Futebol Futebol

Crias do Terrão: conheça os cinco maiores jogadores vindos da base do Corinthians

27 May | news | BY Betway Insider | MIN READ TIME |
Crias do Terrão: conheça os cinco maiores jogadores vindos da base do Corinthians

Veja quais são os principais jogadores revelados pelo Timão no século XXI

As categorias de base do Corinthians são uma das mais vencedoras do Brasil. No torneio mais tradicional do futebol de base do país, a Copa São Paulo de Futebol Júnior – ou Copinha – é o maior vencedor, com larga distância para os concorrentes. Com o título conquistado em 2024, o Timãozinho, como é chamado o time júnior do clube, chegou a 11 conquistas, mais que o dobro que Fluminense e Internacional, as equipes que mais se aproximam, com cinco títulos cada.

Contudo, além de vencer, o principal objetivo de uma categoria de base forte é revelar jogadores que possam se tornar profissionais e, se tudo der certo, ajudar o time principal a conquistar taças.

O último vencedor do prêmio de melhor jogador da Copinha que atuava pelo Corinthians foi o meia Breno Bidon, que venceu o título em 2024. Na história recente, outro que também foi eleito craque da competição foi o meia Pedrinho, em 2017, quando também venceu o título do torneio. Entretanto, mesmo sem levarem o troféu de melhor jogador, outros grandes jogadores foram revelados pelo Timão e o seu lendário terrão do Parque São Jorge. Vamos relembrar alguns deles.

Principais revelações do Corinthians no século XXI

1 – Marquinhos

O zagueiro Marquinhos é um desses casos de sucesso de um jogador que é vencedor na base e consegue ter uma carreira de sucesso em seguida. Campeão da Copinha em 2012, o defensor subiu para o profissional no mesmo ano, fazendo parte do grupo que foi campeão da Libertadores naquele ano. Uma curiosidade inusitada é que a única camisa disponível para inscrever o atleta na competição continental era a 10, e com ela Marquinhos sagrou-se campeão da América com o clube.

Sem muitas chances no profissional, o zagueiro foi vendido para a Roma, da Itália, por 5 milhões de euros, valor considerado baixo para o potencial que apresentava o garoto. Logo se destacou na Itália chamando a atenção do gigante PSG, que desembolsou mais de 31 milhões de euros, se tornando o 10º zagueiro mais caro da história.

Hoje, Marquinhos é o jogador com mais jogos na história do PSG, capitão e ídolo no clube francês. Pela Seleção Brasileira, o defensor já disputou duas Copas do Mundo – 2018 e 2022 – e caminha para ser um dos principais nomes da convocação no próximo mundial.

2 – Willian

Assim como Marquinhos, o meia Willian teve pouco tempo para brilhar após subir ao elenco profissional do Corinthians. Promovido em 2006, o jogador fez 47 jogos no time principal e, com grande destaque, foi comprado pelos ucranianos do Shakhtar Donetsk em 2007, onde ganhou o título da Liga Europa de 2008/09 e se tornou ídolo.

Depois de uma curta passagem pelo Anzhi Makhachkala, da Rússia, Willian chegou ao Chelsea, da Inglaterra, onde teve o maior destaque da sua carreira, acumulando títulos pelos Blues e convocações para a Seleção Brasileira. Willian disputou as Copas de 2014 e 2018, além de ganhar a Copa América em 2019 pelo Brasil. Após o título, o jogador foi para o rival londrino, o Arsenal, onde ficou por uma temporada.

Em 2021, o meia acertou seu retorno ao Corinthians, seu clube de formação. Contudo, a volta que tinha a expectativa de ter um craque repatriado ao futebol brasileiro acabou sendo turbulenta e, em 2022, após ameaças dos torcedores, o jogador rescindiu o contrato e voltou à Inglaterra. Hoje, o meia atua pelo Fulham.

3 – Jô

O centroavante Jô estreou entre os profissionais com apenas 16 anos, no ano de 2003. Apenas 35 dias após a sua estreia, o atacante anotou seu primeiro gol, sendo o jogador mais jovem a balançar as redes pelo Timão. Nesta sua primeira passagem, fez parte do elenco que conquistou o tetracampeonato brasileiro em 2005.

Em 2006 se transferiu para o CSKA Moscou da Rússia. Teve passagens por Manchester City e Everton, da Inglaterra, e Galatasaray, da Turquia, antes de voltar ao seu país natal. Quando voltou, foi para o Internacional, onde não teve tanto sucesso e, em 2012, chegou ao Atlético Mineiro. No Galo foi artilheiro da primeira e única Libertadores da história do clube e se tornou ídolo ao lado de nomes como Ronaldinho Gaúcho, Bernard e Diego Tardelli.

Em seguida, Jô rodou por times de Arábia Saudita e da China, até que retornou ao clube que o revelou em 2017 para fincar de vez seu nome na história do Corinthians. O atacante foi o artilheiro e eleito o melhor jogador do Brasileirão daquele ano, vencido pelo Timão do técnico Carille. O jogador deixou o clube novamente em 2018 e retornou em 2020 para a sua terceira e última passagem. Hoje aposentado, Jô ficou marcado na história como uma cria do terrão que rendeu ótimos frutos no profissional.

4 – Fagner

Outro que também conseguiu ter tempo para deixar a sua marca no time profissional do Corinthians foi o lateral Fagner. O defensor estreou aos 17 anos, em 2006, e após somente sete jogos entre os profissionais, acabou vendido para o PSV, da Holanda.

Na Holanda não teve muito sucesso e retornou ao Brasil para defender o Vasco em 2009. Nesta passagem pelo Cruzmaltino ganhou destaque e, em 2012 foi para a Europa novamente, desta vez para o Wolfsburg, da Alemanha, onde ficou por apenas uma temporada. Retornou ao Vasco em 2013 e, no ano seguinte, se transferiu para o Corinthians, onde foi formado para suprir a lacuna deixada pelo lateral Alessandro.

Fagner permanece no Timão de 2014 até os dias de hoje e é um dos ídolos do clube. O lateral é o segundo jogador que mais atuou pelo clube no século XXI e acumula cinco títulos: Paulistas de 2017, 2018 e 2019 e Brasileiros de 2015 e 2017. Em seu auge, Fagner fez parte da equipe que foi defender o Brasil na Copa do Mundo de 2018.

5 – Malcom

Malcom estreou na equipe profissional em 2014, quando ainda tinha 17 anos. Na campanha do Brasileirão deste ano já mostrou seu talento e se tornou peça-chave para a equipe, No ano seguinte, consolidou a titularidade e ajudou o clube na conquista do hexacampeonato brasileiro.

Seu destaque atraiu o interesse de clubes europeus e, em 2016, foi vendido para o Bordeaux, da França. O atacante continuou brilhando em solo europeu e, em 2018, foi vendido para o Barcelona, da Espanha. No Barça conquistou o campeonato espanhol, mas logo se transferiu para o Zenit, da Rússia, onde assumiu o protagonismo e virou ídolo. Em 2023, foi negociado por 60 milhões de euros com o Al Hilal, da Arábia Saudita, tornando-se a maior venda da história do futebol russo.

Malcom acumula algumas convocações para a Seleção Brasileira e está marcado como o autor do gol que deu a medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 para o futebol brasileiro.

Mais revelações na história

O sucesso do Corinthians em revelar ótimos jogadores vem de longa data. Confira mais alguns dos principais nomes formados nas categorias de base do Timão.

●     Ronaldo Giovanelli – Estreou no profissional em 1988, sendo o segundo goleiro com mais jogos pelo clube

●     Viola – Subiu para os profissionais em 1988 e virou ídolo principalmente pelo seu desempenho em clássicos

●     Zé Elias – O Zé da Fiel estreou aos 16 anos, em 1993

●     Edu Gaspar – Fez sua estreia aos 19 anos, em 1998, e fez parte da campanha dos títulos do Brasileirão de 1998 e 1999, além do Mundial de 2000 e do Paulistão de 1999

●     Deco – O meia naturalizado português foi revelado pelo Timão em 1996, fazendo apenas dois jogos antes de se mudar para a Europa

●     Kleber – O lendário lateral esquerdo estreou em 1998 e fez parte de uma das épocas mais vitoriosas da história do Corinthians

●     Dinei – O atacante estreou em 1990, aos 20 anos, e poucos jogos após a estreia já ergueu o histórico Brasileirão de 90

●     Guilherme Arana – O lateral fez sua estreia pelo Athletico Paranaense, onde estava emprestado, mas após três jogos pelo Furacão, retornou e ajudou o time a conquistar o Brasileirão de 2015

●     Éverton Ribeiro – Subiu ao profissional em 2007 e é até os dias de hoje um dos principais jogadores do futebol brasileiro

A Betway é o lugar certo para quem sabe tudo de futebol. Acesse nosso site e saiba mais sobre futebol bets.

TAGS
Betway Insider

Betway Insider

The Insider is an editorial blog for Betway, one of the best betting sites, featuring sporting insight, intelligent comment and informed betting tips for football betting and all other major sports.

Betway Insider

Betway Insider

The Insider is an editorial blog for Betway, one of the best betting sites, featuring sporting insight, intelligent comment and informed betting tips for football betting and all other major sports.