Em partidas competitivas de LoL (League of Legends) é muito comum, principalmente em elos mais baixos, a execução de dives. O ato é basicamente atacar o campeão inimigo debaixo da própria torre dele, porém, para isso, é preciso entender quais são as melhores situações para preparar um dive que tenha as menores chances de dar errado. Afinal, é fácil entender a complexidade do feito ao acompanhar competições profissionais de esportes eletrônicos (eSports).

Alguns pro players de LoL conseguem fazer dives incríveis, que acabam garantindo uma vantagem considerável no andamento do game. Se for feito no early game - começo do jogo -, é capaz de garantir uma vantagem que pode praticamente vencer uma partida. 

Um dive assertivo na top lane, por exemplo, pode resultar uma dominância na rota superior, permitindo que seu top consiga garantir mais farm - dinheiro - e até mesmo transitar pelo mapa. Isso pode significar ganks na rota do meio para ajudar o mid, auxílio ao jungler em objetivos, tais como o Arauto do Vale e até mesmo troca de rota com a bot lane, ou, então, suporte na hora de fazer objetivos, tais como os dragões do jogo.

É importante lembrar que se o dive der um abate para o time inimigo, todo este cenário pode virar contra o seu time e aí será necessário manter a calma e ser muito mais cauteloso durante as jogadas individuais e em time. Para evitar esse tipo de situação, a nossa equipe de Betway separou dicas infalíveis para não errar. Confira:

Faça uma análise da partida

Nem sempre dar um dive é uma opção. É essencial entender que existem alguns campeões que facilitam o processo de avançar debaixo da torre inimiga. Por exemplo, é muito importante que o seu campeão ou ao menos o seu jungler possua uma habilidade que seja capaz de stunar - imobilizar - o inimigo. Outro ponto que facilita também é contar com skills que você não precise acertar, tornando o dive um pouco mais fácil de ser executado. Caso você esteja jogando de Renekton e tenha a Elise como jungler, saiba que é uma comp mais tranquila para divar.

Outra coisa que você tem que se atentar, é na comp do time inimigo e tentar entender como eles poderiam responder com essa troca, afinal, assim é possível se preparar melhor caso algo dê errado ou o outro time seja unido e se ajude em jogadas.

Controle na fase de rotas

Pode até parecer besteira, mas a forma que você farma na sua rota e como você se comporta com os minions inimigos pode refletir no resultado do dive. Calma, a gente explica! Se você conseguir freezar a sua lane e retirar recursos de farm do seu inimigo, você não está apenas negando dinheiro para ele, mas, também, negando experiência.

A partir do momento que você conseguir farmar tranquilamente e impedir que seu adversário ganhe experiência e avance de nível, o dive se torna mais fácil. Por exemplo, caso você esteja nível seis e claramente tenha negado experiência para o top inimigo, na hora do dive você pode contar que terá uma habilidade a mais, ou seja, você terá ultimate e o seu inimigo não, tornando a troca muito mais injusta para a outra equipe e te garantindo mais chances para obter sucesso na troca.

Recursos e comunicação em dia

Uma coisa que também pode parecer muito simples mas que faz total diferença na hora de invadir a torre inimiga, é se certificar que você está com todas habilidades e recursos disponíveis para serem utilizadas. Isso significa que todas suas skills devem estar livres para serem ativadas, que sua mana e vida estejam completas e, claro, que seu flash também esteja pronto para ser usado.

É essencial você utilizar seu flash durante o processo de dive, afinal, as torres possuem um dano progressivo. Então, pode até ser que você mate o top inimigo e ainda esteja com uma vida considerável, porém, só de estar debaixo da torre, o dano com certeza irá aumentar e você poderá morrer, dando um abate gratuito para o time oposto e acabando com toda vantagem que acabou de garantir.

Além disso, é extremamente necessário que você se comunique de forma assertiva com o seu jungler. Ele precisa saber a hora certa de ir com você e vocês precisam combinar quem irá tomar o dano de início. Caso o dive não seja coordenado, a situação tem grandes chances de dar errado.

Dando um dive na prática

Agora que você já sabe todas as dicas básicas, é hora de entender como tudo funciona na prática. Tenha certeza que o combo com seu jungler oferece cc e muito dano para realizar um dive assertivo e sempre tenha uma wave controlada, porém, com pressão de lane para conseguir tirar experiência do seu inimigo, permanecer na vantagem e fazer os seus minions tomarem dano por você na hora de avançar.

É importante também se atentar ao mapa, se comunicar com seu jungler e sempre manter visão dos outros campeões para que você consiga encontrar a melhor hora para realizar o dive; não correndo perigo de sofrer um gank do jungler inimigo na mesma hora ou, então, que outros campeões do outro time apareçam e acabem com sua vantagem.

Além disso, lembre-se do grande dano que as torres causam aos campeões e que o dano funciona de forma progressiva, ou seja, vai aumentando a cada ataque. Sabendo que o dano pode ser muito alto, priorize utilizar o flash para evitar sua morte e utilize cura caso consiga. Pode ser pouca cura, mas esse pouco pode garantir que você saia vivo do dive por pouco.

Lembre-se de afiar suas habilidades no LoL para vencer cada vez mais. Aproveite seu conhecimento e acesse nossa página para fazer as suas apostas no LoL.