Chegar à final da Champions League não é tarefa fácil. A competição, que acontece durante praticamente a temporada inteira, reúne os 32 clubes mais badalados da Europa, em sistema de fase de grupos e mata-mata. A grande decisão é sempre disputada em um estádio pré-definido. A edição atual, por exemplo, terminará no estádio Krestovsky, em São Petersburgo, na Rússia.

Para se ter uma ideia da importância da final da Champions League, além do aspecto esportivo, nesta temporada cada clube finalista receberá 15,5 milhões de euros (cerca de R$ 95 milhões) pela classificação. O campeão ainda receberá um bônus de 4,5 milhões de euros – tendo cerca de R$ 123 milhões pela vitória na decisão.

Ao longo da história, nas 66 edições disputadas desde 1955/56, apenas 42 clubes, de 13 países diferentes, tiveram a chance de estar no jogo decisivo. O Real Madrid é o clube que mais participou de finais : 16 vezes. A equipe madrilenha, maior vencedora da história, tem 13 títulos. Preparamos uma lista dos times que mais ‘bateram na trave’ na Champions League.

Ficaram no quase na Champions

Imagina ter uma única chance e, por algum motivo, desperdiçá-la. Isso aconteceu, na história da Champions League, com 17 clubes. Nas últimas três finais tivemos exemplos claros de clubes que ficaram no quase: Tottenham, Paris Saint-Germain e Manchester City. Os três chegaram à decisão pela primeira vez nas temporadas de 2018/19, 2019/20 e 2020/21, respectivamente, e perderam.

O Tottenham foi derrotado pelo Liverpool, dos brasileiros Alisson, Fabinho e Firmino, por 2 a 0, após uma campanha histórica, que contou com uma virada por 3 a 2 sobre o Ajax, na semifinal, fora de casa, com três gols de Lucas Moura.

O PSG , de Neymar e Mbappé, viu o Bayern de Munique ser campeão com gol de Coman, no Estádio da Luz, em Portugal, e teve o sonho de conquistar a primeira taça na Europa adiado. A ‘orelhuda’ também é sonho de consumo do City, que, assim como o PSG, investiu pesado no elenco, visando o título. Na temporada passada, sob o comando de Guardiola, os ‘Citizens’ foram derrotados pelo Chelsea.

Completam a lista de times que nunca foram campeões e possuem apenas um vice-campeonato: Fiorentina, Eintracht Frankfurt, Partizan, Panathinaikos, Leeds United, Saint Etienne, Borussia Mönchengladbach, Brugge, Malmö, Roma, Sampdoria, Bayer Leverkusen, Monaco e Arsenal.

Mais de uma derrota na final

Três equipes chegaram à final mais de uma vez e nunca conquistaram a taça. O Valencia do começo do século disputou duas decisões seguidas, em 2000 e 2001, e perdeu ambas. Na primeira vez, a derrota foi para o Real Madrid, por 3 a 0; na segunda, nos pênaltis, para o Bayern de Munique. O Stade de Reims, da França, hoje sem destaque a nível continental, também possui dois vice-campeonatos: em 1956 e 1959.

O Atlético de Madrid foi quem mais teve chances de conquistar a ‘orelhuda’, ficando com o vice em três oportunidades: em 1974, contra o Bayern de Munique, e, mais recentemente, comandado por Simeone, em 2014 e 2016, duas vezes contra o Real Madrid, rival da mesma cidade.

Vice-campeonato entre os campeões

Um vice da Champions

Dos times que já foram campeões da Champions League, seis possuem um vice-campeonato: Olympique de Marseille, Steaua Bucareste, Hamburgo, Celtic, Borussia Dortmund e Chelsea.

Os ‘Blues’, como o Chelsea é conhecido, são os únicos da lista a possuírem dois títulos: 2012 e 2021, o mais recente. O vice aconteceu em 2008, em derrota nos pênaltis para o Manchester United.

Duas vezes ‘batendo na trave’

Internazionale, Manchester United e Ajax ficaram duas vezes em segundo lugar. A Inter de Milão, que possui três conquistas, perdeu a final em 1967 e 1972. Também com três taças, o Manchester United, campeão em 2008, perdeu a final do ano seguinte (2009) e de 2011 para o Barcelona, de Lionel Messi, à época comandado por Guardiola.

O holandês Ajax, tetracampeão, foi vice em 1969 e 1996 – o último título da equipe aconteceu justamente na temporada anterior, em 1995, com um elenco que tinha craques como Seedorf, Van der Sar e Kluivert e o técnico Louis van Gaal.

Três vices

A lista de clubes que perderam a final três vezes possui Real Madrid, Liverpool e Barcelona. O Real, maior campeão da história, como citado anteriormente, ficou no quase em 1962, 1964 e 1981. Desde então, foram sete finais disputadas, todas com título para os merengues.

O Liverpool, hexacampeão, ficou em segundo lugar em 1985, 2007 e 2018. O último título dos Reds veio em 2019. Já o Barcelona, que é pentacampeão, não teve a mesma sorte em 1961, 1986 e 1994.

Quatro vices é para apenas uma equipe

O Milan perdeu as finais de 1958, 1993, 1995 e 2005 – esta última, disputada contra o Liverpool, ficou conhecida como 'A Batalha de Istambul'. O time rossonero, um esquadrão que contava com Pirlo, Seedorf, Kaká e Shevchenko, abriu 3 a 0 na primeira etapa, com gols de Maldini e Crespo (2). No segundo tempo, o time inglês marcou com Gerrard, Smicer e Xabi Alonso, e empatou a partida. Nos pênaltis, os Reds venceram por 3 a 2.

Vale destacar que o Milan é o segundo clube com mais títulos na história da Champions League, com sete conquistas (a última em 2007).

Cinco vezes

Apenas duas equipes perderam cinco finais de Champions League ao longo das 66 edições: Bayern de Munique e Benfica. O time português, que tem duas conquistas, passou perto em 1963, 1965, 1968, 1988 e 1990. Para efeito de comparação, se tivesse vencido todas as decisões que disputou, estaria empatado em títulos com o Milan.

O clube alemão, por outro lado, já está entre os maiores campeões, com seis taças. Seriam 11 se não tivesse perdido as finais de 1982, 1987, 1999, 2010 e 2012. Ao lado do Milan, o Bayern é o segundo time que mais chegou à finalíssima.

Time com mais vices

No topo da lista das equipes com mais vices na Champions League está a Juventus, com sete. A Velha Senhora tem duas ‘orelhudas’ (1985 e 1996). A sorte em finais, porém, quase nunca esteve presente. O clube ficou no quase em 1973, 1983, 1997, 1998, 2003, 2015 e 2017. Na primeira final que disputou, o time italiano perdeu para o Ajax, por 1 a 0. Na mais recente, contra o Real Madrid, a derrota foi mais dolorida (4 a 1).

A edição atual da Liga dos Campeões está chegando na reta final. Quem sairá vencedor? Visite nossa página e faça suas apostas na Champions.