O grande segredo para ganhar as apostas no prêmio de MVP da NBA não é tão secreto. Vindo de alguém que costumava votar nestes prêmios, o único segredo aqui é determinar o que "valioso" significa para a maioria dos jurados. Você só precisa entender isso para estar no caminho certo. O nosso prognóstico estará logo abaixo, mas você pode ver outros palpites da NBA no Betway Insider.

O prêmio de MVP não é dado ao melhor jogador da NBA. Ele é dado ao jogador que foi mais valioso para sua equipe, e isso é uma distinção importante. Porque se a votação na pós-temporada não virar um concurso de popularidade (como às vezes acontece), o vencedor deste prêmio terá conseguido superar as expectativas individuais em um time que superou suas expectativas durante a temporada regular. A cada ano, há uma qualidade que é mais importante do que todas as outras. Na última temporada, quando Nikola Jokic de Denver ganhou, foi a durabilidade.

Nesta temporada, haverá algo que diferenciará o vencedor dos demais jogadores, mas qual será essa qualidade é o que precisamos descobrir.

Se o Brooklyn Nets ou os Los Angeles Lakers estão flertando com 70 vitórias, esse total de triunfos pode ser o fator determinante (para James Harden, Kevin Durant, LeBron James ou Anthony Davis). Se o Phoenix Suns, o Miami Heat ou o Utah Jazz se tornarem os primeiros colocados em suas respectivas conferências, isso poderia se traduzir em votos para Devin Booker, Chris Paul, Jimmy Butler ou Donovan Mitchell. Os jurados adoram os vencedores.

Se o Chicago Bulls, o New York Knicks ou o Golden State Warriors estiverem no topo da classificação da conferência em abril, isso será uma vantagem para as candidaturas de Zack LaVine, Julius Randle e/ou Steph Curry. Se Karl-Anthony Towns for negociado com um rival, você não o verá listado com odds de 81.0 como está hoje.

Portanto, tenha em mente todas essas possibilidades quando fizer suas apostas de longo prazo para a próxima temporada. Sim, Luka Doncic (5.50) é um favorito digno e pode até ser considerado o melhor jogador da NBA quando tudo estiver resolvido em junho. Mas Doncic, Kevin Durant (8.0), Joel Embiid e Steph Curry (9.0) e Giannis Antetokounmpo (8.0) são os outros competidores cujas probabilidades são menores que 10.0, e é difícil descartar qualquer um deles.

Durant está saindo de uma olimpíada espetacular na qual ganhou uma medalha de ouro pelos EUA praticamente sozinho, Embiid foi o vice-campeão na temporada passada e está atualmente vendo a situação de Ben Simmons, Curry tem seu companheiro de volta em Klay Thompson e poderia estar pronto para liderar o ressurgimento de seu time, e Antetokounmpo é o MVP das finais, cujo time Milwaukee Bucks não está recebendo o nível de respeito normalmente oferecido ao atual campeão.

Damian Lillard (13.0) e Jokic (15.0) e James (12.0) compõem o segundo escalão de concorrentes, sendo Lillard o único entre eles que poderia ser considerado "atrasado". Seu Portland Trail Blazers, apenas dois anos longe das finais da Conferência Oeste, precisariam vencer o Leste para que Lillard conseguisse a consideração geral, enquanto Jokic e James provavelmente precisariam que suas equipes terminassem em primeiro lugar no Oeste para ter chances.

Sentados com chances de pré-temporada de 15.0 estão Harden dos Nets, Trae Young do Atlanta Hawks (17.0), Kawhi Leonard dos Clippers (51.0), Davis (29.0) e Russell Westbrook (26.0) dos Lakers e Booker (23.0) dos Suns.

Confira a análise completa dos principais candidatos a MVP e nossas dicas de apostas mais valiosas. Se interessou? Clique nas odds ao lado do nome para poder fazer sua aposta.

Doncic : A não ser que Westbrook o ultrapasse, ele deve liderar a liga em triplos duplos para o time do Dallas que terá um novo treinador. Acreditamos que ele precisará fazer a média de um Triplo Duplo por partida e terminar em primeiro para receber o prêmio.

Durant : Definitivamente o melhor jogador da NBA neste momento, ele só receberá este prêmio se superar com folga o colega de equipe Harden, que é o favorito para liderar a liga em assistências e será precisará marcar mais pontos do que o esperado enquanto Kyrie Irving não for vacinado.

Embiid : Reagiu favoravelmente ao estilo de treino de Doc Rivers e teria ganho o prêmio se ele tivesse permanecido saudável durante toda a temporada. O inesperado retorno de Simmons aos Sixers na segunda-feira à noite joga uma chave inglesa na equação, mas você pode apostar seu último dólar de que os Sixers já estavam esquematizando para jogar 100% através do Embiid na fase ofensiva.

Curry/Antetokounmpo : Seguro assumir que ambos teriam que terminar em primeiro lugar em suas respectivas conferências para serem seriamente considerados. Curry pode ajudar a si mesmo se ultrapassar a média de 32,0 pontos por jogo da última temporada.

Jokic/James : O Joker teria que se tornar o primeiro vencedor em sequência do prêmio desde Giannis há dois anos atrás, o que não é impossível se os outros competidores se machucarem, como aconteceu no último ano. James nunca está fora de consideração, apesar de não ter ganho este prêmio desde 2012-13. Ele estava se aproximando de Giannis quando a pandemia chegou há duas temporadas, você deve se lembrar.

Young/Harden : Young tornou-se um grande vilão na pós-temporada do ano passado, quando Atlanta eliminou os Knicks e o Philadelphia, mas chegar no nível de MVP pode ser um pouco mais de um jogador que recebe muita ajuda de seus companheiros de equipe. Quanto a Harden, dividir a votação com Durant será sempre um fator. Suas chances estão amarradas com a campanha dos Nets.

Leonard/Davis/Booker/Westbrook : Kawhi está machucado e nem deveria ter chances; Davis é sempre uma ameaça para ganhar o MVP se ele puder permanecer saudável; Booker precisa de duas coisas: Que os Suns terminem em primeiro, e que ele mesmo seja melhor do que Chris Paul; Westbrook é uma escolha intrigante. Ele estava fazendo uma média de Triplos Duplos na reta final com o Washington na última temporada.

Mitchell/Paul George/Jayson Tatum : Mitchell terminou em primeiro lugar no Leste na última temporada, mas os companheiros Rudy Gobert (Jogador Defensivo do Ano) e Jordan Clarkson (Sexto Homem) ficaram com os prêmios. Ele precisa ser o nº 1 novamente, e o mesmo provavelmente vale para George, que deverá carregar os Clippers ofensivamente enquanto Leonard se recupera de lesão no joelho. Tatum certamente tem talento para levar o MVP. Mas será que seus Celtics podem superar as expectativas junto com ele? Ele é a melhor opção deste grupo.

Zion Williamson : Ele está recuperando de um pé quebrado. Sua equipe era melhor na última temporada. Altamente improvável.

Ja Morant : Se ele jogar em um time que receba atenção, ele poderia ser um azarão. Mas os Grizzlies vão ter que ter um desempenho absurdamente bom para que Morant possa até mesmo entrar na discussão. Mas se a média de pontuação sair de 19,1 para algo nos 27 ou 28 pontos por jogo, nunca se sabe.

Jimmy Butler : Azarão digno de nota. Este pode ser o melhor jogador de toda a Conferência Leste, e o Heat vai ser muito bom ao conseguir de volta a maior parte do mesmo elenco que chegou às finais da NBA dois anos atrás. Em meio a toda a agitação sobre os Nets e os Bucks, esses caras estão voando abaixo do radar. E se eles superarem o desempenho, será por causa do Butler em primeiro lugar, embora Erik Spoelstra possa receber o crédito na votação de treinador do ano.

Bradley Beal/Irving : Beal provavelmente precisaria ser trocado por um concorrente ao título para ganhar este prêmio, e Irving teria que mudar tudo para ter chance de prêmoi. Economize seu dinheiro.

Domantas Sabonis/Julius Randle : Este é um caso a ser feito para que estes dois caras sejam dignos apostas com esses preços. Sabonis é a máquina de triplos-duplos que ninguém nunca ouve falar, e está sendo treinado nesta temporada por Rick Carlisle, que gosta de alimentar seu cestinha. Randle deveria ter estado nesta discussão em vez de ser o jogador que mais evoluiu há um ano, e se os Knicks são um time com mais de 60 vitórias, ele estará na discussão este ano, assumindo que a melhoria não é diretamente relacionada a Kemba Walker.

Chris Paul/Zach LaVine : Paul teria que bater o Senhor Tempo como na temporada passada; LaVine tem um elenco de qualidade ao seu redor e não deve ser descartado. Sua média de pontos por jogo precisaria ser de 27 a 30, o que é possível.

Towns : A menos que ele seja negociado, de jeito nenhum. Mas se ele for negociado (novo proprietário não quer se livrar dele), ele entrará imediatamente na conversa. Melhor jogador que ninguém jamais viu jogar.

Bam Adebayo : Sem chance. Seu teto é All-Star.

Jaylen Brown : Veja Adebayo, Bam.

Anthony Edwards, Pascal Siakam, Khris Middleton, LaMelo Ball : As equipes de Edwards e Siakam não são suficientemente boas, Middleton é a encarnação de um segundo homem, enquanto Ball tem uma chance se os Hornets conseguirem vencer o Leste, o que não é provável. O único jogador com chances maiores do que 150.0 que vale a pena mencionar é Walker (201.0) dos Knicks. Se Randle se machucar e os Knicks forem seriamente bons, ele será o motivo.

Quem será o melhor jogador da NBA em 2022? Apostas abertas nas bets na NBA.