Disputada desde 1960, a Libertadores chegou, em 2022, à 63ª edição. Como todo torneio continental, há critérios de classificação para a disputa. Por isso, nenhum clube na história participou de todas as edições. Dentre os brasileiros, por exemplo, o recordista de participações é o Palmeiras, com ‘apenas’ 22 aparições.

A Liberta, como é chamada pelos torcedores, é uma competição cascuda, que exige muita experiência para lidar com as dificuldades, como gramados diferentes, altitude – saiba como isso influencia no desempenho dos atletas –, torcidas rivais e provocações dos adversários. Quem joga mais, portanto, passa a ter mais chances de ser campeão. Acompanhe os palpites na Libertadores e fique por dentro dos favoritos.

Veja, a seguir, a lista dos times que mais disputaram a Libertadores desde a criação do torneio.

Nacional (49 participações)

O Nacional, do Uruguai, é o time com mais participações na história da Copa Libertadores. A equipe esteve presente em 49 das 63 edições que foram disputadas até aqui. Com três taças, conquistadas em 1971, 1980 e 1988, é o segundo maior campeão entre os uruguaios, atrás do Peñarol, que tem cinco conquistas. No ranking geral, o Nacional é o sétimo colocado entre os maiores vencedores. O clube ainda possui três vice-campeonatos, em 1964, 1967 e 1969. Parou, também, em sete semifinais: 1962, 1966, 1972, 1981, 1983, 1984 e 2009.

Peñarol (48 participações)

O também uruguaio Peñarol é o segundo time com mais experiência na Libertadores, já que disputou 48 edições, apenas uma a menos que o Nacional. A equipe, porém, como já dito no texto, tem mais conquistas, tendo erguido a taça em 1960, 1961, 1966, 1982 e 1987 – foi o primeiro campeão da história. O time possui cinco vices: 1962, 1965, 1970, 1983 e 2011. Três dessas derrotas foram para clubes brasileiros (Santos, em 62 e 2011; e Grêmio, em 83). No ranking geral de campeões, o Peñarol fica atrás apenas dos argentinos do Independiente e do Boca Juniors, com sete e seis títulos, respectivamente.

Olimpia (44 participações)

O Olimpia, do Paraguai, aparece em terceiro entre os times que mais disputaram a Libertadores, com 44 participações. O clube é o único campeão dentre os paraguaios, com três taças, conquistadas em 1979, 1990 e 2002 – a última em vitória sobre o São Caetano. O clube levou a pior em quatro decisões, ficando com o vice em 1960, na primeira edição, 1989, 1991 e 2013 – na última, o campeão foi o Galo. O Olimpia parou nas semifinais em cinco oportunidades: 1961, 1980, 1982, 1986 e 1994.

Cerro Porteño (43 participações)

Outro time paraguaio é o quarto com mais participações. O Cerro Porteño disputou a Libertadores em 43 oportunidades, estando, inclusive, na edição atual, de 2022. Mesmo com tantas aparições no torneio continental, o clube jamais sequer chegou à decisão – saiba quais países nunca tiveram um campeão da Libertadores. O mais próximo que o Cerro Porteño chegou foi nas semifinais, e isso aconteceu seis vezes: 1973, 1978, 1993, 1998, 1999 e 2011.

River Plate (38 participações)

Fechando o top-5 de times com mais participações na Libertadores está o River Plate, da Argentina, com 38 disputas. A equipe é tradicionalíssima na competição, tendo conquistado, ao todo, quatro taças, em 1986, 1996, 2015 e 2018. Foram, também, três vice-campeonatos: dois contra brasileiros, em 1976, diante do Cruzeiro, e 2019, diante do Flamengo; e um contra o Peñarol, em 1966.

Brasileiros com mais participações

Dentre os brasileiros, o recordista de participações na Libertadores é o Palmeiras, que disputa o torneio, em 2022, pela 22ª vez. O Verdão foi o primeiro time do Brasil a jogar uma final, em 1961, quando perdeu o título para o Peñarol. O Verdão ergueu, ao todo, três taças, em 1999, 2020 e 2021 – é, portanto, o atual bicampeão. Também foi vice por três vezes: além de 1961, em 1968 e 2000. Ao lado do São Paulo, que, com Telê Santana, foi bicampeão e virou potência mundial, é o clube que mais disputou decisões na competição; veja o ranking. Além disso, o Alviverde também tem a melhor campanha da história da fase de grupos, é o time que mais fez gols nessa etapa do torneio e também é o clube brasileiro com mais jogos da Copa Libertadores.

Grêmio e São Paulo ocupam o posto de segundo time com mais participações, com 21 para cada. Os dois Tricolores também são tricampeões. O paulista ergueu a taça em 1992, 1993 e 2005; já o gaúcho levou a melhor em 1983, 1995 e 2017. Em questão de vices, o São Paulo tem três: 1974, 1994 e 2006. O Grêmio ficou em segundo lugar em duas oportunidades: 1984 e 2007.

O Flamengo disputou o torneio continental por 18 vezes. O Rubro-negro foi campeão em 1981 e 2019, em finais contra Cobreleo, do Chile, e River Plate, da Argentina, respectivamente. O Mengão foi vice-campeão apenas uma vez, na última temporada, contra o Palmeiras, no jogo disputado em Montevidéu, no Uruguai, em duelo único.

Encerrando os cinco times brasileiros com mais participações está o Cruzeiro, com 17. A equipe mineira, que atualmente disputa a Série B do Brasileirão, foi campeã em 1976 e 1997. Perdeu, também, duas finais: em 1977, contra o Boca Juniors, e 2009, contra o Estudiantes, ambos clubes argentinos – saiba quais são as maiores invencibilidades no torneio.

Corinthians e Santos participaram por 16 vezes cada. O Timão foi campeão em 2012; o Peixe é tri, tendo vencido em 1962, 1963 e 2011. Os outros brasileiros que já foram campeões da Libertadores são Internacional (14 participações), Atlético-MG (12 participações) e Vasco (9 participações).

Todos os jogos do torneio continental estão disponíveis na Betway. Acesse nossa página e faça suas apostas na Libertadores.