Onde você aposta que seu jogador favorito irá jogar no segundo semestre de 2019? Será que ele vem para a parte final da temporada brasileira, ou será que inicia uma nova época na Europa? Aqui estão algumas especulações do futebol mundial para esta janela de transferências. Junte os amigos e façam suas apostas em cima do destino de cada jogador.

Fernando

O volante brasileiro Fernando, cria do Vila Nova, está entrando em sua fase final de carreira. Aos 31 anos, ele está no Galatasaray, da Turquia, e devido à fase abastada de alguns clubes brasileiros, ele vê com bons olhos um retorno para casa. Especialistas apontam que o Flamengo é o principal interessado, mas ainda é cedo para apostar em Fernando com a camisa rubro-negra.

João Felix

Uma das maiores apostas no futuro do futebol português, João Felix é tido como o novo Cristiano Ronaldo. Ele é um meia de bastante habilidade e tem apenas 19 anos. A boa temporada dele pelo Benfica fez alguns times espanhóis se animarem com a possibilidade de contratá-lo para a temporada 2019/2020. O Atletico de Madrid parece que vai levar o jovem craque, mas ainda não há nenhuma confirmação.

Neymar

O craque Neymar perdeu a Copa América por conta de uma lesão no tornozelo, em mais um episódio de uma temporada turbulenta, recheada de contusões, problemas extracampo e alguns momentos de brilhantismo. O título do Campeonato Francês foi a única conquista de uma equipe que investiu pesado para brigar pela Liga dos Campeões da UEFA. A eliminação precoce, no entanto, enfureceu o presidente do clube, Nasser Al-Khelaïfi, que prometeu mudanças radicais no elenco. Por enquanto, ele desconversa sobre uma negociação envolvendo o atacante brasileiro, mas o camisa 10 da equipe francesa parece mesmo decidido a deixar o clube. O destino que todos apostam é o Barcelona, velho conhecido do craque.

Pavón

O ponta direito argentino parece estar de malas prontas para deixar o Boca Juniors. O jogador de 23 anos esteve no elenco argentino na última Copa do Mundo, mas ficou de fora do elenco da Copa América. O Boca admite vender o atleta, principalmente se isso ajudar a trazer o meio campista Acuña, do Sporting de Portugal. Uma troca entre as equipes é o cenário ideal para o time de La Bombonera.

Buffon

O lendário goleiro italiano está com 41 anos, mas ao que tudo indica, ele não vai parar ainda. Buffon anunciou há alguns dias que não renovará o contrato com o PSG, após apenas uma temporada, que terminou de maneira frustrante por conta da eliminação precoce na Liga dos Campeões. No entanto, um retorno à Itália parece improvável. Ele rejeitou uma sondagem da Atalanta, e a Juventus, seu ex-clube, não parece muito interessada em apostar em um goleiro caro e de idade avançada como ele, principalmente se a contratação de De Ligt for confirmada, já que ele ganhará um salário similar ao de Cristiano Ronaldo.

Griezmann

O craque francês começou a última temporada como um dos destaques da campanha da França na conquista do mundial na Rússia. Porém, ele já comunicou a direção Colchonera de que ele deseja sair do Atletico de Madrid para se juntar ao Barcelona. Sua multa rescisória, inclusive, sofreu uma queda significativa nos últimos dias, o que deve facilitar ainda mais sua saída. No entanto, alguns relatos dão conta de que Griezmann sofre forte resistência de alguns líderes da equipe da Catalunha, o que pode acabar por atrapalhar o negócio deixá-lo em uma situação embaraçosa, caso ele permaneça em Madrid.

Luan

Após uma temporada espetacular em 2017, em que foi o principal jogador da Libertadores que teve o Grêmio como campeão, ele repetiu uma boa performance no ano passado, o que fez com que chegasse à seleção brasileira e fosse especulado em algumas equipes europeias. No entanto, ele foi convencido a permanecer no clube, já que o tricolor gaúcho esperava uma valorização ainda maior, se ele tivesse sucesso na seleção. Porém, isso não ocorreu, e Luan foi sofrendo um declínio de performance que impediu novas convocações. Este ano, ele vem enfrentando dificuldades para recuperar o bom futebol, e suas oscilações já custaram sua vaga como titular absoluto para o técnico Renato Portaluppi. Ele vem sendo especulado na França, Itália e Espanha, e seu destino está cada vez mais longe de Porto Alegre, mas ele dificilmente sairá pelo mesmo valor que foi oferecido ao Grêmio no ano passado, e também deve ter de se contentar com uma equipe de menor importância.

Philippe Coutinho

A temporada no Barcelona, do outrora mágico Philippe Coutinho, foi decepcionante. Após um ano e meio com a camisa do Barça, a imprensa catalã pede que o atleta seja negociado, e um longo processo de fritura parece estar em seus momentos finais. O jogador está com a delegação brasileira na Copa América, mas com certeza vem discutindo seu futuro. Uma volta à Inglaterra é uma forte possibilidade, com Chelsea e Manchester United interessados em contar com o craque. O Liverpool, sua ex-equipe, já descartou seu retorno, mostrando que ainda há algum ressentimento por conta da forma como Coutinho forçou sua saída na janela de janeiro de 2018.

Bruno Fernandes

Outro candidato a futura estrela da seleção portuguesa, Bruno Fernandes é tido como uma das principais apostas da terra do bacalhau. Meia cerebral, ele promete brilhar no futebol europeu nos próximos anos e isso chamou a atenção do Manchester United. As tratativas não avançaram no primeiro momento, mas é improvável que ele permaneça em Portugal.

Everton

O famoso “Cebolinha” é o principal destaque da seleção brasileira na Copa América. Antes disso, porém, ele foi o principal responsável por recuperar o Grêmio na Libertadores, evitando uma eliminação do tricolor gaúcho ainda na fase de grupos. Suas grandes performances chamaram a atenção de ninguém menos que Pep Guardiola. O habilidoso jogador parece estar de malas prontas para a Europa, e do jeito que vem jogando, é bem capaz que ele consiga espaço em um grande time, como o Manchester City.

media media

 

Em quais dos destinos dos jogadores acima você apostaria? Este é um mercado que ainda não existe, mas você pode acessar nossa página de apostas em futebol e apostar em campeonatos que estão rolando durante as férias de verão na Europa.