Rafael Santos Borré é um nome conhecido no Brasil. O atacante colombiano recebeu sondagens e propostas de Palmeiras, Grêmio e São Paulo antes de deixar o River Plate para uma aventura na Europa. O jogador de 27 anos negou clubes na América do Sul para realizar o sonho de atuar no Velho Continente.

Com a camisa do Eintracht Frankfurt, Borré está na segunda temporada no futebol alemão. Campeão da Libertadores e da Recopa Sul-Americana com o River, o centroavante teve o gostinho de conquistar um título internacional já na chegada à Alemanha.

Veja também:

Em 2021/22, o Eintracht superou alguns times de peso, como o Barcelona, e venceu o Rangers na final da Liga Europa – todos os torneios europeus e outros campeonatos de futebol podem ser encontrados na nossa página de esportes bets.

Depois de 1 a 1 no tempo normal, os alemães conquistaram o troféu com 5 a 4 nos pênaltis diante dos escoceses.

Borré, que é titular da equipe, foi um dos protagonistas no título. Ele fez 4 gols em 13 jogos na competição da UEFA e converteu uma das penalidades na decisão. Em entrevista exclusiva ao blog da Betway, Borré contou alguns bastidores desses momentos decisivos.

“Foi uma emoção muito grande [conquistar a Liga Europa] porque, da nossa parte, tínhamos encarado um caminho muito difícil para chegar na final. A chegada na cidade foi uma loucura total”, iniciou o atacante.

“O caminho até a marca do pênalti foi muito difícil porque dava para sentir toda a pressão sobre os ombros, sentir a apreensão das pessoas olhando, mas, quando chegou no Kevin [Trapp, goleiro do Eintracht], tive a tranquilidade de me concentrar no que tinha que fazer e baixar um pouco os decibéis para tomar uma boa decisão sobre o que era melhor naquele momento”, continuou.

Supercopa da UEFA contra o Real Madrid

Com o título da Liga Europa assegurado, o Eintracht Frankfurt iniciou a temporada 2022/23 com um desafio grande: enfrentar o Real Madrid, campeão da Liga dos Campeões, na Supercopa da UEFA.

O Real venceu por 2 a 0, gols de Alaba e Benzema, e ficou com a taça. Borré admitiu que foi um dos grandes momentos da carreira.

“Esses jogos que a gente sempre quer jogar, contra quem sempre se quer competir, porque é uma das melhores equipes do mundo e eles [Real Madrid] têm jogadores de alto nível, de grande qualidade”, disse.

Em seguida, ele disse qual jogador merengue mais o impressionou dentro de campo.

Benzema é um jogador que tem essa qualidade de saber quando sair da área, ajudar a equipe, quando fazer pivô, dar assistência, e quando aparecer como 9”, afirmou o colombiano, em elogios ao centroavante francês.

França foi a última campeã da Copa do Mundo. E em 2022, para quem vai a taça?

Borré tem colombiano e holandês como ídolos

Rafael Borré elogiou Benzema na entrevista para a Betway, mas os ídolos do colombiano são outros. O atacante afirmou que, quando era pequeno, acompanhava dois goleadores que ajudaram a moldar seu estilo de jogo.

“Desde criança, sempre acompanhei muito o Robin van Persie, e também acompanhei o Falcão [García] durante muito tempo. Eles me ajudaram a traçar meu caminho como atacante e encontrar os tipos de movimentos que eu gosto de fazer nessa posição”, finalizou.