A primeira edição do Campeonato Brasileiro como conhecemos hoje foi disputada há pouco mais de 50 anos, em 1971. O torneio, criado pela CBD, atualmente chamada de CBF, a Confederação Brasileira de Futebol, virou o xodó dos torcedores. A primeira disputa foi vencida pelo Atlético-MG, que inclusive ganhou o campeonato ano passado, em 2021.

O Brasileirão não tem o mesmo poderio financeiro das grandes ligas europeias, que são vistas no mundo inteiro, mas consegue ter certo destaque, principalmente se comparado com os vizinhos sul-americanos. Em 2019, o último ano antes da pandemia do novo coronavírus, a competição teve uma receita de € 1,33 bilhões, sendo considerada a sexta liga mais rica do planeta, atrás apenas da Ligue 1 (da França, com € 1,6 bilhões), Serie A (da Itália, com € 2,3 bilhões), Bundesliga (da Alemanha, com € 4,3 bilhões), La Liga (da Espanha, com € 4,5 bilhões) e Premier League (da Inglaterra, com € 5,84 bilhões).

Fique por dentro:

A história dos campeonatos nacionais no Brasil, porém, começou antes da criação do Campeonato Brasileiro. Desde 1959, eram disputados torneios que abrangiam clubes do país, como a Taça Brasil e o Roberto Gomes Pedrosa. Em 2010, a CBF reconheceu esses campeonatos e os igualou ao Brasileirão. Assim sendo, o Bahia, que venceu a Taça Brasil de 59, passou a ser considerado como o primeiro campeão.

Os maiores 'beneficiados' no reconhecimento foram Palmeiras e Santos. O Verdão acrescentou quatro taças no patamar de título nacional: Taça Brasil (1960 e 1967) e Roberto Gomes Pedrosa (1967 e 1969). O Peixe teve seis títulos reconhecidos, já que foi pentacampeão da Taça Brasil entre 1961 e 1965 e conquistou o Roberto Gomes Pedrosa de 1968. Além do Bahia, Cruzeiro, Botafogo e Fluminense também tiveram taças reconhecidas.

À época, a decisão causou discussões, comemorações e provocações. As diretorias de Palmeiras, Santos, Fluminense, Bahia, Botafogo e Cruzeiro fizeram um dossiê para a CBF para defender a posição de reconhecimento dos títulos. Os rivais, por outro lado, acusaram os adversários de 'ganhar taça por fax'. Passados 12 anos, ainda há debate, mas o fato é que a CBF reconheceu as taças - o que faz do Palmeiras o maior campeão do torneio. 

Leia também:

Veja, a seguir, a lista dos times com mais títulos do Brasileirão Série A.

TIME TÍTULOS
Palmeiras 11
Flamengo 8
Santos 8
Corinthians 7
São Paulo 6
Cruzeiro, Fluminense e Vasco 4
Internacional 3
Atlético-MG, Grêmio, Botafogo e Bahia 2

 

Palmeiras (11 títulos)

Quando a CBF reconheceu os títulos da Taça Brasil e Roberto Gomes Pedrosa como equivalentes ao Brasileirão, o Palmeiras já tinha quatro taças do torneio organizado pela entidade. O Verdão foi bicampeão em 1972 e 1973 e repetiu o feito em 1993 e 1994, na época que a disputa era no formato de mata-mata. 

O Alviverde passou por um longo jejum na fila, mas, em 2016, na esteira da reformulação feita no clube, que incluiu a reforma e surgimento do novo Allianz Parque, conquistou o primeiro título de Brasileirão na era dos pontos corridos. Dois anos depois, em 2018, sob o comando de Felipão, o Palmeiras repetiu a dose e chegou ao decacampeonato.

O título mais recente veio em 2022. Comandado pelo português Abel Ferreira, o clube paulista sobrou na competição, e foi campeão com três rodadas de antecedência. O time assumiu a liderança na 10ª rodada e não saiu mais da ponta. A campanha consagrou ainda mais jogadores que já caíram nas graças da torcida, como Weverton, Gustavo Gómez, Dudu e Scarpa, e ainda, no fim, trouxe o surgimento de uma nova joia: Endrick. O jovem craque, de apenas 16 anos, fez dois gols na virada contra o Athletico-PR, na 34ª rodada, essencial para levantar a taça com antecedência.

Com números históricos, o Palmeiras ainda garantiu um ótimo desempenho em clássicos: dos seis disputados, venceu cinco e empatou um – contra o São Paulo, no returno. O Verdão de Abel deixou sua marca no torneio e garantiu, para o clube, o 11º título, sendo, de forma isolada, o maior campeão brasileiro.

Flamengo (8 títulos)

O Flamengo conquistou todos os títulos já após o início do Brasileirão criado pela CBF. A primeira taça do Mengão veio em 1980. Os anos 80, aliás, estão entre os principais da rica história rubro-negra. A equipe também foi campeã brasileira em 1982, 1983 e 1987 – vale destacar que, em 1981, o clube carioca foi campeão da Libertadores e do Mundial.

Na década de 90, o Flamengo foi campeão em 1992. Depois de quase 20 anos de jejum, voltou a erguer a taça em 2009, já nos pontos corridos, comandado por Adriano e Petkovic. Em 2019 e 2020, o Mengão foi bicampeão – a primeira sob o comando do técnico português Jorge Jesus; a segunda, com Rogério Ceni à beira do gramado. Saiba qual é a capacidade de público dos estádios do Brasileirão

Santos (8 títulos)

O Santos não foi campeão desde que a CBF reconheceu as taças antigas. Mesmo assim, o Peixe se iguala ao Flamengo como o segundo maior campeão da Série A do Brasileirão. O Peixe conquistou a Taça Brasil em 1961, 1962, 1963, 1964 e 1965, além da Taça Brasil de 1968. O Alvinegro, comandado por Pelé, foi uma das equipes dominantes no Brasil nos anos 60.

Em 2002, na última edição disputada no formato de mata-mata, o time praiano, com os famosos 'Meninos da Vila', também foi campeão. O clube repetiu a dose em 2004, dessa vez nos pontos corridos, e levou mais um troféu. Desde então, o time enfrenta uma fila de quase 20 anos.

Corinthians (7 títulos)

O primeiro título do Corinthians no Brasileirão Série A aconteceu apenas quase 30 anos após a edição de 1959. Mesmo assim, o Timão recuperou o 'tempo perdido' e hoje é um dos maiores campeões nacionais. A primeira taça veio em 1990. No fim da década de 90, em 1998 e 1999, o time foi bicampeão.

Já nos pontos corridos, o Alvinegro foi campeão em 2005, 2011, 2015 e 2017.

São Paulo (6 títulos)

O São Paulo foi campeão pela primeira vez em 1977. Em 1986 e 1991, voltou a erguer a taça. O Tricolor conseguiu um feito inédito entre os brasileiros: é a única equipe que foi tricampeã consecutiva na era dos pontos corridos: 2006, 2007 e 2008. Saiba quais são os critérios de desempate no Brasileirão

Cruzeiro, Fluminense e Vasco (4 títulos)

Três equipes são tetracampeãs do Brasileirão. O Cruzeiro foi campeão em 1966, ainda pela Taça Brasil, e depois conquistou três títulos nos pontos corridos, incluindo o primeiro do formato: 2003, 2013 e 2014.

O Vasco foi campeão em 1974, 1989, 1997 e 2000 – veja a entrevista da Betway com Casimiro, que explicou o amor pelo clube e revelou o principal ídolo. O Fluminense ficou com o troféu em 1970, 1984, 2010 e 2012.

Internacional (3 títulos)

O Internacional é o único time tricampeão brasileiro: 1975, 1976 e 1979. A equipe gaúcha possui um dos maiores jejuns, sem levantar a taça há mais de 40 anos.

Atlético-MG, Grêmio, Botafogo e Bahia (2 títulos)

O Galo foi campeão pela primeira vez em 1971, e repetiu o feito 50 anos depois, na última temporada, em 2021. O Grêmio ficou com a taça em 1981 e 1996; o Botafogo, em 1968 e 1995; e o Bahia, em 1959, a primeira da história, e 1988.

Times com um título

Quatro equipes foram campeãs do Brasileirão Série A apenas uma vez: Guarani (1978), Coritiba (1985), Sport (1987) e Athletico Paranaense (2001).

Qual equipe vai erguer a taça nesta edição do Campeonato Brasileiro? Acesse nossa página e faça suas apostas no Brasileirão.