Com os palpites para a NFL de Jack Green abaixo, você já está pronto para visitar a nossa página de prognósticos e fazer suas apostas na NFL

Jacksonville Jaguars (-3) x Houston Texans 5/6

Os Jaguars estrearam na última temporada com uma vitória, a única nos 16 jogos disputados pelo time de Jacksonville. O fato de serem favoritos nesta Semana 1 da NFL 20/21 diz muito sobre a atual situação do seu adversário, o Houston Texans. 

A franquia texana não tem grandes aspirações na temporada, tanto que trocaram seu cornerback titular, Bradley Roby, com o New Orleans Saints no início desta semana. A troca faz parte de uma série de cortes de custos promovidos por Houston. Com Tyrod Taylor na posição de quarterback e um elenco com poucos talentos, a temporada regular do Texans deve ser complicada, ficando com uma média de vitórias abaixo de 4.5.

Já os Jaguars, colocarão em campo um elenco reformulado, liderado por Trevor Lawrence, escolha número um do último Draft.

O quarterback de Clemson, inclusive, deve causar um impacto imediato no ataque da franquia, que já conta com boas armas ofensivas, como os receivers Marvin Jones, Laviska Shenault e DJ Chark, sem falar do running back James Robinson. 

Washington Football Team (+1) x Los Angeles Chargers 20/23

Ambos os times terminaram a temporada regular passada com a mesma campanha de 7 vitórias e 9 derrotas. Ainda assim, Washington conseguiu beliscar uma vaga nos playoffs com o melhor desempenho da divisão, na fraca NFC East. 

Apesar do início ruim em 2020, a franquia da capital norte-americana viu seu desempenho melhorar ao longo do ano e garantiu cinco vitórias nos últimos sete jogos da temporada regular, antes de enfrentarem o Tampa Bay Buccaneers, de Tom Brady, nos playoffs. 

Com uma das melhores defesas da liga e com a chegada do quarterback Ryan Fitzpatrick, Washington é um time jovem que parece estar pronto para alçar voos maiores nesta temporada e uma estreia em casa contra os Chargers parece ser um bom ponto de partida. 

Los Angeles teve uma campanha fraca jogando fora de casa na temporada passada, conquistando apenas três vitórias em oito jogos. Além disso, para esta Semana 1, o time pode contar com a baixa de sua principal estrela, o running back Austin Ekeler, após uma lesão no músculo posterior da coxa. 

Kansas City Chiefs (-5.5) x Cleveland Browns 10/11

Esses dois times disputaram o Divisional Round nos playoffs da temporada passada, terminando com uma vitória dos Chiefs por 22 a 17. Apesar do resultado final apertado, o jogo esteve a maior parte do tempo sob o controle do Kansas City, que chegou a abrir 19 a 3 ao fim do primeiro tempo e 22 a 10 ao final do terceiro quarto. 

Apesar da derrota no Super Bowl, os Chiefs seguem como uma das principais franquias na disputa pelo título nesta temporada. Isso se dá porque a linha ofensiva foi reformulada após seu fraco desempenho na proteção de Patrick Mahomes. 

Por sua vez, os Browns podem facilmente chegar aos playoffs novamente neste ano, mas encarar logo de início um Arrowhead Stadium lotado na Semana 1 é um grande desafio para o time de Cleveland. 

Apesar da linha defensiva sólida, a franquia do centro-oeste americano teve um desempenho bem abaixo contra passes na última temporada e terá pela frente um dos melhores times de todos os tempos neste fundamento. 

Green Bay Packers (-3.5) x New Orleans Saints 20/21

Devido aos problemas causados pelo Furacão Ida, a partida entre Packers e Saints será disputada em Jacksonville, o que pode ser considerado quase como um jogo em casa para o time de New Orleans. 

Mas mesmo se fosse disputada na Louisiana, esta seria uma estreia dura para o Saints contra um Green Bay, que conquistou 13 vitórias na temporada regular passada e quase foi ao Super Bowl.

Os cabeças de queijo lideraram a NFL em pontos marcados na última temporada e ainda contam com sua principal estrela e futuro Hall da Fama, Aaron Rodgers, como quarterback, após ele desistir do seu pedido para ser trocado nesta offseason. 

Para substituir Drew Brees após sua aposentadoria, os Saints terão Jameis Winston liderando o ataque da franquia. A questão agora é o quanto isso afetará o desempenho do time, ainda mais com os desfalques do receiver Michael Thomas e do tight end Adam Trautman, ambos titulares e com lesões complicadas que comprometerão boa parte da temporada.