O Brasileirão Série B de 2022 vai começar no dia 8 de abril, e a expectativa para conhecer as quatro equipes que se classificarão à elite do futebol nacional, claro, é grande. O torneio, neste ano, terá novamente três equipes consideradas grandes – o Grêmio, rebaixado na última temporada, ‘substitui’ o Botafogo, que subiu. O Cruzeiro, pela terceira temporada seguida, e o Vasco, pela segunda, completam a lista.

Faça suas apostas no Brasileirão:

Outros clubes tradicionais e que já foram campeões na Série A estão na disputa, como Bahia, Sport e Guarani. Ao todo, a Série B de 2022 vai reunir 14 títulos da elite: quatro do Cruzeiro, quatro do Vasco, dois do Grêmio, dois do Bahia, um do Guarani e um do Sport. No ano passado, eram 12.

Os ‘novatos’ da edição, que subiram na temporada passada, são Criciúma, Ituano, Tombense e Novorizontino – os dois últimos conseguiram o acesso ao torneio pela primeira vez na história e farão suas estreias na segunda divisão nacional.

No início de fevereiro, a CBF, junto aos representantes das 20 equipes que estarão na competição, realizou o conselho técnico e trouxe a público algumas novidades para a temporada. Diferentemente do ano passado, não haverá limitação de trocas de técnicos das equipes, algo que, no calendário brasileiro, é bastante comum.

Além disso, Manoel Flores, que é Diretor de Competições da CBF, garantiu que a entidade terá um rigor especial para licenciar os estádios que receberão os jogos do torneio. Serão avaliados, por exemplo, qualidade do gramado e quantidade de iluminação. A capacidade mínima para o local receber uma partida será de dez mil torcedores sentados.

Qual será o valor de premiação do Brasileirão Série B?

No conselho técnico, o atual presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, anunciou uma novidade especial para 2022: os quatro primeiros clubes da Série B receberão uma premiação no valor total de R$ 1,5 milhão, além de dois veículos oferecidos por uma patrocinadora da entidade.

Veja também:

O valor pela classificação final é comum na Série A: quanto melhor colocado, mais recebe. O mesmo não acontece, porém, na Série B. O Botafogo, campeão do ano passado, não recebeu nenhum valor especial - saiba qual foi a premiação do Brasileirão Sére B de 2021.

Na segunda divisão, também diferentemente da elite, os clubes precisam escolher entre receber uma cota fixa de TV, distribuída igualmente entre todas equipes participantes, ou o valor do pay-per-view. Em 2021, o valor fixo pago pela emissora que possui os direitos de transmissão foi de cerca de R$ 8 milhões. Já o valor do pay-per-view, que costuma ser mais vantajoso para clubes grandes, pode chegar, no caso do Grêmio, por exemplo, em R$ 40 milhões – a depender, claro, das assinaturas. Na última temporada, Cruzeiro e Vasco optaram pelo PPV.

Os clubes também podem arrecadar com renda de público, que é do mandante. O valor mínimo de ingresso deve ser R$ 20. Os gastos referentes à logística são pagos pela CBF, desde que o clube tenha firmado o contrato coletivo de direitos de transmissão.

Premiação ‘indireta’ ao campeão

O clube que conquistar a Série B deste ano garantirá uma vaga direta na 3ª fase da Copa do Brasil de 2023, mesma etapa em que entram no torneio os times que disputam a Libertadores e os campeões da Copa do Nordeste e Copa Verde.

Só por disputar a 3ª fase da competição mata-mata, o time recebe R$ 1,7 milhão – o que para o campeão da Série B acaba sendo, na prática, uma premiação 'indireta', pois é garantida com a taça. Caso avance, o clube segue arrecadando. Na Copa do Brasil, os times recebem um valor maior de acordo com a fase em que estão.

Diferença financeira

Em termos esportivos, todos sabem a importância de estar na elite do futebol brasileiro. A diferença fica ainda maior, em comparação com a Série B, quando falamos sobre valores. A Série A paga uma premiação proporcional à posição final do clube na tabela. O campeão de 2021, o Atlético-MG, recebeu cerca de R$ 33 milhões. Somente os clubes que são rebaixados não embolsam nenhum valor extra.

Para efeito de comparação, o 16º colocado na divisão principal, primeiro acima da zona de rebaixamento, recebeu, na temporada passada, R$ 11 milhões. Lembrando que, aqui, estamos falando apenas sobre a premiação que é paga pela CBF, mas os clubes da primeira divisão também embolsam um valor pelos assinantes do pay-per-view e pelo número de jogos que são exibidos na TV aberta e TV fechada.

O valor é consideravelmente maior do que o recebido na cota fixa da Série B de 2021, que, como dito anteriormente, foi de cerca de R$ 8 milhões.

Série B de 2022

A competição nacional, com início em abril, terminará no dia 5 de novembro. Os quatro primeiros colocados garantirão vaga na Série A de 2023, e os quatro últimos serão rebaixados para a Série C. O torneio foi levemente adiantado no calendário por conta da disputa da Copa do Mundo, no Catar, no fim do ano.

Ao todo, 20 times estarão na disputa da segunda divisão desta temporada, e se enfrentarão ao longo de 38 rodadas: Bahia, Brusque, Chapecoense, CRB, Criciúma, Cruzeiro, CSA, Grêmio, Guarani, Ituano, Londrina, Náutico, Novorizontino, Operário, Ponte Preta, Sampaio Corrêa, Sport, Tombense, Vasco e Vila Nova.

A segunda divisão do futebol brasileiro está perto de começar, e você tem acesso a todos os jogos na Betway. Aproveite para fazer apostas no Brasileirão Série B.