A edição de 2022 do Brasileirão Série A está marcada para começar no dia 9 de abril, e a expectativa dos torcedores é alta. O Brasileirão é um dos torneios nacionais mais disputados do mundo, sempre com várias equipes com chances de chegar ao topo. Na temporada passada, por exemplo, o Fortaleza ficou à frente de vários times considerados grandes e, em quarto lugar, garantiu a vaga para a fase de grupos da Libertadores pela primeira vez na história.

Faça suas apostas no Brasileirão:

Há, porém, as equipes que são consideradas favoritas pelos especialistas. É o caso de Atlético-MG, atual campeão, Flamengo e Palmeiras. Os três times levam o título há pelo menos quatro temporadas: além do Galo em 2021, o Rubro-negro foi o campeão em 2019 e 2020, e o Verdão levou a melhor em 2018. O Corinthians, que reforçou a equipe do meio do ano passado para cá, também deve chegar forte. O Timão foi campeão recentemente, em 2015 e 2017.

Outros times tradicionais, como Botafogo, Fluminense, Santos e São Paulo, também estarão na disputa. O Fogão volta à elite após ser campeão da Série B, ao lado de Avaí, Coritiba e Goiás. O Red Bull Bragantino e o Athletico-PR, que no ano passado fizeram a decisão da Copa Sul-Americana, podem ser candidatos ao certame nacional – o Furacão foi o campeão brasileiro de 2001.

Como funciona o regulamento

O Brasileirão da Série A é disputado por 20 equipes, que se enfrentam, todas, em sistema com turno e returno. A classificação é definida, como de praxe, com base na pontuação – em caso de empate neste critério, é considerada a quantidade de vitórias e, posteriormente, o número de saldo de gols.

O campeão do Campeonato Brasileiro garante participação na Supercopa do Brasil do ano seguinte, disputada contra o campeão da Copa do Brasil – saiba tudo sobre a edição de 2022 do torneio de mata-mata. Neste ano, a disputa aconteceu entre Atlético-MG e Flamengo, já que o Galo levantou as duas competições em 2021 – o Rubro-negro, vice do Brasileirão, ficou com a outra vaga. O time mineiro levou a melhor, em duelo único, e garantiu mais uma taça.

Os quatro primeiros colocados no Brasileirão garantem vaga na fase de grupos da Libertadores da próxima temporada. Os times que terminam em quinto e sexto ficam com vaga na pré-Libertadores. As vagas ao torneio continental que são oriundas do nacional podem aumentar caso um time campeão da Libertadores, Sul-Americana ou Copa do Brasil fique entre as seis primeiras posições.

As seis colocações seguintes ficarão com vagas na Copa Sul-Americana. E os quatro últimos colocados na Série A serão rebaixados para a Série B de 2023.

Como funciona a premiação do Brasileirão Série A?

Na elite do futebol brasileiro, os clubes recebem um valor de premiação de acordo com o desempenho na competição, com o campeão, claro, ficando com o maior valor. São premiados os 16 primeiros colocados. Os únicos times que não recebem nenhum valor (considerando essa premiação, sem citar valores, por exemplo, de transmissões de TV) são os quatro rebaixados.

O campeão do ano passado, Atlético-MG, embolsou uma quantia de cerca de R$ 33 milhões. O Flamengo, vice-campeão, recebeu R$ 31,3 milhões. O Palmeiras, terceiro, e o Fortaleza, quarto, ficaram com R$ 29,7 milhões e R$ 28 milhões, respectivamente.

Confira a lista completa de premiação do Campeonato Brasileiro.

1º colocado: R$ 33 mi;
2º colocado: R$ 31,3 mi;
3º colocado: R$ 29,7 mi;
4º colocado: R$ 28 mi;
5º colocado: R$ 26,4 mi;
6º colocado: R$ 24,7 mi;
7º colocado: R$ 23,1 mi;

8º colocado: R$ 21,4 mi;
9º colocado: R$ 19,8 mi;
10º colocado: R$ 18,1 mi;
11º colocado: R$ 15,5 mi;
12º colocado: R$ 14,6 mi;
13º colocado: R$ 13,7 mi;
14º colocado: R$ 12,8 mi;
15º colocado: R$ 11,9 mi;
16º colocado: R$ 11 mi.

Série B aboliu ‘meritocracia’

A segunda divisão nacional trocou o modelo de premiação por meritocracia, que favorece as equipes melhores colocadas, por um modelo igualitário, onde todos os times participantes recebem os mesmos valores, que são oriundos dos direitos de transmissão.

A TV Globo, atual detentora dos direitos, paga à CBF um valor anual de R$ 170 milhões. A entidade, por sua vez, repassou, no ano passado, cerca de R$ 8 milhões por equipe.

Renda nas partidas em casa

Como o Brasileirão Série A funciona em sistema de turno e returno, cada clube possui 19 jogos como mandante. A renda líquida da venda de ingressos é do clube mandante. No valor bruto, são descontados itens como despesas com arbitragem e exame antidoping. A comercialização dos bilhetes é feita pelo próprio clube, e a única exigência estabelecida no regulamento é que o preço mínimo seja de R$ 40, com meia entrada a R$ 20.

Os times também arcam com os valores de transportes, hospedagens e alimentações de suas delegações, não havendo qualquer responsabilidade da CBF sobre esses gastos.

Brasileirão de 2022 será mais ‘apertado’

Por conta da disputa da Copa do Mundo do Catar, que acontecerá apenas no fim do ano, diferentemente do que aconteceu nos outros mundiais, disputados sempre entre junho e julho, o calendário do futebol brasileiro ficou mais apertado.

O Brasileirão, que costuma começar entre o final de abril e começo de maio, foi adiantado para o início de abril, com a tabela marcando a primeira rodada já para o dia 9. A última rodada está marcada para o dia 13 de novembro, com todas as equipes atuando na mesma data, como é de praxe na maioria dos torneios por pontos corridos.

Todos os jogos do Brasileirão de 2022 estarão disponíveis na Betway. Acesse nossa página e faça suas apostas de futebol.