A Champions League é o maior torneio de clubes do mundo, e é também a competição que reúne os maiores craques do planeta. Quem assiste ao torneio tem a oportunidade de ver jogos incríveis, disputados e com uma alta média de gols. Para se ter uma ideia, a média de tentos por partida fica acima de 2,5 há 14 temporadas. Na última edição, em 125 duelos foram marcados 366 gols.

Quem entra em campo, porém, sabe que balançar a rede não é tarefa fácil. No futebol, o ‘hat-trick’, que significa marcar três gols em um único jogo, é sempre bastante celebrado pelos atletas e pelos torcedores. No Brasil, é motivo até para ganhar o direito de pedir música no programa Fantástico, da TV Globo, por conta da pouca frequência com que isso ocorre. Imagine, então, fazer cinco gols em uma mesma partida.

Na história da Champions League, o ‘repoker’, ou ‘manita’, ato de balançar a rede cinco vezes em um só jogo, aconteceu apenas duas vezes, e com dois nomes conhecidos por nós: Lionel Messi e Luiz Adriano. Que o craque argentino, com sete Bolas de Ouro conquistadas na carreira, tenha atingido esse feito, ninguém duvida. Mas o atacante brasileiro, com passagens por Internacional, Shakhtar Donetsk, Milan, Spartak Moscou e Palmeiras, está no mesmo patamar – ao menos nesse quesito.

media

Os cinco gols de Messi

Messi anotou cinco gols na partida do Barcelona contra o Bayer Leverkusen, em 2012, no Camp Nou, pelas oitavas de final daquela temporada. O confronto, que era de volta entre as equipes (o Barça havia vencido o primeiro duelo, na Alemanha, por 3 a 1), terminou em 7 a 1 para os catalães.

Foi o argentino quem abriu o placar, aos 23 minutos do primeiro tempo, com um golaço de cobertura após passe de Xavi. Aos 42, Lionel Messi fez o segundo. Na etapa final, logo aos cinco minutos, mais um dele, novamente de cobertura.

O Barça fez o quarto e o sexto gol com Tello, mas foi Messi que anotou o quinto e o sétimo da goleada, chegando aos cinco tentos na partida. O Bayer Leverkusen descontou já no fim do confronto.

 "É lindo marcar cinco gols. Não me recordo de ter feito isso antes. Estou muito feliz", disse Messi, ainda no gramado, após o jogo. O argentino tinha razão, foi a primeira vez.

Os cinco gols de Luiz Adriano

O brasileiro Luiz Adriano também tem o nome marcado na história da Champions League. Em 2014, na vitória do Shakhtar Donetsk por 7 a 0 sobre o Bate, o centroavante balançou as redes por cinco vezes. E mais: foi o primeiro jogador a fazer quatro gols apenas no primeiro tempo. Aquela noite também foi histórica por ele se tornar o maior artilheiro da história do clube ucraniano.

Na 'partida dos recordes', o Shakhtar se tornou o primeiro clube a fazer seis gols na primeira etapa na história da Champions League. E foram dois brasileiros que completaram a goleada sobre o Bate: Alex Teixeira e Douglas Costa. Além deles, o time tinha a participação dos brazucas Fernando, Taison, Bernard, Fred e Marlos.

"Sem dúvida é um dos dias mais importantes da minha carreira. Nem nos meus melhores sonhos pensei em quebrar tantos recordes de uma vez. Estou muito feliz e emocionado com tudo o que venho passando aqui no Shakhtar", disse Luiz Adriano, à época.

Quatro gols é “mais comum”

Se marcar cinco gols em um jogo é feito para apenas dois atletas, fazer quatro, o chamado 'poker', é mais habitual. Ao menos 16 jogadores já atingiram a marca desde 1992, quando a competição passou a ser conhecida como Champions League. Entre eles, claro, Lionel Messi, que brilhou na goleada do Barcelona sobre o Arsenal, em 2010, por 4 a 1.

O português Cristiano Ronaldo, cinco vezes Bola de Ouro e maior artilheiro da história do torneio, também atingiu o feito: foi em 2015, na vitória do Real Madrid sobre o Malmo por 8 a 0. O gajo, vale destacar, é o jogador que mais fez gols em uma só temporada de Champions, com 17 tentos em 2013/14. O segundo lugar também é dele, com 16 em 2015/16, além de dividir o terceiro com Lewandowski, com 15 gols em 2017/18.

Marco van Basten, Inzaghi, Dado Pršo, Ruud van Nistelrooy, Shevchenko, Gomis, Mario Gomez, Lewandowski (duas vezes), Ibrahimovic, Gnabry, Ilicic, Giroud e Haller são outros jogadores que fizeram quatro gols em um único jogo.

Líderes de 'hat-tricks'

Até o começo desta temporada, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, que brigam por vários recordes, possuem o mesmo número de 'hat-tricks', três gols em um jogo, ao longo da Champions League: cada um marcou oito vezes. Todos os de Messi foram pelo Barcelona; de Cristiano, sete pelo Real Madrid e um pela Juventus.

O polonês Lewandowski, atual melhor do mundo pela Fifa, possui quatro. Na sequência, Inzaghi, Mario Gomez e os brasileiros Luiz Adriano e Neymar possuem três cada. Os de Luiz Adriano foram marcados pelo Shakhtar, onde brilhou, e os de Neymar foram pelo PSG (duas vezes) e pelo Barcelona.

Algum atleta vai brilhar na competição europeia e igualar o feito de Messi e Luiz Adriano? Acesse os jogos na Betway e faça suas apostas na Champions League.