O Campeonato Paulista de futebol ostenta a marca de ser o torneio mais antigo do Brasil, um país que respira o esporte e é notoriamente conhecido como um dos que mais contribuem para a modalidade mais popular do mundo. O Paulistão, que é realizado ininterruptamente desde 1902, é gerido pela Federação Paulista de Futebol (FPF) desde 1941 e tem uma trajetória riquíssima em 120 anos de história.

A organização do campeonato, logo no início do século XX, quando a modalidade ainda engatinhava na Inglaterra, mexeu com a cidade de São Paulo e foi o pontapé inicial de um futebol que se tornaria profissional e se espalharia por todos os cantos do país. Ícone da modalidade no Brasil e no mundo, Charles Miller foi o responsável pela execução do torneio de 1902.

Os primeiros jogos do Paulistão só aconteceram por conta de Charles Miller, que posteriormente ganharia uma homenagem: a praça da entrada principal do Estádio do Pacaembu, na capital, leva o nome do “pai” do futebol e do rúgbi no Brasil. O esportista do início do século XX trouxe as duas tendências ao país depois de viajar à Inglaterra, e viu o esporte da bola redonda rapidamente ganhar popularidade.

Essa é uma das diversas curiosidades que estão ligadas ao Campeonato Paulista. A seguir, veja qual foi o primeiro jogo do Estadual, qual equipe ficou com o título na primeira edição e outras marcas interessantes do Paulistão.

Campeonato Paulista

Primeiro jogo

É impossível falar da profissionalização do futebol brasileiro sem citar o Campeonato Paulista. O estadual mais badalado e rico do país, que paga prêmio milionário ao campeão a cada edição, simplesmente foi palco para a primeira partida oficial do Brasil.

A primeira partida da história do Campeonato Paulista aconteceu em 1902, na edição inaugural do Paulistão, e está, portanto, no registro como o primeiro jogo oficial do futebol nacional. O duelo foi disputado entre Mackenzie e Germânia, equipes que hoje estão fora do cenário na modalidade, e acabou vencido por 2 a 1 pelo time mackenzista. O Parque Antártica, estádio do Palmeiras que foi demolido e deu espaço para o Allianz Parque, recebeu o confronto histórico.

Primeiro campeão

Germânia, Internacional, Mackenzie, Paulistano e São Paulo Athletic foram as equipes que participaram da primeira edição do Paulistão, em 1902. Todas são agremiações da capital paulista, e o São Paulo Athletic de Charles Miller foi o campeão.

Atualmente, o futebol foi desativado no clube, conhecido por SPA, que possui uma das principais equipes de rúgbi do Brasil.

Primeiro artilheiro

Responsável por trazer o futebol para o Brasil após uma visita à Inglaterra, Charles Miller foi o destaque da primeira edição do Campeonato Paulista. O “pai” do futebol no país anotou 10 gols em nove partidas e foi o artilheiro. Dois tentos foram registrados no ‘jogo desempate’, uma espécie de final, contra o Paulista. O São Paulo Athletic (SPA) venceu por 2 a 1, e a ‘decisão’ só ocorreu porque os times empataram na classificação geral – ambos com 12 pontos cada.

Artilheiro com o maior número de gols em uma edição

Grandes goleadores deixaram suas marcas nos primeiros anos de Campeonato Paulista. Arthur Friedenreich foi o artilheiro de diversas edições, passando de 30 gols em um único campeonato. Depois vieram Teleco (Corinthians), Humberto Tozzi (Palmeiras) e outros, mais recentemente, como Neymar. Mas o reinado absoluto deste recorde é de Pelé.

O Rei do Futebol foi nove vezes seguidas artilheiro do Campeonato Paulista, com um recorde impressionante na edição de 1958: Pelé balançou as redes 58 vezes e é disparado o artilheiro com mais gols em uma edição do estadual.

Maior público da história

O maior público de uma partida do Campeonato Paulista aconteceu no ano de 1977. Na ocasião, o Corinthians sofria com um jejum de 23 anos sem título e, na decisão contra a Ponte Preta, a torcida bateu recorde.

Depois de abrir a final com uma vitória por 1 a 0, o Timão estava a uma vitória de acabar com a ‘fila’. No total, 146.082 torcedores (138.032 pagantes) acompanharam a segunda partida da série de três realizada no Morumbi. Como a Ponte venceu por 2 a 1, houve um novo duelo, aí sim vencido (1 a 0) pela equipe da capital, que ficou com o título.

Maior campeão paulista

O Corinthians é o maior campeão paulista da história. São 30 troféus da equipe do Parque São Jorge, que ainda amarga mais 21 vice-campeonatos. O Palmeiras tem a segunda colocação, com 23 taças, com São Paulo e Santos empatados, vindo na sequência (22 títulos).

Melhor ataque em uma edição na história

Alguns times ficaram na história do Campeonato Paulista. Um deles é o Palmeiras campeão de 1996. Naquela edição, o Verdão, que era treinado por Vanderlei Luxemburgo, ‘jogava por música’. Foram incríveis 102 gols e uma campanha soberana no estadual, que à época era disputado por pontos corridos.

Em 30 jogos, o Palmeiras teve 27 triunfos, dois empates e apenas uma derrota. O desempenho rendeu um aproveitamento de 92% e uma média de 3.4 gols por partida.

O Campeonato Paulista está valendo. Quem vencerá a edição de 2022? Visite a nossa página futebol bets e faça suas apostas.