A Liga Brasileira de Free Fire (LBFF) é o principal campeonato de Free Fire do Brasil, pois conta com as 18 melhores equipes disputando temporadas ao longo do ano valendo título, vagas para eventos internacionais e também, claro, as premiações em dinheiro. Por ser um game de battle royale, o formato segue bem diferente de torneios de FPS (First Person Shooter) e MOBA (Multiplayer Online Battle Arena), então veja como funciona a grande final das temporadas da LBFF e o impacto da Fase de Grupos.

Como os times são selecionados

A grande final conta com as 12 melhores equipes da Série A, que são definidas entre as 18 participantes da Fase de Grupos, que jogam por 8 semanas para definir o Top 12 da tabela. Em cada semana acontecem 6 quedas por dia, sendo que as semanas 1 a 6 acontecem no sábado e domingo, enquanto as semanas 7 e 8 têm jogos no sábado, domingo e segunda-feira – formato implementado na LBFF 6.

Todos os dias, as quedas seguem na ordem Purgatório, Kalahari e Bermuda, sendo que cada mapa é jogado duas vezes para completar as 6 quedas. Os pontos são divididos de forma simples, com cada eliminação valendo 1 ponto e colocação seguindo a ordem abaixo:

  • 1º lugar - 12 pontos
  • 2º lugar - 9 pontos
  • 3º lugar - 8 pontos
  • 4º lugar - 7 pontos
  • 5º lugar - 6 pontos
  • 6º lugar - 5 pontos
  • 7º lugar - 4 pontos
  • 8º lugar - 3 pontos
  • 9º lugar - 2 pontos
  • 10º lugar - 1 ponto
  • 11º e 12 lugares - 0 ponto

Essa divisão de pontos beneficia muito mais equipes que são agressivas e buscam abates, inclusive é bem normal times que ficam em 2º e 3º lugar pontuarem mais que o primeiro quando estão com muitas eliminações.

Já das 6 equipes restantes no fundo da tabela, as duas últimas colocadas são rebaixadas automaticamente para a Série B, enquanto as que ficaram entre 13º e 16º lugar terão que disputar a Série de Promoção para manter a vaga na Série A do torneio.

Formato da grande final

A grande final é um único dia, em que ao invés de 6 quedas são 9 quedas disputadas, na mesma ordem de mapas com Purgatório, Kalahari e Bermuda. Para oferecer um ambiente competitivo equilibrado, a tabela é zerada e as equipes recebem uma pontuação extra para beneficiar os times que foram bem nos grupos. Os pontos distribuídos seguem a tabela de pontos de colocação, por exemplo: o time que ficou em 2º lugar começa a final com 9 pontos, enquanto o que ficou em 7º começa com 4 pontos e assim por diante.

Com os 12 times definidos, eles disputam partidas em sequência até definir o grande campeão. As regras seguem como na fase de grupos, bem como pontuação e a possibilidade de mudanças de jogadores na equipe entre as quedas, tanto que é bem comum algumas equipes terem jogadores que não disputam mapas específicos.

Um fato curioso, e também recorrente durante as finais, são as equipes que estão com chances nulas de vencer e começam a marcar as rivais para caçar, atrapalhando desde o início para fazer o oponente ter menos chances de levar o primeiro lugar. Internamente as equipes ficam bem frustradas quando sofrem essas perseguições, mas para os espectadores é algo curioso de se ver, ainda mais pela alteração na tabela que essas ações causam nos últimos jogos da final – inclusive isso já tirou o título de algumas equipes em edições passadas.

O torneio tem como premiação R$ 745 mil, que são distribuídos apenas aos participantes da grande final, com o 1º colocado recebendo R$ 105 mil, o 2º com R$ 85 mil, o 3º com R$ 75 mil e as equipes do 4º ao 12º lugar recebem R$ 53,3 mil. Além disso, os dois melhores times podem participar de um evento internacional dependendo da LBFF disputada e do calendário – quando não há campeonato internacional, a premiação costuma ser maior.

Em 2021, por exemplo, a LBFF 4 (primeira das três do ano) foi a responsável por definir os times que participaram do mundial Free Fire World Series 2021 Singapura. Já a LBFF 5 não teve vaga para um torneio internacional e, por isso, a premiação total foi de R$ 935 mil.

Como está a LBFF 6?

A LBFF 6 começou em 28 de agosto com a Fase de Grupos online e terminará em 30 de outubro com a grande final presencial, mas sem plateia, nos Estúdios Quanta, na cidade de São Paulo. A transmissão é feita no canal oficial de Free Fire no YouTube ou na plataforma Booyah!, da Garena.

Entre as equipes participantes da atual temporada estão: Vivo Keyd (campeão da LBFF 5), Corinthians, Fluxo (campeão da LBFF 4), LOUD, SS Esports, B4 Esports, Team Solid, Meta Gaming, Nitroxx Top10, FURIA, Los Grandes, Miners.gg, além das recém-chegadas Real E-sports, Tropa, Amazon Cripz, Xisde, Bonde e TSM FTX – que vieram da LBFF 5 Série B.

Vale ressaltar que a LBFF 6 será a última de 2021 e encerrará o calendário competitivo oficial de Free Fire. Os vencedores dessa temporada iam representar o Brasil no Free Fire World Series 2021 México, porém o evento foi cancelado devido a atual situação do mundo e a impossibilidade de algumas regiões mais distantes enviarem os seus times representantes.

Os esportes possuem diversas categorias e estilos de competição, variando de battle royale, MOBA e FPS. Visite a nossa página de Free Fire bets e faça suas apostas nessa modalidade.