Esses filmes tinham grandes expectativas, seja através de intensa publicidade ou promoção, e de alguma forma cumpriram todo o hype que os cercava. Talvez tenha sido o início de uma franquia antecipada ou uma sequência muito aguardada...de qualquer forma, o público ficou impressionado e geralmente satisfeito com o que viu.

Aqui estão os 10 filmes que mais superaram as expectativas do público. Uma curiosidade sobre eles: todos são, de alguma forma, fantasias. A maioria é de super-heróis, provando a força do tema nos últimos anos, mas há também outros tipos de fantasias, como medieval, espacial ou até jurássica, que entra como um representante de filmes mais antigos.

Mas antes, menções honrosas para Mad Max, Aliens: o resgate, Deadpool, Guardiões da Galáxia, Toy Story 3 e Exterminador do Futuro 2, que também superaram suas expectativas, mas talvez não tenham tanto peso quanto estes 10 neste feito.

10- A Origem

Você vai reparar que Christopher Nolan aparece algumas vezes nesta lista. Neste longa de ficção que estrela Leonardo DiCaprio, a história explora um grupo de ladrões que descobrem segredos das pessoas se infiltrando em seus sonhos.

O filme prometia muito suspense, sequências de ação de tirar o fôlego e imagens que fariam seu cérebro derreter. E ele não decepcionou.

Com um orçamento de US$ 160 milhões, o longa recuperou 40% de seu faturamento logo no primeiro final de semana e fechou a bilheteria mundial com mais de US$ 828 milhões.

Mas mais do que um ótimo investimento, o filme entregou aos espectadores uma experiência cinematográfica tão incrível quanto angustiante, tanto que o final do filme até hoje é um mistério.

9- Interestelar

Mais uma vez, Nolan fez um filme que atendeu a todas as expectativas. Tudo bem, vamos admitir que teve gente que não gostou do filme, mas por mais barulho que elas tenham feito, são realmente poucas.

A experiência entregue por Nolan neste filme consegue até superar a de “A Origem” em termos de imagens que derretem seu cérebro. O filme pode até ser complicado de entender se você não prestar atenção. Não que ele tenha diálogos subliminares ou coisa parecida, mas ele busca ao máximo brincar com questões de física e relatividade, o que pode gerar um combo de informação complexo para os desatentos.

Mas o filme, que prometia uma experiência daquelas que dão uma revirada na nossa mente foi devidamente entregue, e o reconhecimento financeiro disso foi evidente.

O filme teve um orçamento de US$ 165 milhões e recuperou mais de 25% disso no final de semana de abertura, finalizando a bilheteria mundial com US$ 677 milhões.

8- Logan

Mais um filme dos X-Men, muitos pensaram. A única coisa boa dos filmes dos X-Men, de fato, era o Wolverine de Hugh Jackman, e este filme foi a última vez que vimos o australiano interpretando seu papel mais icônico.

Só este fato já criou uma expectativa monstruosa sobre o filme. Adicione a isso os fatos de que o Wolverine estaria envelhecido, todos os X-Men menos Logan e Charles Xavier estavam mortos e o filme finalmente a cara “real” do Wolverine, um anti-herói ranzinza, desbocado e violento, o que resultou em um filme recheado de corpos desmembrados, sangue e palavrões, algo que nunca havia feito parte dos filmes dos mutantes.

Quando o filme finalmente foi lançado, o público se surpreendeu e se emocionou com o que viu. O longa causou momentos catárticos em fãs do mutante com garras de adamantium quando este se despediu de forma honrosa e heroica, fazendo o sacrifício máximo para salvar o outro fator surpresa do filme, Dafne Keen, a adolescente que entregou uma ótima performance em primeiro trabalho no cinema como a mutante X-23, que carrega os genes de Logan em seu sangu.

Os números deste filme são impressionantes. O orçamento de US$ 97 milhões foi praticamente todo recuperado no final de semana de estreia, o que indica que o filme tinha um hype absurdo. No final, o filme arrecadou US$ 619 milhões ao redor do mundo.

7- Senhor dos Anéis: As Duas Torres

Peter Jackson era um diretor irrelevante quando foi chamado para dirigir a saga do Senhor dos Anéis. A escolha, antes muito criticada, provou-se a melhor possível, com Jackson dirigindo todos os filmes da saga da Terra Média com maestria, criando verdadeiras obras primas.

O primeiro filme da história foi tão bom que ele começou a criar um universo e uma expectativa enormes. E tudo isso foi atendido em “As Duas Torres”, com cenas de batalhas épicas, muita emoção e uma história rica contada em detalhes e de forma muito precisa. Os fãs saíam do cinema extasiados e sabiam que o melhor ainda estava por vir.

O hype do filme também se refletiu nas bilheterias, com o orçamento de US$ 94 milhões sendo pequeno perto do que o filme conquistaria, com US$ 62 milhões nos primeiros dias de exibição e arrecadando incríveis US$ 923 milhões, uma cifra absurda para o ano de 2002.

6- Vingadores: Guerra Infinita

Foram quase 10 anos e uma enorme lista de filmes cuidadosamente amarrados, que levavam a este momento.

Os fãs do Universo Marvel não conseguiam se aguentar de tanta expectativa. A coisa piorou quando a alta cúpula da Marvel resolveu que essa história não poderia ser contada em apenas 2 ou 3 horas de filme. Portanto, decidiram dividir em dois filmes, o primeiro sendo Guerra Infinita, que fazia alusão às joias do infinito, que estavam por trás de todos os acontecimentos de todos os filmes do MCU até então.

O encontro de Homem de Ferro, Capitão América, Thor e Hulk com o titã louco Thanos. Um elenco estelar com Robert Downey Jr, Chris Evans, Chris Hemsworth, Josh Brolin, Scarlett Johansson e muitos outros pesos pesados do cinema. Era impossível não ficar ansioso.

E quando estreou, o filme não só atendeu às expectativas, como enfureceu os fãs pelo lado positivo. O fim do filme deixava um clima de tristeza e apreensão, o que só serviu para deixar o hype da sequência ainda maior.

Obviamente, um filme desta magnitude tem orçamentos polpudos e atrai multidões. Foram gastos US$ 257 milhões no longa de 2h29, mas este valor foi mais do que recuperado no primeiro final de semana, com uma arrecadação de US$ 640 milhões. Após semanas de exibição, o filme faturou mais de 2 bilhões de dólares no mundo inteiro.

5- Jurassic Park

Quando o filme foi lançado no fim de 1993, o mundo ficou chocado com o realismo que via na tela. A expectativa era grande, por conta deste próprio realismo prometido na megaprodução de Steven Spielberg, e o diretor não decepcionou, entregando um longa que viveu no imaginário das pessoas durante anos.

O realismo tem uma causa. Os dinossauros do filme são reais, no sentido em que há pouca computação gráfica nas cenas do Braquiossauro, dos raptores ou mesmo do T-Rex. Eles eram robôs gigantes e a computação gráfica foi utilizada apenas para refinar o movimento das máquinas.

O filme ficou conhecido como um divisor de águas na indústria cinematográfica, com a parte de efeitos visuais mudando totalmente nos anos que seguiriam o lançamento do primeiro longa da franquia.

Mas por incrível que pareça, o orçamento do longa não foi um absurdo. Claro, é muito dinheiro, e era ainda mais em 1993, mas pagar 63 milhões de dólares por um filme desta magnitude e potencial comercial parece ser uma decisão fácil.

No final de semana de estreia, US$ 47 milhões foram recuperados, enquanto a bilheteria total foi de US$ 912 milhões, sem contar os 3 relançamentos que o filme teve nos cinemas, em 2011, 2013 e 2018, que renderam mais um milhão às contas da Univeral.

4- Joker

O mais recente dos filmes desta lista, Joker ainda pode ser encontrado em cartaz em algumas salas de cinema pelo Brasil.

É verdade que a DC tem uma enorme dificuldade em entregar bons longas em sua história recente, exceções feitas à trilogia do Batman de Christopher Nolan e o filme da Mulher Maravilha. A exceção agora pode ser feita também para este filme do principal vilão do universo da DC e possivelmente dos quadrinhos como um todo.

A excitação do público começou cedo, com o anúncio de Joaquin Phoenix para o papel do palhaço-príncipe do crime. Phoenix é um ator metódico e ganhador de Oscar, algo que os fãs esperavam que contribuísse para a criação de um personagem aterrorizante, como o Coringa é.

O que se viu no trailer aumentou ainda mais a expectativa. Mas o mundo veio abaixo mesmo quando jornalistas, críticos e membros da indústria tiveram acesso às primeiras exibições do filme e saíram falando que Phoenix deveria ganhar mais uma estatueta por sua atuação.

Os fãs concordaram em opinião e números, fazendo de Joker o filme com classificação indicativa para maiores que mais arrecadou na história, superando a marca de um US$ 1 bilhão, algo surreal ao ver que o filme investiu “apenas” US$ 55 milhões.

3- Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei

O filme que fechou a saga de Frodo Bolseiro só podia ter proporções épicas depois de dois longas iniciais que foram simplesmente inesquecíveis.

Baseando-se nas obras de J.R.R. Tolkien, Peter Jackson subiu ainda mais a barra de qualidade das batalhas medievais que vimos em “As Duas Torres” e o resultado foi um longa daqueles que marcam a história da indústria cinematográfica.

O sucesso foi tamanho que os fãs cobraram que Jackson fizesse os longas que antecediam a história de Senhor dos Anéis. Eles foram escutados e receberam a saga d’”O Hobbit” para ver como se iniciou a história do anel criado por Sauron para dominar a terra média.

O filme teve um orçamento mais polpudo, batendo a casa dos US$ 94 milhões, mas arrecadou mais de US$ 1 bilhão após ficar mais de 6 meses em cartaz nos cinemas, com US$ 72 milhões apenas no primeiro final de semana.

2- Batman: O Cavaleiro das Trevas

O cavaleiro das trevas vinha de filmes extremamente mal recebidos pelo público antes de Nolan assumir as rédeas de um reboot na história do Homem-Morcego.

O primeiro filme da trilogia, Batman Begins, foi um sucesso de crítica e bilheteria, mas não teve uma expectativa tão grande, muito por conta das últimas adaptações do herói para as telonas. Outro motivo que fez o filme não ter uma expectativa tão alta foi que as pessoas simplesmente não imaginavam o que podia ser feito de novo em filmes de heróis, algo que Begins mostrou que estava errado.

O fim do filme já preparava o público para o que viria em 2008, com o Comissário Gordon mostrando a Batman que havia um certo palhaço cometendo crimes em Gotham. O cenário de um embate entre o Batman e o Coringa estava pronto e criou-se uma aura em volta do longa que só aumentou quando rumores de que Heath Ledger fazia um Coringa superior ao de Jack Nicholson.

Mas a expectativa foi pelos ares mesmo quando Ledger, infelizmente, faleceu durante a pós-produção do filme. Rumores de que ele havia sido enlouquecido pela mentalidade doentia do personagem até hoje são repetidos na internet, mas nada ficou provado neste sentido.

Quando o filme estreou, o público assistia incrédulo a um vilão tão maravilhosamente interpretado por Ledger que se levantava na sala após o filme para aplaudir uma verdadeira obra de arte, que renderia a Ledger o Oscar póstumo de melhor ator coadjuvante.

Nas bilheterias, a arrecadação de 158 milhões de dólares no fim de semana de abertura quase pagou o investimento de US$ 185 milhões, mostrando o potencial comercial do filme. No fim das contas, uma bilheteria superior a US$ 1 bilhão após quase um ano em cartaz!

1- Vingadores: Ultimato

Sim, você sabia que este filme estaria em primeiro. Vingadores: Ultimato é um marco não apenas para filmes de quadrinhos, mas para o cinema como um todo, seja em dinheiro de bilheterias, seja em contação de histórias.

A história que fechou o arco das pedras do infinito foi dividida em dois longas, o primeiro sendo “Guerra Infinita”, que ficou na 6ª posição nesta lista.

O fim de guerra infinita, que viu alguns dos heróis mais queridos do público sendo pulverizados em um estalar de dedos, junto com metade dos seres vivos do universo, e os fãs esperavam ansiosamente para ver se estes personagens voltariam à vida, qual seria o destino dos sobreviventes e o que vilão Thanos seria capaz de fazer depois do genocídio cósmico que ele tinha conseguido realizar.

Depois de um ano de espera, os fãs foram agraciados com um longa que atendeu rigorosamente todas as expectativas, as mais altas já criadas por qualquer filme.

O longa serviu para darmos adeus a alguns dos personagens prediletos nos últimos anos, como Homem de Ferro, Capitão América e Viúva Negra (na verdade, ela terá um filme solo no ano que vem, mas já sabemos como a história dela acaba).

O filme foi responsável por fazer praticamente qualquer pessoa que foi ao cinema, chorar com momentos emocionantes, vibrar com lutas épicas e retornos gloriosos.

É até difícil descrever o que este filme causou nas mentes e corações pelo mundo e é exatamente por isso que ele ocupa a primeira posição.

As bilheterias foram apenas a cereja no bolo da Marvel. O filme custou US$ 356 milhões aos cofres da empresa, investimento que foi recuperado logo no primeiro final de semana, com um acréscimo de US$ 1 milhão. No final, o filme quebrou o recorde de maior bilheteria da história, superando Avatar, com uma arrecadação total de quase US$ 2.8 bilhões.

 

Qual filme está te deixando com crises de ansiedade? Acesse nossa página de cassino online e curta nossos jogos, alguns deles devidamente inspirados e licenciados em produções de Hollywood.