O Mundial 2021 de League of Legends (LoL), também chamado de Worlds 2021, chega perto dos Playoffs após grandes confrontos, inclusive um inédito empate quádruplo no Grupo D. Já deu para ver muito do potencial que os times possuem, desde as forças e até as fraquezas já apresentadas na Fase de Grupos. Com isso, veja as 5 equipes para observar que têm potencial para chegar até a grande final.

DWG KIA

De longe, a DWG KIA é a grande favorita para vencer o torneio e conquistar o bicampeonato – um título que apenas a SKT T1 conseguiu em 2015 e 2016. O time saiu do Grupo A com um saldo de 6-0 (vitória-derrota) e mostrou o motivo de ter dominado a liga coreana neste ano, pois todas as seis vitórias foram bem limpas, no sentido de não entregar muita vantagem e vencer no tempo correto da composição, seja ela de early ou late game.

Se destacando no Mundial, a DWG KIA se mostra o grande favorito justamente por ter uma estabilidade e controle da partida, além de um domínio do que fazer e quando fazer, o que faz o time ser bem sucedido em lutas e disputas de objetivos ou, caso falhe, tenha uma ótima resposta no mapa.

É difícil falar do time sem mencionar a dupla de meio e caçador Heo "ShowMaker" Su e Kim "Canyon" Geon-bu. ShowMaker está trazendo picks de conforto e muita utilidade ao time para ajudar o resto do time a escalar o poder com mais facilidade, enquanto Canyon mostrou um leque de caçadores muito grande que vai de assassinos a tanques. No entanto, o time inteiro tem muita qualidade e sincronia, resultando em uma combinação devastadora para o menor erro que o oponente cometer.

T1

Depois de não conseguir se classificar para o Mundial 2020, a T1 chega neste ano após uma ótima recuperação na temporada regular do 2º Split, no qual conseguiu pontuação suficiente para, mesmo perdendo a final para a DWG KIA, conseguir a vaga no Regional Finals. No Mundial 2021, a equipe se mostrou muito mais consistente, além de uma bot lane muito decisiva para conseguir as vitórias e sair do Grupo B na liderança de 5-1.

A T1 surpreendeu na Fase de Grupos, principalmente por ter desbancado a liderança da EDward Gaming com um jogo bem controlado. O time não tem mais uma dependência de Lee "Faker" Sang-hyeok, que agora atua mais para fortalecer as rotas que conseguir a vitória solo. Essa medida ajudou muito, pois o time consegue mais força no bot, com Lee "Gumayusi" Min-hyeong e Ryu "Keria" Min-seok, além do caçador Moon "Oner" Hyeon-joon ter mais liberdade com o auxílio de Faker nas lutas por controle de mapa. Curiosamente, o Top 10 de média de AMA (Abates, Mortes e Assistências) conta com os 5 jogadores da T1: 2º Keria (AMA 14), 3º Gumayusi (12.33), 7º Oner (6.75), 8º Faker (6.5) e 10º Kim "Canna" Chang-dong (6.25).

Hanwha Life Esports

Tendo que disputar a Fase de Entrada antes da Fase de Grupos, a Hanwha Life Esports chegou aos trancos e barrancos até os Playoffs após ficar em segundo lugar no Grupo C. O saldo foi de 4-2, empatado com a Royal Never Give Up, que perdeu o desempate. Essa equipe tem um potencial alto por conta de jogadores que se destacam individualmente.  Porém, ainda possuem atuações com muitos altos e baixos.

E os destaques são justamente os dois jogadores mais conhecidos pelas habilidades individuais, o meio Jeong "Chovy" Ji-hoon e o atirador Kim "Deft" Hyuk-kyu. Chovy se destaca no torneio com boas atuações no geral e serve como uma âncora ao time, pois quando o “barco” começa a balançar é ele que segura toda a responsabilidade. Simultaneamente, Deft se destacou muito nas vitórias do time, mas nas derrotas acabou sendo um dos responsáveis por conta do famoso efeito “bola de neve” que caiu em sua rota.

A Hanwha Life Esports terá uma vida um pouco difícil nos Playoffs, já que vai enfrentar uma T1 bem estável logo na primeira partida e terá que provar que os dias de descanso entre os jogos ajudou o time a melhorar, corrigindo esses aspectos problemáticos.

EDward Gaming

Mesmo saindo em 2º lugar do Grupo B, com um saldo de 4-2, a EDward Gaming (EDG) ainda é a grande campeã da China e merece todo o histórico que a região carrega. O time é muito forte e tem uma característica bem interessante, pois suas vitórias costumam ser rápidas com menos de 30 minutos – mostrando muito da agressividade da equipe.

A EDG costuma ser tão agressiva que chega ao ponto do time criar uma vantagem irreversível em poucos minutos de jogo ou acabar entregando por completo ao oponente. Para exemplificar, as duas derrotas na Fase de Grupos tiveram um saldo muito diferente em número de abates: na derrota para a T1 foi de 13 abates a 1 e para a 100 Thieves foi de 21 abates a 4.

Quando se lembra de um jogador da EDward Gaming, certamente o primeiro nome que vem é o meio Lee "Scout" Ye-chan, pois ele tem uma grande variedade de campeões para usar de acordo com a estratégia do time, além de executar muito bem o seu objetivo, como trazer assistências com Twisted Fate ou abates com Le Blanc. Com o meta voltado para os atiradores, Park "Viper" Do-hyeon também traz uma luz à equipe, principalmente pelo bom posicionamento em grandes lutas e fase de rotas estável – sendo a única exceção, até o momento, a partida de Aphelios.

Royal Never Give Up

Já a Royal Never Give Up (RNG) chega como grande surpresa do evento, principalmente por ter vencido o Mid-Season Invitational (MSI) 2021 e ter tido um desempenho bem abaixo durante os Playoffs da liga regional na China. No entanto, os jogos do Mundial 2021 mostraram que a equipe se ajustou para trazer um jogo muito mais limpo se comparado com os últimos do 2º Split.

A RNG saiu como líder do Grupo C após vencer a Hanwha Life no desempate. Apesar de seguir com um desempenho estável na maioria dos jogos, suas derrotas costumam ser causadas por pequenos deslizes em lutas ou calls de objetivo.

Mesmo em uma partida que teve um snowball cedo no jogo contra a RNG, a equipe conseguiu segurar o jogo por conta do jogador estrela Chen "GALA" Wei, um atirador que tem uma mecânica individual muito boa, que é considerado um dos melhores da China e sempre se destaca nas partidas. No entanto, é importante ressaltar a qualidade do meio Yuan "Cryin" Cheng-Wei e do caçador Yan "Wei" Yang-Wei, que tem também responsabilidade em trazer vantagens à rota inferior.

Chaves dos Playoffs

A fase dos Playoffs segue também com os times Gen.G Esports, MAD Lions e Cloud9. As chaves ficaram da seguinte maneira:

  • Jogo 1 (23/10) - Royal Never Give Up vs EDward Gaming;
  • Jogo 2 (25/10) - Gen.G vs Cloud 9;
  • Jogo 3 (22/10) - T1 vs Hanwha Life;
  • Jogo 4 (24/10) - DWG KIA vs MAD Lions;
  • Semifinal 1 (30/10) - Vencedor 1 vs Vencedor 2;
  • Semifinal 2 (31/10) - Vencedor 3 vs Vencedor 4;
  • Grande Final (6/11).

A transmissão acontece nos canais oficiais da Riot Games, que conta com drops para quem acompanhar os jogos. Vale lembrar que o Mundial 2021 conta com uma premiação de US$ 2,2 milhões que é dividido entre os participantes (mais a arrecadação com skins e ícones das equipes).

Com a chegada dos Playoffs do Mundial 2021, relembre as últimas partidas das equipes e seus estilos de jogo para acertar seus palpites em apostas LoL.