Futebol Futebol

Cidades das Estrelas: qual cidade produziu as estrelas mais icônicas?

13 Jun | BY Betway Insider | MIN READ TIME |
Cidades das Estrelas: qual cidade produziu as estrelas mais icônicas?

Mapeando os lugares que deram ao mundo as pessoas mais famosas

De atores incríveis e cantores pop impecáveis a diretores ousados e futebolistas brilhantes, nosso planeta está lotado de estrelas. Mas de qual lugar do mundo vêm todas essas estrelas?

A equipe de roleta virtual da Betway percorreu o mundo para revelar o local de nascimento de algumas das maiores estrelas que o mundo já viu e calculou exatamente quais países, cidades e estados produziram o maior número de nomes de estrelas.

Em todos os lugares do mundo há ídolos locais e figuras passageiras que alcançaram seus quinze minutos de fama, mas o que é que separa as celebridades comuns de estrelas marcantes e bem-sucedidas?

Considerando 10 categorias diferentes, indo desde vencedores do Oscar e campeões olímpicos até jogadores de futebol, músicos e muito mais, reunimos dados para revelar as principais cidades que produzem figuras famosas e dignas de destaque. Vamos dar uma olhada onde no mundo nasceu a maioria das estrelas.

As Cidades Mais Estreladas do Mundo

Lar das estrelas mais reconhecidas do mundo

É oficial, os dados revelam que Nova York, nos EUA, é o lar de muitas estrelas, com um total de 48 estrelas reconhecidas nascendo na cidade que nunca dorme. Nova York deu origem a uma abundância de vencedores do Oscar, com 14 nova-iorquinos recebendo um Oscar durante sua carreira, incluindo Christopher Walken e Adrien Brody.

Nova York é também o berço de oito dos artistas mais ouvidos do Spotify, além de 10 dos executivos mais bem pagos do planeta. Nova York também viu oito ganhadores do Prêmio Nobel saírem de suas ruas, como o biólogo David Baltimore e o físico Burton Richter, apenas para citar alguns.

Nenhum lugar se aproxima do número de estrelas produzidas por Nova York, mas Londres, na Inglaterra, se esforça ao máximo com 31 estrelas nascendo na cidade do Big Ben. Como Nova York, Londres lançou ao mundo uma quantidade generosa de atores vencedores do Oscar, incluindo nomes como Elizabeth Taylor e Emma Thompson, bem como atores clássicos como Charlie Chaplin e nomes contemporâneos como Daniel Kaluuya. Outros lugares de Londres também deram origem a três ganhadores do Prêmio Nobel, assim como a cinco artistas famosos.

Apesar de ser o lar das estrelas de Hollywood Hills, Los Angeles gerou um total de nove estrelas. L.A. é superada pela Filadélfia, nos EUA, que produziu um impressionante número de 13 estrelas – incluindo cinco dos executivos mais bem pagos de todo o mundo.

Roma, na Itália, é o berço de várias estrelas, sete para sermos exatos, de vários campos. O Império Romano pode ter ficado no passado, mas a cidade de Roma ainda domina o mundo com suas exportações de estrelas, especialmente nos campos do cinema e do esporte. Há dois atores vencedores do Oscar, dois diretores vencedores da Palma de Ouro, um ganhador da medalha de ouro olímpica e dois treinadores de futebol campeões que chamam Roma de lar, incluindo Claudio Ranieri, que treinou na Inglaterra vários times de futebol da Premier League.

Paris, na França, produziu incríveis 23 nomes de estrelas. Isso pode não ser tão surpreendente, já que o Festival de Cannes é realizado na França, mas Paris produziu oito vencedores da Palma de Ouro, incluindo lendas da Nouvelle Vague, como Claude Lelouch e Jeanne Moreau, assim como diretores contemporâneos, como Jacques Audiard.

As Cidades Mais Estreladas do Reino Unido

Considerando que é de longe a maior cidade de todo o Reino Unido, talvez não seja uma surpresa que Londres, na Inglaterra, é a cidade com mais estrelas no país, ou seja, com a grande maioria das estrelas do Reino Unido chamando a capital inglesa de lar.

Dos 13 atores premiados pela Academia da Inglaterra, 11 deles nasceram em Londres, incluindo Alec Guinness, de Star Wars, e Maggie Smith, de Downton Abbey. Além disso, faz parte dessa lista Kate Winslet, originária da cidade vizinha Reading, sugerindo que o sudeste da Inglaterra é verdadeiramente o lugar para os aspirantes a atores.

Londres também se orgulha de sua boa parcela de pop stars, com cinco londrinos presentes entre os 100 artistas mais ouvidos de todos os tempos no Spotify. Aparecem ali os nomes de Adele e Sam Smith, com ambos tendo cedido suas vozes a músicas-tema da saga de James Bond. Enquanto isso, Dua Lipa e Elton John, que recentemente fizeram uma colaboração para o single de sucesso “Cold Heart”, são outros dois nomes de estrelas que chamam Londres de casa.

Outros destinos ingleses que produziram vários nomes de estrelas incluem a cidade de Middlesbrough no nordeste do país, que deu ao mundo dois técnicos de futebol de enorme sucesso, Don Revie e Brian Clough, que ficaram frente a frente na linha lateral mais do que algumas vezes nos anos 1970. Da mesma forma, Middlesbrough é também a casa do vencedor do X Factor James Arthur, cuja música foi escutada inúmeras vezes em todo o mundo no Spotify.

Em se tratando de outros lugares no Reino Unido, a Escócia também tem a sua boa parcela de estrelas, devendo principalmente o futebol ser agradecido pelo status estrelado do país. A Escócia já teve oito treinadores de futebol lendários, além de dois jogadores famosos. A Escócia produziu Eduardo Paolozzi, um artista de renome internacional que nasceu de pais italianos em Edimburgo. Além disso, entre os nomes de estrelas que chamam de casa a Escócia, temos o chef Gordon Ramsay, que já recebeu diversas estrelas no guia Michelin e é de Johnstone, e o DJ mundialmente famoso Calvin Harris, nascido em Dumfries.

O País de Gales fez sua própria contribuição para a coleção mundial de nomes de estrelas, confiando fortemente no mundo do futebol e do cinema para ajudar os cidadãos galeses a alcançar o status de estrela. O ex-jogador do Manchester United, Ryan Giggs, que nasceu na capital Cardiff, e o lendário finalizador do Leeds United, John Charles, da cidade de Swansea, ostentam a bandeira no País de Gales no mundo esportivo.

A Irlanda do Norte também não deixa de carimbar seus nomes de estrelas, com outro ex-jogador do Manchester United, George Best, deixando sua marca nos livros de história. O falecido atacante nasceu em Belfast e é tão celebrado na cidade que até tem um aeroporto com o seu nome. Também nascida em Belfast é Betty Williams, que ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 1976 por seus esforços para resolver os infames Conflitos na Irlanda do Norte (Troubles). O nome final de estrelas da Irlanda do Norte é o da chef conhecida por ter estrelas no guia Michelin Clare Smyth, que nasceu no Condado de Antrim.

As Estrelas do Spotify, por Estado dos EUA

Lar das maiores estrelas musicais do streaming no mundo

Na era digital dos downloads e streamings, os artistas norte-americanos estão dominando as paradas. Dos 100 artistas mais ouvidos de todos os tempos no Spotify, 60 deles são dos Estados Unidos, mas em qual dos 50 estados podem ser encontradas as maiores estrelas do streaming?

A batalha entre a Costa Leste e a Costa Oeste dos Estados Unidos continua, com a Califórnia e o estado de Nova York no topo das classificações, cada um contribuindo com nove nomes para a lista dos 100 melhores.

A maioria das estrelas mais bem-sucedidas do streaming de Nova York vem da cidade de Nova York, incluindo os artistas que já chegaram ao topo das paradas A$AP Rocky, Cardi B, Lana Del Rey e Lady Gaga, citando apenas alguns.

De volta à Califórnia, as estrelas estão um pouco mais espalhadas pelo estado, embora a cidade de Los Angeles ofereça duas contribuições: Billie Eilish e Doja Cat, duas das estrelas mais badaladas do momento. Compton é famosa como a casa do hip hop e também oferece duas estrelas nas figuras de Tyga e Kendrick Lamar. Em outros lugares da Califórnia há Frank Ocean, de Long Beach, G-Eazy, de Oakland, Lauv, de San Francisco, Olivia Rodrigo, de Murietta e, claro, a própria cantora de “California Girls”, Katy Perry, que vem de Santa Bárbara.

O Texas é um dos maiores estados de toda a América, mas contribuiu apenas com três estrelas para o top 100 do Spotify: Beyoncé, Selena Gomez e Travis Scott.

O Lar do Futebol Europeu

Não é segredo que a Europa é o lar da maior parte dos grandes clubes e jogadores de futebol do mundo, com nações como Alemanha, França, Itália, Espanha e Inglaterra dominando o futebol mundial tanto em nível internacional quanto de clubes. Mas em quais lugares da Europa essas orgulhosas instituições de futebol estão encontrando seus novos talentos?

A Itália é oficialmente o lar do futebol europeu, com um número impressionante de catorze treinadores de futebol nascidos na Itália que fazem parte da lista oficial dos 100 melhores de todos os tempos, mais treze dos 100 melhores jogadores de futebol de todos os tempos. A cidade de Milão é o lugar onde se pode encontrar os melhores jogadores da Itália, tendo a capital mundial da moda produzido dois futebolistas lendários como Paolo Maldini e Giuseppe Meazza, ao passo que outras cidades italianas só puderam contribuir com um.

Entre os treinadores italianos notáveis está Fabio Capello, que vem da cidade de San Canzian d’Isonzo e foi o responsável pela seleção da Inglaterra na Copa do Mundo de 2010. Há também dois ex-treinadores do Chelsea: Carlo Ancelotti, da cidade de Reggiolo, e Antonio Conte, que nasceu em Lecce. Cada um desses lendários dirigentes conquistou um título da Premier League com o Chelsea e ganhou um título da Série A com um clube de Milão, tendo Ancelotti reivindicado seu Scudetto com o AC Milan e Conte conquistado o troféu com a rival Inter de Milão.

A Alemanha também deu ao mundo um grande número de treinadores e jogadores de futebol lendários, com nove jogadores de futebol alemães, bem como treze treinadores de futebol que estão entre os 100 melhores de todos os tempos. Essas estrelas lendárias do futebol alemão vêm de um total de 20 cidades diferentes na Alemanha, com destaque para os jogadores Gerd Muller, de Nordlingen, e Philip Lahm, de Munique, que foi capitão do clube de sua cidade natal, o Bayern de Munique.

Por mais fantásticas que sejam as exportações de futebol da Alemanha, os maiores talentos da nação fizeram seu nome como treinadores. O treinador Jurgen Klopp, nascido em Stuttgart, está familiarizado com os torcedores tanto na Alemanha quanto na Inglaterra depois de ter levado o Borussia Dortmund e o Liverpool a triunfantes vitórias de títulos e à final da Champions League.

Por sua vez, a Inglaterra produziu mais do que uma simples parcela de talentos futebolísticos, tendo seis dos 100 melhores jogadores e 13 dos maiores treinadores de todos os tempos vindo de cidades de toda a Inglaterra. Os jogadores nascidos no Norte provaram ser as estrelas mais brilhantes do futebol inglês, visto que Stanley Matthews, nascido em Stoke, Gordon Banks, de Sheffield, e Dixie Dean, de Birkenhead, estrelam todos no top 100 melhores de todos os tempos. Isso sem mencionar o herói da Copa do Mundo de 1966, Bobby Charlton, que vem de Ashington, uma cidade que fica ainda mais ao norte do que Newcastle.

Um crédito enorme vai para a Escócia, que prova que pode ser uma das nações futebolísticas mais sábias da Europa ao produzir um total de oito treinadores lendários de futebol. Entre as estrelas de destaque do cenário do futebol escocês estão Sir Alex Ferguson e Matt Busby, do Manchester United, e Kenny Dalglish e Bill Shankly, que reinaram no Liverpool.

Criando um Diretor de Cinema

Lar das estrelas do Oscar mais reconhecidas do mundo

Enquanto o Oscar atrai muita atenção a cada ano, todos os verdadeiros entusiastas do cinema sabem que os reais diretores considerados a cereja do bolo no mundo cinematográfico são premiados no Festival de Cannes, sendo a cobiçada Palma de Ouro o prêmio mais importante.

Nossos dados revelam que os EUA deram à luz a mais vencedores da Palma de Ouro do que qualquer outra nação, com um total de 23 diretores estrelados – afinal de contas, os EUA é onde fica Hollywood. Entre os nomes de destaque consta o mestre de cinema com temática de máfia Martin Scorsese, que nasceu na cidade de Nova York. Na Costa Oeste, Clint Eastwood representa a única contribuição mais premiada da Califórnia para o Festival de Cannes.

O estado de Michigan ostenta dois diretores vencedores da Palma de Ouro: o documentarista Michael Moore e o diretor de O Poderoso Chefão, Francis Ford Coppola. Enquanto isso, o estado de Minnesota também aparece com dois diretores dignos da Palma de Ouro: os irmãos Joel e Ethan Coen, que se reuniram para um total de 20 filmes até então, incluindo o vencedor da Palma de Ouro Barton Fink.

Talvez sem surpresa, a França ostenta mais diretores vencedores da Palma de Ouro do que qualquer outro lugar na Europa, com um total de 17 diretores premiados vindos da França. Mais especificamente, oito desses famosos nomes do cinema nasceram em Paris, enquanto outros famosos diretores nasceram em outros locais franceses, como o diretor de Ben Hur, William Wyler, que nasceu na cidade de Mulhouse, perto das fronteiras da Suíça e da Alemanha. Além disso, há Laurent Cantet, que ganhou o prêmio em 2008 com Entre os Muros da Escola e nasceu na cidade de Melle, no oeste da França.

Do outro lado do canal, os cineastas da Inglaterra também se mostraram bem-sucedidos, com seis diretores nascidos na Inglaterra reivindicando o prêmio máximo em Cannes. Nomeadamente, o lendário diretor de Lawrence da Arábia, David Lean, que nasceu em Croydon, Londres, assim como o autor social-realista Mike Leigh, que, apesar de seus estreitos laços com Salford, no norte da Inglaterra, nasceu em Welwyn Garden City, em Hertfordshire.

O número impressionante da Palma de Ouro da Inglaterra infelizmente não é suficiente para estar à altura de outra nação europeia, a Itália, que produziu um incrível número de 14 vencedores do prêmio máximo do Festival de Cannes. Alguns dos maiores presentes da Itália para a indústria cinematográfica incluem o diretor de La Dolce Vita, Federico Fellini, que nasceu em Rimini, além de diretores premiados das cidades de Roma, Milão, Nápoles e muito mais.

Em outra parte da Europa, a Alemanha contribuiu com sua boa parcela de diretores famosos com três nomes vencedores da Palma de Ouro chamando a Alemanha de casa. Esses incluem Wim Wenders, de Dusseldorf, e o diretor multilíngue Michael Haneke, que nasceu em Munique.

Lar dos artistas mais reconhecidos do mundo

As Cidades com os Executivos Mais Bem Pagos

Nossos dados revelaram que os EUA voltam a reinar supremos em termos de produção de talentos estelares, deixando todos de queixo caído por terem 70 dos 100 executivos mais bem pagos do mundo.

O estado de Nova York lidera novamente o ranking com um total de 21 executivos altamente bem pagos nascendo lá, dos quais dez são da cidade de Nova York, como o executivo do JP Morgan Chase James Dimon e o CEO da Target Corporation Brian Cornell, citando apenas alguns.

Outros estados que produziram vários executivos multimilionários incluem a Pensilvânia, com um total de nove executivos altamente remunerados, além de Califórnia, Maryland, Michigan, Carolina do Norte e Ohio, que são o berço de três dos executivos mais ricos do mundo.

Em outras partes do mundo, nossos dados provaram que as nações asiáticas se aperfeiçoaram na arte de produzir executivos com um grande pacote salarial. A Índia deu origem a cinco dos executivos mais bem pagos do mundo, enquanto o Irã, no Oriente Médio, e Taiwan, no Extremo Oriente, deram ao mundo três executivos ricos cada um.

Embora os dados tenham mostrado que a Europa ainda tem algum caminho a percorrer para alcançar os EUA e a Ásia na produção de executivos prósperos, a nação que está liderando suas contrapartes europeias é a Inglaterra, com três dos executivos mais bem pagos do mundo, incluindo James Quincey, de Londres, que é CEO da The Coca-Cola Company e herdeiro do império NewsCorp, Lachlan K. Murdoch e Anthony Wood, nascido em Manchester, que é o CEO e fundador da Roku Inc.

Metodologia

Pegando 100 das melhores estrelas de dez categorias, revelamos qual cidade natal produz as pessoas mais bem-sucedidas. As dez categorias incluem Oscar, Prêmio Nobel, Olimpíadas, maiores artistas do streaming, Palma de Ouro, treinadores de futebol, jogadores de futebol, artistas, chefs com estrelas Michelin e executivos altamente bem pagos.

PS: Kygo foi removido dos maiores artistas do streaming devido ao local de nascimento ser desconhecido.

No caso de pessoas que nasceram em áreas que não existem mais ou que mudaram de nome, foi usado o nome mais recente do local.

TAGS
Betway Insider

Betway Insider

The Insider is an editorial blog for Betway, one of the best betting sites, featuring sporting insight, intelligent comment and informed betting tips for football betting and all other major sports.

Betway Insider

Betway Insider

The Insider is an editorial blog for Betway, one of the best betting sites, featuring sporting insight, intelligent comment and informed betting tips for football betting and all other major sports.