O Bayern de Munique é disparado o maior clube da Alemanha. O time bávaro já passou dos 30 títulos na Bundesliga e sobra no futebol do país: simplesmente tem o triplo de troféus em relação ao segundo maior vencedor da história (o Nürnberg, com 9 taças) e não sabe o que é perder o campeonato nacional desde a temporada 2011-12, quando o Borussia Dortmund terminou na ponta da tabela.

Com uma hegemonia sem perspectiva de acabar, o Bayern caminha a passos largos no futebol alemão. A disparidade diminui, ao menos, quando o clube vai disputar a Champions League e mede forças com outras grandes potências do continente. Ainda assim, os bávaros costumam avançar com facilidade na fase de grupos e geralmente estão entre os favoritos ao título da ‘orelhuda’.

Sobrando em campos alemães há mais de década, portanto, o Bayern empilha troféus e recordes no país. Campanhas com aproveitamentos absurdos, títulos em sequência e por aí vai... na temporada 2021/22, o ofensivo time bávaro ficou próximo de atingir uma marca do River Plate, ainda na década de 1930.

À época, os argentinos completaram impressionantes 96 jogos seguidos marcando ao menos um gol. O Bayern atual alcançou a segunda colocação do recorde, com 85 partidas indo às redes. Ainda tem São Paulo, Santos de Pelé e Real Madrid na lista.

Bayern não bateu recorde de River. Mas qual é o recorde?

Quantos jogos consecutivos uma equipe consegue ir às redes? Se pensarmos no futebol moderno, por melhor e mais criativo que seja o time, em algum momento ele pode esbarrar em uma defesa fechada, num dia pouco inspirado dos atacantes e passar em branco. Não é muito o perfil desse Bayern de Munique, soberano na Bundesliga.

De acordo com dados do jornalista Rodolfo Rodrigues, especialista em estatísticas e dono da página “Futebol em números”, o River Plate é o clube com mais jogos seguidos fazendo gols na história. Só que isso aconteceu na década de 1930. O Bayern se aproximou do feito, mas ficou a 11 partidas de alcançar os sul-americanos.

Mais jogos seguidos marcando gols na história:
96 jogos - River Plate (1936-1939)
85 jogos - Bayern Munique (2020-2021)
82 jogos - São Paulo (1930-1933)
73 jogos - Santos (1961-1963)
73 jogos - Real Madrid (2016-2017)

Bayern era ‘implacável’, mas esbarrou no Mönchengladbach

Para se ter uma ideia do poderio ofensivo do Bayern de Munique, na temporada 2020/21, em que foi disputada parte da marca expressiva de 85 jogos seguidos balançando as redes, o clube bávaro foi soberano na Bundesliga: foram 99 gols marcados. Em todos os campeonatos disputados ao longo do ano, o Bayern atingiu 136 bolas na rede.

Esse número dimensiona o tamanho do time comandado por Lewandowski, Thomas Müller e outros jogadores de frente. Os 136 gols foram anotados em 48 jogos, o que dá uma média de 2,8 tentos a cada 90 minutos.

A sequência que poderia ultrapassar o River Plate 1936-1939 foi interrompida por um ‘apagão’ do Bayern em 27 de outubro deste ano. Irreconhecível, a equipe treinada por Julian Nagelsmann sofreu uma goleada por 5 a 0 do Borussia Mönchengladbach e foi eliminada na Copa da Alemanha.

Com uma defesa frágil e um ataque inoperante (como raramente se vê), o Bayern tinha apenas o desfalque de seu técnico no duelo, que estava afastado por contrair Covid-19. De resto, do paredão Neuer ao artilheiro Lewandowski, todos os titulares participaram do vexame.

Caso fizesse um golzinho sequer naquele confronto, o de honra, o Bayern já estaria a mais de 90 jogos indo às redes, uma vez que o ataque funcionou em todos os jogos após o fracasso na Copa.

Vale destacar que o Bayern não sofria uma goleada há mais de um ano, à época: antes dessa, em outubro de 2021, o clube tinha perdido para o Hoffenheim por 4 a 1, em setembro de 2020, pela Bundesliga.

Real Madrid de CR7 igualou feito de Santos de Pelé

O objetivo aqui não é comparar e apontar quem foi melhor, mas o Santos de Pelé e o Real Madrid de Cristiano Ronaldo têm um ponto em comum: ambos completaram 73 jogos seguidos fazendo ao menos um gol no adversário.

Outro ponto em comum é o sucesso esportivo das equipes: com Pelé no comando de um timaço, o Peixe foi bicampeão da Libertadores e mundial e marcou época no Brasil e na América do Sul – foi, por exemplo, o primeiro brasileiro a vencer a competição continental.

Já com Cristiano Ronaldo, Benzema, Modric, os brasileiros Marcelo e Casemiro e companhia, o Real foi tricampeão consecutivo da Champions League, competição que já havia vencido na temporada 2013/14. Na campanha do bicampeonato, entre 2016 e 2017, o Real foi imponente e conseguiu colocar o ataque para funcionar em 73 compromissos consecutivos.

Você encontra todos os jogos do Campeonato Alemão na Betway. Visite a nossa página Bundesliga bets e aproveite para fazer suas apostas.