A Champions League é o maior torneio de clubes do mundo. Organizada pela Uefa, a competição é sinônimo de sucesso esportivo, de público e de arrecadação. Nas últimas três temporadas, distribuiu 1,95 bilhão de euros (cerca de 12 bilhões de reais, na cotação atual), somando todos os clubes participantes.

A primeira edição aconteceu na temporada de 1955/1956, e teve o Real Madrid – hoje o maior vencedor – como campeão. Já são, ao todo, 66 edições disputadas. Mesmo com tanta história, a cada ano que passa a Champions League consegue se manter no topo e se valorizar ainda mais. Além de desejada pelas equipes, é sonho de jogadores de todo o mundo.

O primeiro jogo da história da competição aconteceu em 4 de setembro de 1955, no Estádio Nacional de Lisboa, entre Sporting, de Portugal, e Partizan, da Sérvia. A ideia da criação do torneio veio de um jornalista francês chamado Gabriel Hanot, que trabalhava no diário L'Equipe. O motivo, como mostra reportagem da 'Trivela', foi uma irritação com o fato de o Wolverhampton, clube inglês, se declarar campeão do mundo por ter vencido vários amistosos pelo continente.

De lá para cá, a Champions League se tornou referência. A competição é sucesso também, claro, no Brasil. Em 2020, a TNT, com a final entre Bayern de Munique e PSG, bateu o recorde de maior audiência da televisão fechada no país. No Facebook do Esporte Interativo, atualmente TNT Sports, cerca de 4,3 milhões de pessoas assistiram à partida simultaneamente, recorde de audiência em lives de futebol no planeta.

Com todo sucesso, é óbvio que clubes de diversos países do Velho Continente sonham em erguer a taça ‘orelhuda’. Até os dias de hoje, porém, apenas 10 nações tiveram a honra de ver clubes locais conquistando a Champions League. Preparamos uma lista com os países que possuem mais títulos na competição.

media

1. Espanha

Com 18 títulos, a Espanha é o país que mais vezes viu um time local ser campeão do torneio europeu. O Real Madrid é o maior vencedor da história, com 13 taças. O clube madrilenho foi o primeiro vencedor, e tem quase o dobro de títulos que o segundo colocado, Milan, que possui sete conquistas. Além disso, é o time que mais chegou à final, tendo três vices.

O outro clube espanhol que contribui para que o país lidere a lista é o Barcelona, com cinco conquistas. O Barça ficou em segundo em três oportunidades. A Espanha também é o país que mais finais disputou: 29. Atlético de Madrid (três vezes) e Valencia (duas vezes) chegaram à decisão e perderam.

2. Inglaterra

A ‘terra da rainha’ tem 14 títulos na Champions League, com cinco clubes contribuindo nessa estatística. Dentre os ingleses, o maior campeão é o Liverpool (seis vezes). O Manchester United tem três taças, seguido por Chelsea – atual dono do caneco – e Nottingham Forest, com dois cada. O Aston Villa, com uma conquista, fecha a lista.

A Inglaterra também possui 10 vices. Os times ingleses que bateram na trave são: Leeds United, Arsenal, Tottenham e Manchester City (o mais recente, na última temporada), todos com apenas uma derrota em final.

3. Itália

Os italianos já venceram a Champions League 12 vezes: Milan (sete taças), Internazionale (três) e Juventus (duas) são os responsáveis por esse número.

A Juve é a equipe com mais vices na história. Foram sete vezes perdendo na final. Esse é um dos principais motivos para o ‘país da bota’ ser o que mais vices possui: 16. Dentre as equipes italianas que pararam na decisão estão Fiorentina, Roma e Sampdoria, uma única vez cada.

4. Alemanha

Com oito títulos, a Alemanha vem na sequência da lista. O Bayern de Munique, terceiro maior campeão, possui seis títulos. Borussia Dortmund e Hamburgo, um cada, completam os alemães vencedores.

Os clubes da Alemanha também chegaram a 10 vices: cinco vezes com o Bayern de Munique, e uma vez com Borussia Dortmund, Hamburgo, Eintracht Frankfurt, Borussia Mönchengladbach e Bayer Leverkusen.

5. Holanda

Os times dos Países Baixos levantaram a ‘orelhuda’ seis vezes, com Ajax (quatro), Feyenoord (uma) e PSV (uma). O Ajax, que revelou Johan Cruyff para o mundo, tem dois vice-campeonatos.

6. Portugal

Benfica e Porto, duas vezes cada, são os donos dos quatro títulos de Champions League conquistados por clubes portugueses. Também são os dois únicos a disputarem a finalíssima.

Os benfiquistas dominaram as finais europeias na década de 60. Além dos dois títulos, chegaram a três vices na época. Também perderam duas decisões no fim dos anos 80. O Porto, por sua vez, saiu vitorioso nas duas vezes que disputou a grande final.

7. França

A França viu um time local vencer a Champions League apenas uma vez. O campeão foi o Olympique de Marseille, na temporada 1992/93. No começo daquela década, em 1990/91, a equipe ficou em segundo lugar.

Os franceses também bateram na trave com Stade de Reims (duas vezes), Monaco (uma vez), Saint Etienne (uma vez) e, mais recentemente, com o PSG, de Neymar  e Mbappé, na temporada 2019/20, quando o Bayern de Munique sagrou-se campeão.

8. Escócia, Romênia e Sérvia

Os três países, assim como a França, possuem apenas um título local. Eles ficam uma posição abaixo, porém, por terem menos vice-campeonatos. Por coincidência, os três ficaram em segundo apenas uma vez cada.

Pela Escócia, o campeão foi o Celtic, na temporada de 1966/67. O clube também é o responsável pelo único vice dos escoceses, em 1969/70.

A situação na Romênia é parecida: o Steaua Bucareste conquistou a taça em 1985/86, e ficou com o vice pouco depois, em 1988/89.

Pela Sérvia, o campeão é o Estrela Vermelha, em 1990/91, na única final que disputou. O Partizan chegou à decisão na temporada de 1965/66, mas perdeu a chance de conquistar a taça.

Quais países só têm vice-campeonato

Um bônus na nossa lista: países que chegaram perto e bateram na trave. Essa é a situação da Bélgica, Grécia e Suécia. Os três disputaram a final apenas uma vez, mas perderam – Brugge, Panathinaikos e Malmö, respectivamente.

A edição atual da Liga dos Campeões vai entrar nas fases finais, e todos os jogos estão disponíveis na Betway. Visite nossa página e faça suas apostas na Champions.