Nem UFC, nem boxe, nem qualquer outro tipo conhecido de luta e tradicional dentro de um ringue, octógono ou em uma plataforma apropriada para um combate. A matéria em questão é reservada para apresentar uma nova modalidade dentro deste universo: a guerra de travesseiros virou um campeonato oficial, com atletas profissionais e premiações.

Trata-se do Pillow Fight Championship, torneio oficial de luta de travesseiros que agita a internet a cada evento realizado. O campeonato chama a atenção pelo fato de proporcionar uma disputa séria com um objeto que geralmente é usado para ‘guerras’ na infância. Pois bem: há atletas profissionais no PFC, público, ringue e até premiação para os vencedores.

“Os lutadores não gostam de se machucar, e tem muita gente que não quer ver o sangue. Eles querem ver uma boa competição, eles só não querem ver a violência”, afirma Steve Williams, CEO do Pillow Fight Championship.

De acordo com a apresentação no site oficial do torneio, o PFC “começou com a ideia de desenvolver um esporte de luta real que atrairia um público familiar pelo mundo”, combinando a utilização do travesseiro a lutadores de MMA e boxeadores experientes e regras rígidas. “O PFC não é apenas uma luta de travesseiros, é também puro entretenimento e diversão”, afirma o site do campeonato norte-americano.

“O PFC evoluiu rapidamente por ter uma vitrine [travesseiro], além de toda a força, resistência e habilidades estratégicas de outros esportes de combate mais brutais. Mas com muita diversão [veja no vídeo a seguir]. PFC é toda a emoção de uma luta corpo a corpo sem sangue, com muito mais ação”, complementa a apresentação oficial do PFC.

 

Luta oficial de travesseiros teve início janeiro em 2022

Não faz muito tempo que a guerra de travesseiros se tornou oficialmente um esporte. O primeiro evento do Pillow Fight Championship aconteceu em 29 de janeiro de 2022. Lutadores profissionais entraram no ringue em uma arena na Flórida, nos Estados Unidos, e agitaram o público (e a internet) por tornar oficial uma brincadeira entre crianças. Atualmente, a conta oficial do torneio já passa de 80 mil seguidores no Instagram.

Como funciona a luta no Pillow Fight Championship?

Em vez de luvas, os atletas sobem ao local de combate com um travesseiro. Como só é permitido atingir o adversário com o objeto, o uso de luvas não é necessário. A ideia da organização, divulgada no próprio site do torneio, é oferecer um embate mais leve, sem sangue e com menos violência. Com isso, o objetivo é atrair um público diferente do UFC e do boxe (saiba quais são os 10 maiores boxeadores de todos os tempos).

“É ótimo ver um esporte de combate que não acaba com sangue por toda a tela. Isso é entretenimento para toda a família”, afirmou um fã, após acompanhar um fim de semana de disputas.

Embora tenha características diferentes dos principais eventos de luta do mundo, o PFC estabelece como regra que todos os participantes da competição sejam lutadores credenciados no boxe ou no MMA – entenda como funciona a remuneração no UFC. Eles precisam substituir a trocação dura, com socos e chutes, por arremessos com o travesseiro. É necessário, portanto, ter bom reflexo para fugir da investida dos rivais e acertá-los num contragolpe.

“Uma vez que você é atingido com esse travesseiro, é guerra”, afirmou a lutadora Meriah Hall, que teve a experiência de subir ao ringue com o seu travesseiro.

“Nem todo mundo já jogou futebol, futebol americano, basquete ou beisebol, mas todo mundo já teve uma guerra de travesseiros”, pontuou um espectador do evento, ao próprio site do PFC.

Brasileira foi a primeira campeã do PFC

A primeira mulher a se sagrar campeã do PFC foi a brasileira Istela Nunes, vinculada ao UFC. A lutadora de MMA de 29 anos foi premiada com um cinturão (veja abaixo) e 5 mil dólares pela conquista histórica –a primeira do campeonato. “Travesseiros Istela, bota você pra dormir”, escreveu a brasileira após o triunfo.

 

Já entre os homens, o vencedor foi o americano Hauley Tillman. De acordo com balanço feito pela BBC, 16 atletas participaram da categoria masculina, enquanto oito mulheres foram ao combate na estreia da competição, em janeiro deste ano.

Agenda prevê eventos em maio, junho e julho

O Pillow Fight Championship estreou oficialmente em janeiro deste ano. De lá para cá, a organização agenda eventos pelos Estados Unidos para apresentar a nova modalidade e torná-la popular entre os fãs de luta.

Depois de um fim de semana em Boca Raton, na Flórida, Miami receberá o PFC em duas oportunidades: primeiro em 28 de maio, depois em 4 de junho, no Miami Fitness Expo. A agenda de julho está confirmada com uma competição em Orlando.

As principais lutas de MMA estão disponíveis no site da Betway. Visite a nossa página UFC bets e faça as suas apostas.