Para muitas pessoas, aprender sobre finanças e negócios pode ser entediante. Mas estes assuntos fazem parte da vida de todos nós, em maior ou menor escala. E as produções de filmes e séries estão aí para ajudar neste aprendizado. Só de ver alguns filmes e séries, você pode tirar lições valiosas sobre o mercado financeiro e sobre como ganhar mais dinheiro.

O cinema já produziu algumas obras-primas sobre o mercado financeiro, como Wall Street: Poder e Cobiça (1987), e o clássico moderno O Lobo de Wall Street (2013), que concorreu a diversas estatuetas do Oscar.

Mas e se sairmos da Bolsa de Valores? Há uma série de produções sobre dinheiro e empreendedorismo que não se passam por lá. Confira algumas destas produções para curtir no final de semana.

1 – Fome de Poder (2016)

O filme conta a história da criação do império do McDonald’s, mostrando como Ray Kroc, vivido por Michael Keaton, conseguiu transformar as lanchonetes dos irmãos Mac Donald na mais famosa rede de fast-food mundial.

Coragem, força de vontade e inovação são algumas das lições que se pode tirar deste filme. Apesar de algumas atitudes questionáveis do protagonista, Fome de Poder com certeza é uma ótima aula de empreendedorismo.

2 – Ouro de Cobiça (2016)

Baseado em fatos, o filme conta a história de Kenny Wells (Matthew McConaughey), um americano, filho de um garimpeiro, que se junta ao geólogo Michael Acosta (Edgar Ramirez) em uma empreitada envolvendo mineração, negociação do ouro no mercado de ações e muitas aventuras.

De forma descontraída e envolvente, o filme aborda temas, termos e situações diversas do mercado financeiro, como a bolha criada pela empresa dos dois personagens. Uma perspectiva diferente da Bolsa, com uma boa dose de entretenimento.

3 – Capitalismo: Uma História de Amor (2009)

O cineasta Michael Moore já é conhecido por sua postura crítica e questionadora. Neste documentário, o diretor questiona o próprio capitalismo, e o amor cego dos americanos por este sistema econômico.

Com entrevistas e cenas reveladoras, o filme nos faz refletir sobre o modelo capitalista mais antigo, seus valores e excessos, com a incessante busca por lucro. Por outro lado, a obra tenta oferecer alternativas menos agressivas do sistema, deixando essa discussão em aberto.

4 – Steve Jobs: Billion Dollar Hippy (2011)

Este excelente documentário mostra a montanha russa que a Apple atravessou na era Jobs. Steve Wozniak, cofundador da empresa, Mike Murray, grande profissional de marketing, Andrew McGuiness, renomado publicitário europeu e Daniel Kottke participam deste documentário sobre os anos dourados e os tempos difíceis da companhia.

O tom mais intimista é emocionante, com o documentário mostrando como Steve Jobs encarava as decisões difíceis, sem deixar-se levar pela emoção, fugindo de suposições e sempre forçando para conseguir o melhor de sua equipe.

5 – Living on One Dollar (Vivendo com um dólar, 2013)

Que tal o desafio de viver com apenas um dólar por dia? Isso é uma realidade para mais de 1,1 bilhão de pessoas no mundo. Nesse documentário, quatro norte-americanos vivem essa experiência, por dois meses, na Guatemala, enfrentando problemas como a fome e a falta de saneamento.

No intuito de sensibilizar as pessoas para as situações de extrema pobreza ao redor do mundo, o filme mostra, entre muitas coisas, novas formas de lidar com o dinheiro, ou a falta dele.

6 – Capital C (2014)

Este documentário fala sobre o fenômeno do financiamento coletivo, o famoso “crowdfunding”. O filme mostra 3 casos de sucesso neste modelo, mostrando de forma empolgante, como pequenos empresários conseguiram levantar capital para seus negócios por meio do financiamento coletivo. Uma ótima forma de entender melhor essa nova ideia, que nada mais é do que pessoas que decidiram apostar seu dinheiro em soluções inovadoras que jamais veriam a luz do dia, se não fossem estas apostas anônimas.

7 – Banco ou Bitcoin (Banking on Bitcoin, 2017)

Se você estiver com preguiça de pesquisar sobre Bitcoin na internet, este é o filme ideal para entender a origem, a tecnologia, as polêmicas e as motivações por trás desta criptomoeda.

Repleto de entrevistas com especialistas e entusiastas da moeda digital, o filme ainda questiona sobre o real papel do dinheiro, dos bancos e do mercado financeiro.

8 – Shark Tank Brasil (2016 – atualmente)

Esta série é uma adaptação fiel da original americana, onde empreendedores levam suas ideias e produtos para apresentar a alguns dos mais bem sucedidos empresários brasileiros, como Robinson Chiba, fundador do China In Box, Carloz Wizard, fundador da escola de idiomas Wizard, João Apolinário, criador do Polishop, Caito Maia, fundador da Chilli Beans, Cris Arcangeli, magnata do ramo de beleza, e Camila Farani, fundadora da boutique de investimentos G2.

O reality é um prato cheio para ver as ideias mais inovadoras do país, com empreendedores de diversas áreas pleiteando investimentos milionários dos grandes tubarões do mercado nacional. O clima de tensão e emoção é enorme antes de sabermos se algum dos grandes empresários vai apostar seu dinheiro em algum novo empreendimento.

9 – Billions (2017 – atualmente)

Nascido em família pobre, o protagonista Bobby Axelrod (Damian Lewis) batalha até tornar-se um influente gestor de investimentos em Wall Street. A série começa com ele no auge de sua fortuna, de onde desenrola-se uma envolvente trama sobre o mercado financeiro, misturando drama, suspense e muita ação. Ele passa diversas temporadas em um jogo de gato e rato com Chuck Rhoades (Paul Giamatti), promotor de justiça que quer prender Bobby a qualquer custo. Para completar, a esposa de Chuck é a psicóloga da equipe de Bobby, colocando a Dra. Wendy Rhoades (Maggie Siff) em posições que só ela seria capaz de sair.

Com produção de qualidade e grande elenco, a série trata sobre finanças, poder e política de forma atraente para um grande público. Além disso, Billions aborda elementos cotidianos dos grandes negócios poucas vezes mostrados na televisão e desmistifica muitas informações sobre o mercado financeiro.

 10 – Chef’s Table (2017 – atualmente)

Nesta série, renomados chefs gastronômicos, de diferentes tipos e nacionalidades, contam suas trajetórias, seus aprendizados e até alguns de seus segredos profissionais. Mas a produção vai muito além da montagem de pratos e da descoberta de ingredientes, com foco na superação profissional de cada protagonista.

Apesar de falar muito sobre comida, Chef’s Table também aborda temas como empreendedorismo, superação, autenticidade, busca de conhecimento, relação com fornecedores, trabalho em equipe e muitos outros temas que dependem de uma coisa: dinheiro. Uma apetitosa forma de aprender e de inspirar-se para fazer bons negócios.

 

Ficou empolgado com nossas soluções? Prepare a pipoca e aproveite para conhecer algumas destas obras no final de semana. E não deixe de acessar nossa página de apostas em cassino para se divertir conosco também!