Talvez você não se lembre com detalhes do Oscar de 2016, mas naquele ano houve uma verdadeira torcida mundial para Leonardo DiCaprio (finalmente) levar a estatueta de Melhor Ator para casa. Até então, o ator tinha acumulado 4 indicações ao prêmio em papéis cada vez mais complexos, mas nada de ganhar. O final da história você já sabe: naquele ano, o ator completou o feito com sua atuação em “O Regresso” (2015).

No entanto, nem todos atores contam com esse final feliz e, apesar de interpretações excepcionais, muitos continuam sem um Oscar para chamar de seu. Confira abaixo os atores esnobados pela premiação mais famosa da Sétima Arte:

Glenn Close

Uma das atrizes mais conhecidas do mundo e dona de um currículo impecável, Glenn Close atualmente acumula 7 indicações ao Oscar e nenhuma vitória. Essa história é de longa data: a primeira vez que concorreu à estatueta foi em 1983 ao prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante por “O Mundo Segundo Garp” (1982). Desde então, suas atuações em longas como “O Reencontro” (1984), “Atração Fatal” (1987), “Ligações Perigosas” (1988) e “Albert Nobbs” (2011) chamaram a atenção da academia, mas não o suficiente.

A última esnobada que Glenn Close levou foi em 2019, quando sua interpretação em “A Esposa” (2018), apesar de ser uma grande aposta do público, perdeu para Olivia Colman, de “A Favorita” (2018). Será que algum dia ela leva?

Amy Adams

Outra atriz que tem talento de sobra e talvez não muita sorte é Amy Adams. Sua primeira indicação foi como Melhor Atriz Coadjuvante em 2006 por “Retratos de Família” (2005). Mas ela não parou por aí: “Dúvida” (2008), “O Vencedor” (2010), “O Mestre” (2012), “Trapaça” (2013) e “Vice” (2018) foram as outras obras pelas quais a intérprete foi indicada. No total, ela acumula 6 indicações e nenhuma vitória.

Mas não foram só os papéis com indicações que foram polêmicos pela falta de reconhecimento. Seu trabalho em “A Chegada” (2016) nem indicação teve, apesar do filme ter contado com 8 indicações ao Oscar e nenhuma para a atriz! O diretor do longa, Denis Villeneuve, ficou indignado com essa esnobada, afirmando em entrevista para a Entertainment Weekly que a atriz era a alma do filme e uma das grandes responsáveis pelo sucesso dele.

Bradley Cooper

Apesar de ter cara de quem já ganhou o Oscar, Bradley Cooper nunca levou uma estatueta para casa, mas não por falta de esforço. Com um currículo cada vez mais híbrido entre trabalhos de atuação, produção e direção, Cooper foi indicado um total de 8 vezes, sendo que 4 foram por atuação. No caso, elas foram por suas interpretações em “O Lado Bom da Vida” (2012), “Trapaça” (2013), “Sniper Americano” (2014) e “Nasce uma Estrela” (2018).

As muitas vezes que ele quase ganhou a estatueta dourada já revoltaram o público, mas em uma entrevista para a GQ ele jura que nem quer um Oscar. Se ele diz que não quer quem somos nós para falar o contrário, não é?

Michelle Williams

Michelle Williams já se transformou em vários personagens com interpretações profundas e marcantes. O começo do seu flerte com o Oscar se deu em 2006, quando ela concorreu a Melhor Atriz Coadjuvante por “O Segredo de Brokeback Mountain” (2005). Mas foi na década seguinte que acumulou a maioria das oportunidades perdidas com “Namorados para Sempre” (2010), “Sete Dias com Marilyn” (2011) e “Manchester à Beira-Mar” (2016). Mesmo com muito talento e 4 indicações pelo seu trabalho, ela segue na lista dos esnobados.

Willem Dafoe

Willem Dafoe é o tipo de ator que impacta independente do personagem que interpreta e, apesar de ainda não ter uma estatueta, o ator já quase a levou para casa 4 vezes. A primeira foi em 1987 com “Platoon” (1986), seguida por “Shadow of the Vampire” (2000) e “Projeto Flórida” (2017). A quarta e mais recente foi “No Portal da Eternidade” (2018), quando ele era um dos grandes favoritos pela sua transformação no pintor Van Gogh, mas perdeu para Rami Malek, que brilhou em "Bohemian Rhapsody" (2018).

Saoirse Ronan

Com apenas 26 anos, Saoirse Ronan já pode dizer que foi esnobada pelo Oscar pelo menos 4 vezes. Sua primeira indicação ocorreu em 2008 por “Desejo e Reparação” (2007), quando a atriz tinha apenas 13 anos. A partir de então, ela pavimentou uma trajetória de filmes aclamados pela crítica que lhe deram a oportunidade de concorrer mais três vezes à estatueta. Eles são: “Brooklyn” (2015), “Lady Bird” (2017) e “Adoráveis Mulheres” (2019).

Com um currículo tão bom em tão pouco tempo, é muito provável que Ronan conquiste a estatueta mais cedo ou mais tarde - o que não significa que ela não seja esnobada mais algumas vezes…

Edward Norton

Edward Norton é um ator que não raro é lembrado pela sua versatilidade e não é por acaso. A sua trajetória já começou lá no alto com “As Duas Faces de um Crime” (1996), pela qual ele foi indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Poucos anos depois, ele concorreu a Melhor Ator por “A Outra História Americana” (1998). A partir de então, apostou em obras com temas e gêneros abrangentes, como “Clube da Luta” (1999), “O Ilusionista” (2006) e “O Grande Hotel Budapeste” (2014). No total, demorou pouco mais de 15 anos até ele ser cotado novamente pela premiação, com “Birdman” (2014).

Matt Damon

Apesar de ter ganhado um Oscar por Melhor Roteiro Adaptado por “Gênio Indomável” (1997), Matt Damon nunca foi reconhecido pela sua habilidade de atuação. Em 1998, foi indicado como Melhor Ator pela mesma obra que levou o de melhor roteiro. Depois, sua carreira contou com obras como “A Identidade Bourne” (2002) e “Os Infiltrados” (2006), que por mais que fossem aclamados pelo público não tinham a grandiosidade da maior premiação do cinema. 

Damon voltou a concorrer somente em 2010 por “Invictus” (2009), seguido de “Perdido em Marte” (2015). Em “Manchester à Beira-Mar” (2016) teve a chance perdida de levar o prêmio por Melhor Filme, mas também não foi dessa vez.

Independente de terem a famosa estatueta não, todos esses atores contam com talento de sobra e muitas obras marcantes no currículo. Quem sabe em um futuro eles não dão um pouco mais de sorte e conseguem levar o prêmio para casa?

Quem mais merece o Oscar e nunca levou? As apostas para a edição de 2021 já estão começando. Você pode aproveitar a época e se divertir também com o nosso blackjack online!