Todo torcedor gosta de ostentar a camisa do time de coração. Nas ruas, nos shoppings, nos bares, em qualquer lugar é possível ver alguém vestindo um uniforme. No Brasil, nos últimos anos, também fazem sucesso as camisas de times estrangeiros, principalmente os europeus, seja pela história do clube, seja por ter algum craque brilhando no momento. Fato é que o calendário de jogos do Velho Continente faz parte dos canais nacionais.

Nem todos os torcedores, porém, têm condições de comprar uma camisa oficial. O brasileiro que quer adquirir um uniforme original de algum time europeu deve desembolsar por volta de R$ 250 a R$ 300 em uma loja de material esportivo. Por esse motivo, o mercado de camisas piratas ganha força.

Um levantamento do Fórum Nacional contra a Pirataria e Ilegalidade (FNCP) mostrou que de 10 camisas vendidas por aqui, quatro são piratas. Em 2020, segundo o Fórum, as equipes perderam mais de R$ 2 bilhões para esse mercado 'informal'.

"Evidente que nosso potencial de arrecadação com clubes é muito grande. Estamos falando de uma evasão de 40% a 50% de produtos falsos, que, portanto, que não geram arrecadação para os clubes", explicou Edson Vismona, presidente do FNCP, ao UOL Esporte. "Há um potencial enorme de crescimento, de financiamento dos clubes via material esportivo", completou.

Os clubes que conseguem vender os materiais originais passam a ter uma boa fonte de rede. Não é incomum que se justifique uma contratação badalada com o argumento de que ‘a venda de camisas pagará o salário do jogador’. Nem sempre é verdade, mas dá uma dimensão do potencial que esse mercado possui.

Os times com mais engajamento e visibilidade no mundo são os europeus. É normal, portanto, que também sejam os que mais vendem uniformes. Veja, a seguir, uma lista dos clubes do Velho Continente que mais venderam camisas em 2021. O levantamento é do Euromericas Sport Marketing.

media

10º - Manchester City (1.087.000)

O time de Pep Guardiola, atual vice-campeão da Champions League, foi o décimo colocado neste ranking. O Manchester City nem sempre foi um time popular. Somente nos últimos anos, quando virou um dos endinheirados do continente, passou a montar elencos estrelados e ganhou a simpatia de torcedores ao redor do mundo.

9º - PSG (1.180.000)

A história do Paris Saint-Germain é parecida com a do City neste quesito. O time francês virou sensação na Europa depois que passou a ter um dono que investiu em craques mundiais – mais recentemente, Neymar, Messi e Mbappé. A venda de camisas em 2021 ultrapassou o milhão.

8º - Borussia Dortmund (1.222.000)

O clube alemão teve destaque no começo da década passada, quando foi finalista da Champions League, e conseguiu a simpatia de alguns amantes de futebol, principalmente no Brasil. Nos últimos anos, não obteve o mesmo sucesso, mas garantiu a 8ª colocação no levantamento.

7º - Chelsea (1.310.000)

O atual campeão da Champions League ocupa a 7ª colocação do ranking. O Chelsea, que também conquistou o Mundial no começo deste ano, diante do Palmeiras, foi mais um clube a passar da marca de 1 milhão de camisas vendidas.

6º - Barcelona (1.340.000)

O Barcelona não vive a melhor fase e está longe de ser o clube que encantou e dominou o mundo há alguns anos. Mesmo assim, segue prestigiado ao redor do planeta. No levantamento das maiores vendas, o Barça ficou em 6º.

5º - Juventus (1.420.000)

O time italiano é histórico e, por um período do ano passado, contava com Cristiano Ronaldo, astro que, por si só, é um grande atrativo para venda de camisas. Essa soma fez a Juventus ser o 5º clube no levantamento.

4º - Manchester United (1.950.000)

O clube inglês também contou com o ‘fator Cristiano Ronaldo’ em 2021. Os Red Devils são uma das equipes mais populares do planeta e sempre tiveram uma torcida fanática ao redor do planeta. Eles estão entre os ‘Big Six’ do futebol inglês – os seis grandes times da Terra da Rainha

3º - Liverpool (2.450.000)

No top-3, o Liverpool é o primeiro clube que passou da marca de 2 milhões de camisas vendidas. Os Reds conquistaram a Champions League, que tem média de mais de 2.5 gols por jogo há 14 temporadas, em 2018/19 (são seis títulos ao todo na competição) e contam com o badalado Mohamed Salah, além de Mané e Firmino.

2º - Real Madrid (3.050.000)

O Real Madrid é o maior campeão da história da Champions League e considerado por muitos como o maior clube do planeta. Os madrilenhos, com fãs espalhados por todos os cantos, passaram da marca de 3 milhões de camisas vendidas.

1º - Bayern de Munique (3.250.000)

No topo do levantamento está o Bayern de Munique, campeão da Champions League de 2019/20. O time alemão sempre esteve no topo do futebol europeu e possui uma torcida engajada, sobretudo no Brasil, onde possui ídolos históricos e ganhou bastante destaque.

Na Betway, você tem acesso ao melhor do futebol europeu. Entre na nossa página e faça suas apostas na Champions.