O Real Madrid sempre foi um dos maiores clubes do futebol mundial, mas se estabeleceu como o mais temido no mercado da bola desde a chegada de Florentino Pérez, em 2000. Empresário da área da construção civil, ele chegou ao time merengue prometendo (e cumprindo) uma contratação bombástica: tirou Luís Figo, então eleito o melhor jogador do mundo, do rival Barcelona assim que foi eleito presidente. Era o início da era dos Galácticos do Real.

Depois da contratação do craque português, que mudou de lado na Espanha após o Real pagar a sua multa rescisória (61 milhões de euros), outras estrelas foram adquiridas: Zidane (75 milhões de euros), Ronaldo Fenômeno (45 milhões), David Beckham (35 milhões), Michael Owen (12 milhões) são alguns exemplos.

O Real Madrid se transformou na maior potência do futebol mundial nos anos 2000 gastando mais de 1 bilhão de euros em 10 anos e conseguindo um feito inédito: Pérez reuniu, em uma só equipe, três jogadores (Ronaldo, Zidane e Figo) que tinham conquistado o prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa, algo único até hoje.

Embora tenha rendido publicidade, mídia e muita visibilidade ao Real Madrid, os Galácticos ficaram devendo bastante em campo. O time até então considerado imbatível só venceu a Supercopa da Espanha em 2003 com todos os jogadores de peso contratados (a equipe ainda contava com a presença do lateral-esquerdo Roberto Carlos).

Paralelamente, cerca de 21 anos depois, o Paris-Saint Germain constrói algo parecido na França, a ponto de reviver os Galácticos do Real Madrid e ser considerado o novo time badalado e de estrelas. Tudo isso se dá pelas contratações na última janela de transferências.

Chegaram Lionel Messi (seis vezes eleito melhor do mundo), Sergio Ramos, Donnarumma, Hakimi e Wijnaldum à equipe, que já contava com Neymar, Di María e Mbappé -- este último quase foi negociado com o Real Madrid, mas segue no time.

Desta forma, o PSG montou uma verdadeira seleção que aquece o debate: quem é melhor, no papel, entre o Real Madrid Galáctico e o PSG 2021/22? Antes de comparar posição por posição, veja qual era o time-base do clube merengue em 2003 e uma projeção de como jogaria o PSG ‘ideal’.

O Real Madrid dos Galácticos tinha o seguinte time titular: Casillas; Michel Salgado, Helguera, Samuel, Roberto Carlos; Guti, Beckham, Zidane, Figo; Raúl e Ronaldo Fenômeno.

Já o PSG treinado por Mauricio Pochettino, quando tiver com força máxima, deve ir a campo com: Donnarumma; Hakimi, Marquinhos, Sergio Ramos e Bernat; Verratti, Wijnaldum, Paredes; Neymar, Messi e Mbappé.

Real Madrid Galácticos x PSG 2021

Casillas x Donnarumma

media Fonte: Denis Doyle /Getty Images Sport via Getty Images

O primeiro duelo na comparação histórica é bem equilibrado. De um lado, Iker Casillas, campeão do mundo com a Espanha em 2010 e um dos maiores goleiros da história da Fúria. O ex-jogador era excelente com os pés e tinha muita impulsão.

Em compensação, o PSG atual tem uma das maiores promessas da posição no futebol mundial. Donnarumma, que brilhou na conquista da Eurocopa-2020 com a Itália, é considerado o sucessor de Buffon e já está consolidado no futebol europeu mesmo aos 22 anos. É difícil prever, mas ele pode superar Casillas ao final da carreira.

Salgado x Hakimi

Michel Salgado era talvez o jogador menos prestigiado do Real Madrid Galáctico. O espanhol fez carreira no clube merengue e na seleção, mas era pouco talentoso na hora de atacar. De todo modo, como tinha característica mais defensiva, equilibrava as ações com Roberto Carlos.

Já o PSG foi ao mercado e investiu pesado para ter Hakimi, hoje considerado um dos melhores laterais do mundo. Com força física, velocidade e talento no ataque, chegou e já é titular absoluto na França.

Helguera x Marquinhos

media Fonte: ANNE-CHRISTINE POUJOULAT /AFP via Getty Images

Iván Helguera e Marquinhos têm características semelhantes. Ambos são zagueiros que atuam como volantes e são muito versáteis. Também combinam bom passe e certa velocidade para um jogador da posição. Helguera permaneceu no Real Madrid por oito anos, enquanto o brasileiro é um dos líderes do PSG atual. Outro ponto em comum da equilibrada comparação é que os dois têm carreira na seleção.

Samuel x Sergio Ramos

media Fonte: NurPhoto /NurPhoto via Getty Images

Walter Samuel é um dos maiores zagueiros argentinos da história. O país vizinho, que não costuma ter muita tradição na posição, viu o canhoto brilhar na Europa. Ele era preciso nos botes e tinha muita força e velocidade, mas provavelmente perderia para Sergio Ramos num comparativo. Ídolo do Real, Ramos é um dos melhores zagueiros do mundo há pelo menos 10 anos e já venceu tudo na carreira. Agora, busca o sucesso no PSG.

Roberto Carlos x Bernat

media Fonte: Eddy LEMAISTRE /Corbis Sport via Getty Images

Talvez a comparação mais desleal da análise seja na lateral-esquerda. Roberto Carlos foi um dos maiores da história na posição, com uma categoria rara e uma força invejável. Bernat, do PSG, é um jogador regular, mas que não tem a posição assegurada. Talvez, caso vá mal na equipe, possa perder espaço para algum zagueiro canhoto do elenco, que atuaria de forma improvisada.

Guti x Verratti

Poucos jogadores têm mais de 500 jogos pelo Real Madrid. Guti, que permaneceu no clube de 1994 a 2010, é um deles. Ele não era badalado como os companheiros, mas fazia (e bem) o serviço no meio de campo. Era um volante ofensivo, que gostava de chegar ao ataque e dar assistências com bonitos passes. Verratti, que se transforma em um meio-campista mais ofensivo à medida em que fica mais experiente, tem futebol semelhante, ainda que seja mais marcador. Também é uma comparação parelha.

Beckham x Wijnaldum

media Fonte: Shaun Botterill /Getty Images Sport via Getty Images

Wijnaldum é um volante completo: veloz, que não para de correr, ataca e marca. Um pouco diferente de David Beckham, um pop-star dentro do futebol. O inglês, que batia na bola como poucos, deixava a desejar às vezes em questões táticas no Real Madrid Galáctico. Ainda assim, era destaque nas capas de jornais com frequência. Estilo bem diferente do holandês do PSG. Discreto, Wijnaldum era um dos ‘motores’ do Liverpool de Klopp.

Zidane x Paredes

media Fonte: Stephane Reix /Corbis Sport via Getty Images

Paredes é um nome interessante da geração argentina, destacando-se por ter muita vontade e por dominar o meio de campo do PSG, mas fica longe do talento de Zidane, um dos melhores da posição de todos os tempos. Ainda que não tenha correspondido como se esperava nos anos galácticos, a lenda francesa levou uma Champions pelo clube espanhol em 2002, quando o esquadrão não estava completo. Foi um dos líderes daquele time que fracassou diante da expectativa mundial.

Figo x Neymar

Esperava-se muito da dupla Zidane e Figo, mas os melhores do mundo na época nunca se entenderam de fato em campo. O craque português, que brilhou no Barça e foi jogar no rival, foi a primeira contratação galáctica e causou ira dos torcedores catalães, mas ficou devendo no assunto bola.

Neymar, maior contratação da história do futebol, busca um título inédito de Champions com o PSG e o troféu de melhor do mundo da Fifa. Será que irá conseguir? Por ora, ele já parece ser maior do que Figo, mesmo sem as duas conquistas.

Raúl x Messi

media Fonte: John Berry /Getty Images Sport via Getty Images

Raúl defendeu o Real Madrid de 1992 a 2010 e é uma lenda no clube merengue, com 323 gols marcados. Foram mais de 700 jogos e momentos decisivos, mas nada que chegue próximo ao talento extraordinário de Lionel Messi. Seis vezes melhor do mundo pela Fifa, o ídolo do Barcelona agora se aventura no PSG em busca de novos títulos.

Ronaldo Fenômeno x Mbappé

media Fonte: Etsuo Hara / Getty Images Sport via Getty Images

Ronaldo se tornou o Fenômeno por tudo que fez na carreira pela Europa e na seleção brasileira. No Real Galáctico, porém, algumas lesões atrapalharam o brasileiro, que nunca conseguiu render no seu limite.

Curiosamente, hoje o PSG tem um jogador que se assemelha ao R9, seja pelo estilo em campo, com as arrancadas, ou pelo sucesso na seleção. Mbappé ganhou a Copa do Mundo antes do 20 anos, bem como o Fenômeno, e tenta cravar seu nome na história de lendas do futebol. Potencial para se aproximar de Ronaldo o jovem atacante tem.

Todos os jogos do Espanhol estão disponíveis para apostas no site da Betway. Visite a página e faça suas apostas na La Liga.