O League of Legends (LoL) possui uma série de conceitos utilizados de maneira competitiva para trazer vantagens e muitas delas exigem uma certa precisão para serem realizadas. Para introduzir aos jogadores uma tática forte e capaz de proporcionar vantagens enquanto estiver na dianteira do placar, conheça o que é Wave Control.

Entendendo o conceito

Wave control basicamente é um planejamento que o jogador faz em sua rota, principalmente quando ele precisa sair para ajudar em lutas de equipe ou mesmo fazer os famosos ganks nos aliados. Esse planejamento envolve uma simples variável e basicamente são os minions que estão na rota.

Basicamente esse controle impacta em três fatores quando bem executados: ganho de experiência, ganho de ouro e pressão de rota. Essas vantagens são por conta de um breve cálculo que faz com que a onda de minions não morra para a torre e, por isso, ele conseguirá pegar a experiência, o ouro e reverter a pressão com vantagem.

Como fazer wave control na Fase de Rota

Wave control é um conceito que deve ser usado em duas situações: durante a fase de rotas e durante split push. Durante a fase de rotas, o controle precisa ser realizado por meio de controle de ondas (wave), com push rápido, congelamento da rota (freeze) e push lento – cada um com sua função.

Um push rápido é quando você basicamente ataca os minions com todas as suas habilidades, para fazer as suas tropas baterem na torre inimiga o mais rápido possível. Esse conceito é bem simples, mas é importante usar da maneira certa, como quando você precisa sair da sua rota rápido ou quando o inimigo tem dificuldade para farmar embaixo da torre – campeões com ataque básico ruim.

O ponto negativo de um push rápido é que você fica vulnerável, sem habilidades para trocar, e caso a onda de minion não chegue na torre, é a oportunidade do oponente montar a estratégia dele de controle, como o congelamento.

O congelamento da rota consiste basicamente em deixar a onda do oponente puxando contra sua torre, mas sem deixar a onda de minions chegar no alcance da torre. Para isso, você precisa deixar um minion mago inimigo a mais que os seus, aumentando para ficar mais próximo da sua torre.

O ponto negativo é que inimigos de longo alcance podem tentar quebrar o congelamento com magias e tentar igualar ou transitar para um push rápido e até fazer roaming. No entanto, o ponto positivo é que você força o oponente a se expor para farmar, enquanto você pode tentar eliminá-lo ou puni-lo causando muito dano.

Por fim, o push lento oferece controle igual ao congelamento da rota, porém ao invés da onda puxar contra a sua torre, ela puxa contra a torre inimiga. Diferente do congelamento, que você deixa sempre um minion mago (ou mais) do inimigo vivo, no push lento você precisa dar apenas o último ataque na tropa inimiga, nunca batendo antes do necessário.

O push lento é o mais usado, pois oferece um controle melhor da rota e permite transitar entre os outros dois estilos muito mais fácil. Entre as vantagens, ele inibe que o inimigo te ataque, pois a sua onda de minion irá devolver muito dano por ser maioria, consegue bloquear farm com pressão e ataque porque não tem minion inimigo para devolver dano, além de conseguir muito tempo para voltar na base se a onda bater na torre inimiga.

Como parar o controle inimigo?

Quem controla a onda é quem está na vantagem de nível e item ou por ter pressão natural. Por isso, é sempre bom entender como parar o controle do seu inimigo e, para isso, existem formas para cada um dos tipos. Veja abaixo:

  • Push rápido: igualar a onda de minions fazendo também um push rápido. Se estiver sem mana, avise o caçador que o inimigo está em tempo de recarga, facilitando o gank e eliminação.

  • Congelamento da rota: elimine os minions magos com habilidades ou peça ajuda ao suporte ou caçador para fazer zoning. O caçador é mais indicado, pois ele ganha bônus de experiência na selva se ficar atrás em nível comparado ao caçador inimigo.

  • Push lento: elimine o minion canhão o mais rápido possível ou foque em eliminar todos os minions magos antes que os seus morram – é o mais fácil de fazer dentre os três.

É importante ressaltar que algumas vezes será impossível de resolver sozinho um controle do inimigo e o caçador é sempre uma chave importante para resolver. O suporte também pode fazer isso, mas em elos baixos são poucos os que fazem essa proteção.

Controlando depois das rotas

Mesmo após a fase inicial das rotas, em que as primeiras torres foram destruídas, é importante controlar a onda de minions para conseguir manter uma pressão natural e participar das lutas, evitando perder ao máximo experiência e ouro.

Por não ter torres próximas, ela é feita com base na força natural das tropas, definindo a quantidade de minions magos e tanques para a pressão ser criada sozinha. Os magos têm mais dano e menos vida, enquanto os tanques têm mais vida e menos dano.

Em uma rota igualada com 3 magos e 3 tanques, você precisa escolher entre matar os 3 magos ou os 3 tanques inimigos. Matando os 3 magos, você cria um push lento com os tanques restantes, porém quando acumular a sua onda terá mais vida e uma quantidade maior, mas se você optar por matar os 3 tanques, o push natural será muito mais rápido, mas em quantidade menor.

Vale lembrar que isso depende do momento do jogo. Se a luta pelo objetivo (dragão ou barão) estiver próxima, matar os 3 tanques faz o push rápido para o oponente ser forçado a sair pode ser uma boa opção. Mas se vocês estão fazendo o controle de terreno, matar os três magos ajuda a acumular de forma mais discreta.

Pontos finais

Esses aspectos podem ser usados por todas as rotas, mas é interessante saber alternar entre as estratégias e entender a sua função dentro do jogo. É comum os jogadores do topo cuidarem de split push e terem um controle melhor de rota, enquanto no meio que é uma rota menor são medidas diferentes com controles mais curtos.

Uma forma de aprender é assistir profissionais jogando, no Brasil tem o Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL) com ótimos jogadores do topo que fazem um bom trabalho de controle, como Lee "Parang" Sang-won do Flamengo Esports, Francisco Natan "fNb" Braz da Vorax Liberty e Leonardo "Robo" Souza da paiN Gaming.

Acompanhe o CBLOL nos canais oficiais da Riot Games, que também conta com cobertura de outros torneios do mundo todo, como da Coréia do Sul (LCK), China (LPL) e Europa (LEC).

Entenda mais das táticas de LoL para melhorar suas partidas e, por que não, suas apostas. Aproveite e visite a página de bets LoL e divirta-se!