Vencer a Copa do Brasil sempre foi desejo de qualquer clube brasileiro, afinal, quem não gosta de faturar um título na elite do futebol nacional? Acontece que, desde a entrada dos times que participam da Copa Libertadores, a CBF aumentou o tempo de disputa da competição, que agora é anual, bombou as premiações e transformou o torneio em motivo de cobiça. Todo mundo quer a taça e a ‘bolada’ milionária que vem junto.

Se o retorno financeiro é um fator importante, os clubes começaram a priorizar a Copa do Brasil depois que a premiação aumentou pelo fato de que, apesar de o Brasileirão ser muito lucrativo também, é mais ‘fácil’, por ser um caminho mais curto, conquistar a competição mata-mata.

Ou seja, clubes de grande e médio portes com elencos medianos focam na copa em vez de tentar algo mais concreto e de regularidade no Brasileirão, de 38 rodadas. A disputa na liga nacional fica geralmente para os times com os melhores elencos, de fato.

A mudança da CBF, por sinal, foi positiva para a Copa do Brasil. A competição foi valorizada, ganhou em nível técnico com a inserção dos times que participam da Libertadores e agora colhe frutos: todo mundo joga o torneio pensando em chegar às fases decisivas.

Ao longo da história de mais de 30 anos da competição, qual estado do Brasil tem melhor desempenho e mais títulos? São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais ou Porto Alegre? Abaixo, veja um raio-x dos títulos da Copa do Brasil e qual região venceu mais o torneio.

media

Rio de Janeiro: 5 títulos e 8 vices

O estado com menos título entre os quatro principais do Brasil quando o assunto é futebol é o Rio de Janeiro. A fila é puxada pelo Flamengo, dono de três troféus da Copa do Brasil em sua história. O Rubro-negro poderia aumentar o desempenho do estado, não fossem quatro vice-campeonatos -- o mais emblemático em 2004, quando a equipe carioca foi derrotada pelo modesto Santo André no Maracanã.

Vasco e Fluminense somam um título cada, com outro vice-campeonato, enquanto o Botafogo só chegou à decisão da Copa do Brasil uma vez, em 1999. Na ocasião, o Glorioso foi derrotado pelo Juventude.

Minas Gerais: 7 títulos e 3 vices*

O maior campeão da Copa do Brasil é de Minas Gerais. O Cruzeiro tem seis títulos do torneio mata-mata e é o maior vencedor de todos os tempos. As taças foram conquistadas em 1993, 1996, 2000, 2003, 2017 e 2018, e a galeria poderia ser ainda maior não fossem as derrotas nas decisões de 1998 e 2014, para Palmeiras e Atlético-MG.

Falando em Atlético-MG, o Galo vive uma fase espetacular. Enquanto o rival amarga temporadas na Série B, o Alvinegro enfim conheceu um bicampeonato na sua história -- o do Brasileirão. Agora, o clube pode aumentar os números de Minas Gerais caso vença o Athletico-PR. A finalíssima acontece no dia 15 de dezembro, às 21h30, na Arena da Baixada.

Além do título em 2014, o Atlético foi vice-campeão em 2016, quando perdeu para o Grêmio na decisão.

*Matéria publicada antes da finalização da Copa do Brasil 2021.

Rio Grande do Sul: 7 títulos e 6 vices

A segunda colocação na corrida por títulos na Copa do Brasil é do Rio Grande do Sul, que tem a posição ameaçada. Caso o Atlético-MG fature a edição 2021, o estado será ultrapassado. 

De toda forma, a história no torneio mata-mata dos times de Porto Alegre e de outras cidades que respiram futebol no estado é bonita. O Grêmio é o segundo clube mais vencedor, com cinco troféus e quatro vice-campeonatos. Na década de 1990, o desempenho foi impressionante: o Tricolor esteve nas finais de 1991, 1993, 1994, 1995 e 1997.

Já o Internacional tem uma trajetória mais curta na Copa do Brasil. Venceu a edição de 1992 e amargou o vice-campeonato em 2009, para o Corinthians, e em 2019, para o Athletico-PR. O sétimo título do Rio Grande do Sul foi conquistado pelo Juventude, na temporada 1999.

São Paulo; 10 títulos e 6 vices

Maior vencedor do Campeonato Brasileiro, o estado de São Paulo mostra a força de seus clubes também na Copa do Brasil. O Palmeiras é o maior vencedor, com quatro troféus e um vice-campeonato (1996, para o Cruzeiro). A equipe treinada por Abel Ferreira venceu a última edição, em 2020.

Com 50% de aproveitamento nas decisões da Copa do Brasil, o Corinthians tem três títulos e três derrotas. Foi campeão em 1995, 2002 e 2009, neste último, o time que contava com a presença de Ronaldo Fenômeno.

O Santos de Neymar e companhia, que encantava o país, venceu a Copa do Brasil pela primeira vez em 2010, com uma campanha que ficou para a história. Já o São Paulo, multicampeão, empilha fracassos  e nunca venceu o torneio.

Os outros dois títulos do estado foram conquistados por Santo André, em 2004, e Paulista, de Jundiaí, no ano seguinte. Os clubes de menor porte aproveitaram-se da época em que ainda não havia a participação de times da Libertadores e tinha mais espaço para ‘zebras’ na Copa do Brasil.

Vem aí a grande final de 2021 do torneio mata-mata. Você pode reunir seus palpites, visitar a Betway e fazer suas apostas na Copa do Brasil.