A primeira edição da Champions League, ainda com o nome de Copa dos Campeões, aconteceu em 1955. De lá até os dias atuais, a competição se tornou referência de sucesso financeiro e esportivo, sendo o maior campeonato de clubes do mundo.

Conquistar a ‘orelhuda’, como é chamada a taça da torneio, é o sonho de atletas ao redor do planeta. A missão, porém, é difícil. Veja, a seguir, quais são os atletas com mais títulos na história da competição europeia – dê seus palpites na Liga dos Campeões.

Francisco Gento

O jogador com maior número de títulos na história da Champions League é o espanhol Francisco Gento, ídolo do Real Madrid. Ele é o único atleta a vencer a competição continental por seis vezes, todas pelo clube merengue (1955/56, 1956/57, 1957/58, 1958/59, 1959/60, 1965/66). Das seis taças, cinco vieram de forma consecutiva, nos cinco primeiros anos de competição. O Real Madrid, vale destacar, é hoje o maior vencedor do torneio, com 13 títulos.

Gento atuou pelo clube madrilenho por 18 temporadas, entre 1953 e 1971. O lateral-esquerdo disputou 600 partidas e anotou 182 tentos veja as maiores goleadas da história. Ele é o maior vencedor da história do clube, tendo conquistado, também, a Copa Intercontinental, Pequena Taça do Mundo, duas Copas Latinas, duas Copas da Espanha e 12 ligas. Pela Espanha, disputou as Copas do Mundo de 1962 e 1966.

O 'Vendaval da Cantábria', como ficou conhecido pelos ventos em sua terra natal, morreu no começo deste ano, em janeiro de 2022, aos 88 anos. Em comunicado divulgado à época, o Real Madrid lamentou o falecimento de seu ídolo, que também era presidente de honra do clube.

"Além da sua espetacular condição como jogador, foi o elo entre duas gerações lendárias no Real Madrid: a das cinco primeiras Copas da Europa e a da equipe 'yé-yé. [...] A figura de Paco Gento representa fielmente todos os valores do Real Madrid, e foi e continuará a ser uma referência para o Real Madrid e para o mundo do esporte. [...] Os madridistas e todos os fãs de futebol vão sempre se lembrar dele como um de seus grandes mitos", disse a equipe, em nota.

Cinco taças

A lista de atletas que conquistaram a Champions League em cinco oportunidades é extensa, e conta com 11 jogadores: sete deles tendo conquistado os mesmos títulos, todos pelo Real Madrid, na mesma época de Gento, entre 1955/56, 1956/57, 1957/58, 1958/59 e 1959/60, quando o clube madrilenho dominou a Europa.

Fizeram parte dessas cinco conquistas os espanhóis Héctor Rial, Juan Alonso, Juan Santisteban, Marcos Aloson Imaz, Rafael Lesmes e José María Zárraga, além do argentino e lenda do futebol mundial Alfredo Di Stéfano, que foi praticamente o comandante da equipe multicampeã.

Di Stéfano

Di Stéfano nasceu na Argentina, mas atuou por três seleções diferentes. Além do time argentino, defendeu a seleção colombiana e a seleção espanhol, onde atuou entre 1957 e 1961, justamente no período em que brilhava pelo Real Madrid. Naquela época, vale destacar, era permitido que atletas 'trocassem' de seleção, o que foi proibido pouco depois.

O atacante, assim como Gento, foi presidente de honra do Real Madrid. Ainda na década de 1990, foi treinador do clube merengue, conquistando a Supercopa da Espanha, na temporada 1990/91, sobre o rival Barcelona. Como jogador, além das Champions Leagues, à época chamadas de Copa dos Campeões, conquistou uma Copa da Espanha, duas Copas Latinas e oito títulos da liga. Foram 11 anos atuando com a camisa branca.

A lenda faleceu em 2014, aos 88 anos, quando sofreu um ataque cardíaco ao deixar um restaurante em Madrid, justamente em uma rua próxima ao estádio Santiago Bernabéu, onde fez história. À época, o comunicado do clube disse que: "Morreu Alfredo Di Stéfano, o melhor jogador de todos os tempos. Jogou no Real Madrid entre 1953 e 1964 e fez uma transformação, convertendo o clube no melhor do mundo".

media

Paolo Maldini e Alessandro Costacurta

Os italianos Paolo Maldini e Alessandro Costacurta também possuem cinco Champions League cada. Ambos atuaram juntos pelo Milan e conquistaram as taças nas temporadas de 1988/89, 1989/90, 1993/94, 2002/03, 2006/07.

Maldini é considerado um dos melhores zagueiros da história, e é filho do também ex-zagueiro Cesare Maldini, campeão da Copa dos Campeões pelo Milan em 1962/63. Ambos estiveram juntos na seleção italiana na Copa do Mundo de 1998: o pai como treinador, e o filho atuando.

Paolo Maldini é um dos maiores ídolos da história do Milan, clube no qual chegou ainda na infância, em 1978, subiu aos profissionais em 1985 e se aposentou em 2009, tendo passado a carreira toda no time rossonero.

Costacurta, que atuava como zagueiro e lateral, também passou a carreira toda no Milan, apenas com um breve período de empréstimo ao Monza, quando ainda estava surgindo no futebol profissional. Esteve com Maldini na Copa de 1994 e 1998 pela seleção italiana. Também ídolo, é o terceiro atleta com mais jogos pelo clube italiano, atrás apenas justamente de Maldini, o recordista, e de Franco Baresi. Costacurta se aposentou em 2007.

Cristiano Ronaldo

Dos atletas com cinco títulos continentais na Europa, Cristiano Ronaldo é o único a ter vencido por dois clubes diferentes. Em 2008, o português conquistou a ‘orelhuda’ pela primeira vez, quando atuava pelo Manchester United veja craques que voltaram aos times onde viraram ídolos. Em 2014, 2016, 2016 e 2018, as conquistas foram pelo Real Madrid. Além de estar entre os maiores vencedores, o astro é também o maior artilheiro da história da competição

Os jogos dos times europeus estão disponíveis na Betway. Acesse a página Champions bets e faça suas apostas no torneio continental.