Futebol Futebol

10 curiosidades sobre o draft da NBA

16 Jun | BY Betway Insider | MIN READ TIME |
10 curiosidades sobre o draft da NBA

Veja 10 fatos curiosos sobre o draft da NBA e algumas histórias engraçadas envolvendo os principais jogadores da história

O draft da NBA é um dos eventos de seleção de novos atletas mais tradicionais das ligas dos Estados Unidos. O sistema de recrutamento no melhor basquete do mundo acontece desde 1947, passou por atualizações, hoje possui regras bem definidas e conta até com sorteio em loteria oficial para decidir quem escolhe primeiro – entenda como funciona o draft.

A NBA, que é a segunda liga esportiva mais rica do mundo, possui alguns mecanismos para que os times não percam os jogos deliberadamente para ter vantagem no draft seguinte. No modelo atual, os três piores times chegam ao sorteio com mais probabilidades de serem escolhidos primeiro.

Acontece que a má campanha não garante necessariamente a #1 a uma franquia, e atualmente nem se fala mais em perder para se garantir no draft – essa brecha foi excluída em 1984, com a inserção da loteria e sorteio oficial; antes disso, os ‘lanternas’ de cada conferência da NBA disputavam no cara ou coroa quem teria a primeira escolha geral no draft.

Como existe há 75 anos, desde quando a NBA foi criada e começou a consagrar lendas do basquete, o draft carrega curiosidades e histórias engraçadas a respeito dos grandes nomes da modalidade.

Confira, abaixo, alguns fatos curiosos sobre o evento.

1 – Em 75 anos de NBA, ainda existem algumas franquias que nunca sentiram o gostinho de ter a primeira escolha geral no draft: Denver Nuggets, Indiana Pacers, Memphis Grizzlies, Miami Heat, Oklahoma City Thunder e Utah Jazz. O Phoenix Suns se juntava ao grupo até 2018, quando teve a oportunidade de selecionar Deandre Ayton –confira qual foi a primeira escolha dos últimos 10 anos.

2 – Em 1974, o gerente geral do Atlanta Hawks deixou todo mundo confuso. Pat Williams anunciou que a 10ª escolha, destinada à franquia em que gerenciava, seria selecionando James Williams. Ele foi questionado sobre quem era tal atleta, e respondeu: “Hospital Piemonte, em Atlanta; ele tem 19,5 polegadas [49,5 centímetros] de altura e 7,5 libras [3,4 kg]”. O manager havia acabado de convocar o próprio filho, que nasceu no próprio dia do draft. O comissário da NBA ficou alguns segundos em silêncio antes de entrar na brincadeira: “Escolha não permitida”.

3 – Outra seleção ‘anulada’ aconteceu em 1969. Na ocasião, o San Francisco Warriors escolheu diretamente do College a jogadora Denise Long, que tinha uma média de 68,2 pontos por jogo no ano anterior do ensino médio. A franquia, obviamente, teve o pedido negado, uma vez que não era possível selecionar mulheres.

4 – Carl Lewis foi escolhido na 10ª rodada do draft de 1984, pelo Chicago Bulls. Isso aconteceu um mês antes de o atleta conquistar quatro medalhas de ouro nas Olimpíadas de Los Angeles. O astro do atletismo nunca jogou basquete, apesar do prestígio na NBA. O curioso é que o mesmo episódio aconteceu na NFL, sem que Lewis nunca tivesse se desenvolvido no futebol americano.

5 – O draft de 2001 foi o primeiro a ter um jogador não-universitário em primeiro lugar. Isso aconteceu em cinco dos seis drafts de 2001 a 2006, quando era liberado para recrutar os sucessos vindos diretamente do College.

6 – Willis Reed é a única escolha de segunda rodada do draft da NBA a ganhar um prêmio de MVP (‘Most Valuable Player’, que significa Jogador Mais Valioso) – entenda como é feita a eleição do melhor da temporada.

7 – Outro registro de segunda rodada aconteceu com Dennis Rodman. O astro, que marcou época ao lado de Michael Jordan e Scottie Pippen no Chicago Bulls, é o único jogador do segundo turno da ‘era Magic/Bird’ a entrar no Hall da Fama.

8 – O draft de 1968 foi peculiar: ele teve 21 rodadas. Cada time escolheu até a 10ª rodada, até que as franquias começaram a desistir. Os Bulls, então, usaram a última escolha (nº 214) na rodada 21. Apenas nove jogadores escolhidos após a 8ª rodada acabaram jogando na NBA, de fato.

9 – Uma posição que ninguém lembra é o sexto homem escolhido no draft da NBA. Ele não está entre os cinco de maior destaque, e por isso dificilmente é lembrado. Alguns exemplos de 6ª escolha são: Stacey King, Felton Spencer, Tom Gugliotta, Calbert Cheaney, Bryant Reeves, Ron Mercer, Robert Traylor, Wally Szczerbiak, Dajuan Wagner e Ekpe Udoh.

10 – Em 1998, Donald Sterling, do Los Angeles Clippers, ofereceu ao Chicago Bulls uma combinação de cinco jogadores quaisquer e as duas escolhas de draft da primeira rodada que o time tinha em troca de Michael Jordan. A resposta foi não, e os Clippers nunca tiveram a oportunidade de contar com um dos maiores jogadores de todos os tempos.

Todos os jogos do melhor basquete do mundo estão disponíveis no site da Betway. Visite NBA bets e faça suas apostas.

TAGS
Betway Insider

Betway Insider

The Insider is an editorial blog for Betway, one of the best betting sites, featuring sporting insight, intelligent comment and informed betting tips for football betting and all other major sports.

Betway Insider

Betway Insider

The Insider is an editorial blog for Betway, one of the best betting sites, featuring sporting insight, intelligent comment and informed betting tips for football betting and all other major sports.