Com a final da oitava temporada de Counter Strike Global Offensive se aproximando, muitas conclusões já foram tomadas, muitos times já se sagraram campeões, enquanto outros ainda lutam por um lugar ao sol em 2019.

As finais da ECS começam no dia 28 de novembro, e todos os oito times já estão confirmados, com grupos definidos e a expectativa está saindo pelo telhado.

Mas o que aconteceu até aqui? Afinal, pouca coisa não pode ter sido.

Quem venceu a última temporada?

A Vitality venceu a 7ª temporada, em final contra a Furia disputada em junho deste ano. Porém, apesar da ótima colocação no ranking da HLTV, a Vitality não se classificou para as finais da 8ª temporada da ECS.

Como foi a 8ª temporada regular?

Dividida pelas regiões europeia e norte-americana, a temporada regular da ECS contou com as principais equipes do CS:GO.

Na Europa, Ninjas In Pyjamas, Vitality, Optic Gaming, Avangar, North, Astralis, Fnatic e Faze Clan entraram por conta de suas performances na 7ª temporada.

Já os desafiantes foram a Mousesports, Virtus.Pro, Ambush eSport, Big, Espada, Forze, Team Heretics, Heroic, Jalapeno, M1X, Se7en eSports e Tricked eSport.

Foram disputadas 5 séries de eliminação única, onde as 4 equipes que tivessem mais vitórias e prêmios acumulados nestas séries garantiriam vagas nas finais

Na primeira série europeia, a Avangar levou a melhor, após passar por Virtus.Pro, Fnatic e Forze, somando uma premiação inicial de US$ 12.500 e tomando a dianteira na briga por uma vaga nas finais.

A segunda série ficou com a Heroic, que venceu Big, Avangar e Virtus.Pro, garantindo assim sua premiação e aumentando suas chances de estar nas finais.

Já a terceira série viu nossos parceiros da Ninjas in Pyjamas vencerem a Team Heretics, Big e M1X para dar um importante passo rumo à decisão de novembro.

Na quarta série, os dinamarqueses da Astralis resolveram aparecer para jogar e desbancaram M1X, Faze e Big para ficar com um pedaço do prêmio.

Na quinta e última série, a Fnatic conseguiu a última vitória maior ao passar por Big, Tricked eSport e Virtus.Pro.

No final das 5 séries, Avangar e Fnatic com US$ 15.000 e uma série cada, acompanhados de Ninjas in Pyjamas e Astralis, ambas com uma série cada e US$ 12.500 em prêmios, garantiram suas vagas na final.

A Virtus.Pro bateu na trave. A equipe até teve uma premiação acumulada de US$ 15.000, superior à de Astralis e NiP, mas como não venceu nenhuma série, acabou ficando na quinta posição e fora das finais da ECS.

A Heroic, que conseguiu vencer uma série e ficou com US$ 12.500 em prêmios acabou eliminada por ter uma campanha inferior à de NiP e Astralis e ficou na 6ª posição.

Como consolação, Virtus.Pro, Heroic, Big, Tricked eSport, Forze e M1X estão classificadas para a temporada regular da 9ª temporada, enquanto todas as outras terão de batalhar para conseguir uma vaga.

Já na parte norte-americana, entraram por conta da 7ª temporada, MiBR, Furia, Evil Geniuses, Team Liquid, Intz eSports, Luminosity, Complexity Gaming e Cloud9. Já os desafiantes foram a eUnited, Singularity, ATK, The Quest, Riot Squad eSports e Sharks eSports.

O regulamento era o mesmo da Europa, com 5 séries e eliminação única, onde os 4 melhores em séries vencidas e premiação acumulada garantiriam suas vagas nas finais.

Na primeira série, vitória da Evil Geniuses, ainda sob o nome da NRG, que venceu a Singularity, Cloud9 e Sharks eSports e ficou com o primeiro prêmio.

A segunda série foi para a ATK, que venceu Intz, MiBR e Sharks.

Para a terceira série, outra vitória da Evil Geniuses, que teve facilidade para despachar Singularity, Complexity e Cloud9, dobrando assim sua premiação e garantindo uma vaga nas finais independente de outros resultados.

Ainda faltavam duas séries, e a Team Liquid não parecia ir bem. Porém, isso mudou e a equipe venceu a quarta, vencendo a Singularity, Intz e ATK.

A quinta série foi vencida por nossos amigos da MiBR, que passaram pela The Quest, ATK, e eUnited para conquistar a premiação de US$ 12.500 e dar um passo enorme rumo à decisão.

No final das séries, a Evil Geniuses ficou com a primeira posição, enquanto MiBR, Team Liquid e Sharks conseguiram a vaga.

Aqui, uma situação curiosa aconteceu. A Sharks não venceu nenhuma vez, mas chegou em duas finais de série. Então, mesmo com uma premiação inferior e sem séries vencidas, a equipe ficou com a 4ª posição, à frente da ATK, que ficou com uma premiação maior, venceu uma série, mas teve uma posição muito ruim na terceira série, e isso pesou contra.

Como serão as finais da oitava temporada da ECS?

Os grupos já estão definidos. No grupo A, Avangar, Team Liquid, NiP e Evil Geniuses se enfrentam. No grupo B, Sharks, Astralis, MiBR e Fnatic completam os 8 times finalistas.

As partidas iniciais serão em MD1, enquanto todas as outras da fase de grupos serão em MD3. Os dois melhores times de cada grupo ao fim das 3 rodadas se classificam para as semifinais, onde as partidas serão em MD3 e eliminação única.

 

Agora é só acessar nossa página de apostas em jogos eletrônicos e curtir as finais da 8ª temporada da ECS com a Betway!