve um grande corte na bochecha, que deixou uma cicatriz permanente. O tipo errado de vidro foi usado, e Hickson processou a produtora de filmes pelo envolvimento em seu ferimento. Os valores do processo não foram divulgados, mas acreditamos que tenha saído tão caro para o bolso dos produtores quanto saiu para o rosto da jovem atriz.

Homem de Ferro 3 – Lesão atrasou as filmagens

media

Mesmo que o Homem de Ferro 3 fosse parte de uma máquina de filmes de ação bem oleada, ainda havia erros nas produções. A estrela do filme, Robert Downey Jr., conseguiu ferir o tornozelo enquanto filmava uma sequência de ação.

A lesão tirou Downey Jr. de ação por cerca de seis semanas, interrompendo a produção e custando milhares de dólares à Marvel, que teve de esperar que ele estivesse saudável para voltar ao set.

Os oito odiados – O violão

media

"Os oito odiados" é um western de Tarantino, com Kurt Russell e Jennifer Jason Leigh no elenco. Leigh aprenderia a tocar violão para o papel e aprendeu no mesmo violão que precisava para tocar durante o filme, um violão Martin do século XIX.

Enquanto a personagem de Leigh tocava o violão em uma cena, Russel pega o instrumento e o destrói, batendo-o contra a parede. O violão era de uma safra do século XIX e valia cerca de US$ 40.000 e deveria ter sido substituído por uma réplica na cena da destruição. Russell ficou arrasado quando soube que o violão destruído por ele era, de fato, o original.

Proud Mary – Carro esmagado

media

Carros nos filmes costumam ser acessórios caros, principalmente se eles precisam se envolver em algum truque elaborado. No thriller de ação de 2018 Proud Mary, a atriz Taraji P. Henson interpreta uma mulher de sucesso trabalhando em Boston para uma família de gângsteres.

Henson dirigiu por conta própria para o filme no caríssimo carro esportivo Maseratti. Henson forçou o diretor a refazer uma cena depois que ela dirigiu o carro esportivo italiano em um hidrante, causando cerca de US$ 12.000 em danos ao veículo.

Apocalypse Now – Criando uma vila inteira

media

Apocalypse Now é um filme de guerra dirigido por Francis Ford Coppola. O diretor insistiu que o filme fosse filmado nas Filipinas, então todo mundo foi levado de avião.

Em vez de construir uma vila em um estúdio de cinema em Hollywood, os cenógrafos foram encarregados de construir uma vila a céu aberto no país asiático. O filme foi forçado a parar após um tufão, causando grandes danos à vila. Custaria cerca de US$ 1,5 milhão para reconstruir o cenário, algo que não teria acontecido se tivesse filmado em Hollywood.

Os Vingadores (1998) – Incêndio

media

Antes da franquia de filmes dos Vingadores da Marvel, houve um filme de ação espião de 1998 com o mesmo nome. Ralph Fiennes e Uma Thurman se unem para impedir que um vilão destrua o mundo usando uma máquina climática devastadora.

O filme foi um fracasso de crítica e público. Uma cena apresentou uma explosão, mas quando a equipe de filmagem disparou algumas faíscas voaram contra uma alegoria que estava próxima, mas fora da cena, fazendo com que pegasse fogo e destruindo aproximadamente US$ 1,6 milhão em elementos do set de filmagem.

Estes são alguns dos erros mais caros de Hollywood, mas não são todos. Quem sabe voltamos com outros erros ainda mais caros e bizarros.

 

Curtiu a lista? Acesse nossa página de apostas em cassino e aproveite nossas máquinas caça-níqueis licenciadas!