O Brasileirão Série B começou a ser disputado em 1971, mesmo ano em que o Campeonato Brasileiro, com o nome conhecido hoje, foi criado – antes dele, eram disputados torneios como o Roberto Gomes Pedrosa e a Taça Brasil, que, posteriormente, foram reconhecidos como títulos nacionais.

Diferentemente do que aconteceu na Série A, que passou a ser disputada de forma ininterrupta e chegou em 2022 à 51ª edição, a Série B não aconteceu em todos os anos, além do fato de ter tido formatos diversos e, por vezes, confusos. Desde 2006, com a adoção do sistema de pontos corridos e o número fixo de 20 participantes, a segunda divisão ficou mais organizada e marcada na cabeça do grande público – veja qual é o maior artilheiro de uma edição

Hoje em dia, os 20 times participantes se enfrentam em turno e returno, durante 38 rodadas. As quatro equipes que somam mais pontos conseguem o acesso para a primeira divisão, e as quatro equipes com menor pontuação são rebaixadas para a Série C do ano seguinte – times, datas e onde assistir: saiba tudo sobre a Série B

A edição de 2022 ainda tem um incentivo a mais para os clubes. Os quatro primeiros colocados, ou seja, os que subirem, vão ganhar uma premiação no valor total de R$ 1,5 milhão, mais dois carros oferecidos por uma das patrocinadoras da CBF.

Até então, a Série B não tinha premiação por 'meritocracia', de acordo com o resultado. Os clubes que disputam a segunda divisão escolhem entre receber uma cota fixa -- que em 2021 foi de cerca de R$ 8 milhões, pagos pela emissora que tem os direitos de transmissão --, ou o valor do pay-per-view, que varia de acordo com as assinaturas. A última opção geralmente é a favorita dos clubes grandes, que, com maior torcida, vendem e arrecadam mais.

media

Quais são os maiores campeões do Brasileirão Série B?

Por se tratar da disputa da segunda divisão, dando vaga na elite, a lista de campeões da Série B é bastante ‘apertada’, já que, para erguer a taça, os clubes precisam ser rebaixados, o que, claro, ninguém quer, além de não defender o título na temporada seguinte.

Ao todo, sete equipes dividem o posto de maior campeão do Brasileirão Série B, todos com dois títulos: Goiás (1999 e 2012), Coritiba (2007 e 2010), América-MG (1997 e 2017), Botafogo (2015 e 2021), Paysandu (1991 e 2001), Palmeiras (2003 e 2013) e Red Bull Bragantino (1989 e 2019). Nenhum deles participa da edição atual – veja medalhões que estão no torneio.

Os times que foram campeões apenas uma vez são: Villa Nova (1971), Sampaio Corrêa (1972), Londrina (1980), Guarani (1981), Campo Grande (1982), Juventus (1983), Uberlândia (1984), Tuna Luso (1985), Inter de Limeira, (1988), Sport (1990), Paraná (1992), Juventude (1994), Athletico Paranaense (1995), União São João (1996), Gama (1998), Criciúma (2002), Brasiliense (2004), Grêmio (2005), Atlético-MG (2006), Corinthians (2008), Vasco (2009), Portuguesa (2011), Joinville (2014), Atlético-GO (2016), Fortaleza (2018) e Chapecoense (2020).

O estado com mais títulos, de forma disparada, é São Paulo, com dez taças, conquistadas por oito times. O segundo estado, o Paraná, tem metade dos troféus, com cinco. Considerando apenas as capitais, a paulista tem cinco; Curitiba, quatro.

Vale destacar que times das cinco regiões do Brasil já tiveram a honra de erguer a taça da segunda divisão. O mesmo não acontece na elite do futebol nacional: nenhum time do Centro-Oeste e do Norte foi campeão do Brasileirão Série A. Nas duas divisões o predomínio é dos times do Sudeste.

Qual é o técnico com mais títulos no Brasileirão Série B?

O treinador Enderson Moreira, com três conquistas, é o técnico que mais vezes foi campeão do Brasileirão Série B na história da competição. Ele ergueu a taça pela primeira vez comandando o Goiás, em 2012, em uma das melhores campanhas da história. Cinco anos depois, em 2017, conquistou o troféu pelo América-MG. Na última temporada, em 2021, venceu com o Botafogo, sendo o atual campeão.

Mano Menezes, um dos técnicos consagrados que foram campeões do Brasileirão Série B, conquistou o primeiro título com o Grêmio, em 2005, na participação que ficou marcada, principalmente, pela Batalha dos Aflitos, quando os tricolores venceram o Náutico, por 1 a 0, mesmo com apenas sete jogadores em campo, garantindo a taça. Pouco depois, com o Corinthians, em 2008, Mano foi o comandante do time que fez a melhor campanha de pontos corridos da história da segunda divisão.

Givanildo Oliveira, conhecido como o 'Rei do Acesso' justamente por ter boas campanhas nas divisões inferiores, foi campeão duas vezes. A primeira conquista veio ainda em 1997, com o América-MG. Em 2001, ele levou a taça dirigindo o Paysandu.

Levir Culpi também tem dois troféus da segunda divisão. O experiente treinador deu o título à Inter de Limeira, time do interior de São Paulo, em 1988. Em 2006, no primeiro Brasileirão Série B por pontos corridos, Levir foi campeão pelo Atlético-MG, levando o Galo de volta à elite do futebol nacional.

Qual time vai erguer a taça do Brasileirão nesta temporada? Acesse nossa página e faça suas apostas na Série B.