Futebol Futebol

Finais brasileiras na Sul-Americana e Libertadores: o que explica e impactos

14 Nov | BY Betway Insider | MIN READ TIME |
Finais brasileiras na Sul-Americana e Libertadores: o que explica e impactos

Decisão entre brasileiros na Sul-Americana e na Libertadores é algo inédito do continente; veja o que explica e os impactos do feito raro

Pela primeira vez na história, um país dominou as duas finais das principais competições da Conmebol: Copa Sul-Americana e Copa Libertadores. Palmeiras e Flamengo no maior torneio do continente, em busca da ‘Glória eterna’, enquanto Red Bull Bragantino e Athletico-PR lutam pelo troféu da Sul-Americana na temporada 2021.

O feito, que obviamente mostra a força do futebol brasileiro em relação aos outros países da América do Sul, pode ser explicado por alguns fatores socioeconômicos e esportivos. A hegemonia também impacta diretamente no Campeonato Brasileiro e levanta debates sobre o futuro dos campeonatos da Conmebol a médio e longo prazo.

Em uma decisão, Palmeiras e Flamengo, os dois times mais estruturados do país no momento. Atual bicampeão brasileiro consecutivo, o Fla tem um timaço desde 2019 e entra como favorito em todos os campeonatos que participa no continente. Já o Verdão venceu o Brasileirão antes do bi seguido dos cariocas, é o atual campeão da Libertadores e tem um dos melhores elencos do Brasil.

Já na decisão da Sul-Americana estão dois times também organizados, mas de menor estrutura. De um lado, o Athletico-PR, que monta uma organização financeira e estrutura seu futebol há cerca de dez anos.

Do outro, o RB Bragantino, financiado pela marca mundial de energéticos, mas também bastante organizado. Além do controle financeiro, os clubes da Red Bull priorizam CTs de ponta, times jovens e venda de jogadores para mercados europeus por receita. A chegada à decisão da Sul-Americana aconteceu antes da meta traçada pelo clube de Bragança em relação a competições internacionais.

A hegemonia do Brasil nos torneios da Conmebol influenciam em muitas questões na própria temporada e no futuro dos campeonatos sul-americanos. Abaixo, veja o que explica as finais brasileiras na Sul-Americana e na Libertadores, os impactos e o que deve vir pela frente no futebol da América do Sul.

Finais caseiras: feito raro e inédito na América do Sul

A temporada 2021 é histórica para o futebol brasileiro, campeão das duas últimas edições da Libertadores, com Flamengo e Palmeiras, respectivamente. Agora, o clube carioca e o time paulista decidem o campeonato, em mais uma final totalmente disputada entre brasileiros. Em 2020, vale destacar, o Verdão venceu o rival Santos na decisão.

Campeão da Sul-Americana em 2018, o Athletico Paranaense tem uma relação particular com a competição. Foi o primeiro título internacional oficial do Furacão, e o clube tem a chance de ser bi em 2021. Por outro lado, o RB Bragantino conseguiu transformar a organização em superioridade no continente e chega pela primeira vez a uma decisão internacional.

Com o domínio brasileiro no Estádio Centenário, no Uruguai — o palco receberá as duas finais, únicas –, o Brasil conseguiu um feito inédito: dominar 100% das duas decisões em um ano. Nenhum outro país da América do Sul havia feito isso anteriormente.

Brasil repete o que só ingleses conseguiram

Se na América do Sul o feito é inédito, na Europa, maior centro do futebol mundial, apenas os ingleses conseguiram a mesma proeza. Isso apenas em uma oportunidade, afinal não é algo muito comum.

Na temporada 2018/2019, Liverpool e Tottenham decidiram a Champions League, e os Reds ficaram com o título. Enquanto isso, a final da Liga Europa foi disputada entre Chelsea e Arsenal. Os Blues golearam e ficaram com o troféu.

À época, logo após ao domínio inglês nas finais das competições europeias, houve algumas reuniões e debates para entender se aquilo era, de fato, algo isolado ou indicativo de que a Premier League era muito superior às demais competições nacionais.

Brasileirão pode ter G9 para Libertadores 2022

Com Palmeiras e Flamengo brigando pelas primeiras colocações no Brasileirão, o G6 (grupo de times que se classificam para a próxima Copa Libertadores) muito provavelmente se transformará em G7, uma vez que o campeão continental garantirá a vaga com o título.

Na Sul-Americana, há a chance de o grupo se tornar G8, uma vez que o RB Bragantino está nas primeiras posições e, em caso de título, asseguraria a vaga por lá. Desta forma, só haveria a ampliação no número de vagas pela Sul-Americana com a vitória da equipe de São Paulo. A lista de classificação ainda pode chegar a um G9 caso o Atlético-MG, brigando pelo título, vença a Copa do Brasil — justamente contra o Furacão.

O que explica as finais caseiras na Sul-Americana e Libertadores?

Alguns fatores explicam o domínio brasileiro nas finais da Sul-Americana e da Libertadores. Esportivamente falando, o Brasileirão é o campeonato nacional mais equilibrado do continente, e isso naturalmente eleva o nível dos times participantes. A melhora, assim, é vista nos confrontos pela América do Sul.

Outro ponto é a questão financeira. O Brasil tem o melhor cenário econômico do continente, ainda que não viva uma situação boa, e o reflexo pode ser visto no futebol. A força do real diante de outras moedas também explica as contratações de sul-americanos pelos brasileiros. O fluxo é cada vez maior neste sentido, seja entre promessas e jogadores consagrados dos outros países.

“A mesma coisa que explica o domínio europeu no futebol mundial: a moeda. O melhor jogador do River Plate está no Galo [Nacho Fernández], o melhor do Peñarol no Athletico [David Terans], o melhor zagueiro paraguaio [Gustavo Gómez] no Palmeiras e a Red Bull em Bragança”, afirmou o jornalista Juca Kfouri, ao UOL, avaliando as finais caseiras.

Ainda é cedo para cravar o que pode acontecer a médio e longo prazo nas competições, mas a Conmebol já começa a conviver com reclamações por parte de imprensa e torcedores estrangeiros, preocupados com a diferença para o Brasil. É possível, aliás, que a entidade diminua o número de vagas do Brasileirão caso este domínio aconteça com muita frequência.

A Sula se aproxima da final! Quem vai ser campeão continental em 2021? Visite e aposte em nossa página futebol bets.

TAGS
Betway Insider

Betway Insider

The Insider is an editorial blog for Betway, one of the best betting sites, featuring sporting insight, intelligent comment and informed betting tips for football betting and all other major sports.

Betway Insider

Betway Insider

The Insider is an editorial blog for Betway, one of the best betting sites, featuring sporting insight, intelligent comment and informed betting tips for football betting and all other major sports.