Os esports, diferentemente do esporte tradicional, trazem uma característica bem curiosa quando se trata dos jogadores profissionais, já que eles podem facilmente mudar de um jogo para outro. Inclusive, existem diversos casos de pro players que fizeram essa mudança. No VALORANT, não é diferente, pois o jogo é bem novo e alguns nomes bem famosos acabaram migrando do Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). Para conhecer mais algumas dessas figuras, veja 7 jogadores profissionais que saíram do CS:GO para entrar no VALORANT.

Adil "ScreaM" Benrlitom -  Team Liquid

O primeiro da lista é Adil "ScreaM" Benrlitom, que está jogando atualmente na Team Liquid. A carreira no Counter-Strike vem desde a época do CS Source e ele passou por diversos times renomados até parar com o CS:GO em 2020 e ir para o VALORANT. Entre os principais times em que jogou estão: Team LDLC no Source; e Titan Esports, G2 Esports e Team Envy no CS:GO.

Em questão de título no CS:GO, o jogador venceu o Esports Championship Series Season 1 - Finals em 2016; ficou em 2º lugar no ESL Pro League Season 3 - Finals também em 2016; e ficou em 3º-4º lugar no DreamHack Winter 2013 Major, o primeiro Major da história. Além disso, ScreaM já ficou no Top 7 do Ranking HLTV em 2013 e no Top 9 em 2016.

Spencer "Hiko" Martin - 100 Thieves

Spencer "Hiko" Martin é outro grande nome do CS:GO que foi para o FPS da Riot Games atuar pela 100 Thieves. Ele jogou o Counter-Strike clássico e depois migrou para o Global Offensive em 2012, ano em que surpreendeu ao ficar no 3º lugar do Electronic Sports World Cup 2012 (ESWC 2012) pela Area51 Gaming. Depois disso, Hiko jogou em equipes como compLexity Gaming, Cloud9, Team Liquid e Rogue.

Em títulos, Hiko conseguiu alguns prêmios como ESL ESEA Pro League Season 2 em 2015, iBUYPOWER Invitational 2015 - Fall e ESEA Invite Season 12: Global Finals em 2012. No entanto, uma das grandes sinas de sua carreira foi nunca ter conquistado um título de Major e sempre “bater na trave”, como o 2º lugar no ESL One: Cologne 2016 Major e também o 3º-4º lugar no MLG Major Championship: Columbus 2016 e DreamHack Winter 2013 Major.

Shahzeb "ShahZaM" Khan - Sentinels

Atualmente, uma das equipes mais dominantes do cenário norte-americano de VALORANT, a Sentinels, conta com um experiente jogador de CS:GO. Ele é Shahzeeb "ShahZaM" Khan. Sua história no CS:GO começou em 2013 e jogou na Cloud9, Tempo Storm, OpTic Gaming, Echo Fox, Team SoloMid e Complexity, que são algumas das equipes mais renomadas dos Estados Unidos.

Em questão de títulos, ShahZaM venceu a John Wick Invitational em 2014, ELEAGUE Road to Vegas em 2016 e Americas Minor Championship - London 2018, torneio em que garantiu a vaga no FACEIT Major: London 2018 em que ficou no 5º-8º lugar, melhor colocação da carreira.

Alexandre "xand" Zizi - FURIA

O brasileiro Alexandre "xand" Zizi é atual jogador da FURIA no VALORANT e também tem um passado no FPS da Valve. Profissional desde 2012, no final do CS Source para o começo CS:GO, xand jogou em times famosos da América do Sul, como Dexterity Team, Kaos Latin Gamers, INTZ, Furious Gaming, Keyd Star e YeaH! Gaming.

Por jogar sempre no cenário sul-americano, xand tem poucas participações em torneios mais renomados internacionalmente. No entanto, ficou no 3º-4º lugar da ESEA Season 32: Global Challenge, venceu a WINNERS League - Season 3: North America Invite Division em 2020 e participou do StarLadder Berlin Major 2019.

Jaccob "yay" Whiteaker - Team Envy

Jaccob "yay" Whiteaker foi jogador de CS:GO de 2015 até 2020 e inclusive foi companheiro de equipe de ShahZaM. Agora no VALORANT, o jogador está na Team Envy, mas em seu currículo de Counter-Strike, ele passou por times como eUnited, compLexity Gaming e Bad News Bears.

Na parte de títulos, yay segue com uma das melhores vitórias a Americas Minor Championship - London 2018 e 5º-8º lugar no FACEIT Major: London 2018, enquanto jogava com ShahZaM na compLexity. Também ficou em 1º lugar na Fragadelphia 12 em 2018, em 2º lugar no MSI Gaming Arena 2018 e em 1º-2º lugar no Flashpoint Season 1: LAN Qualifier em 2020.

Jake "Boaster" Howlett - Fnatic

A história de Jake "Boaster" Howlett, atualmente na Fnatic, é um caso bem curioso, pois o jogador enquanto disputou no CS:GO não conseguiu muitos resultados na Europa, em que jogou pelos times como Team Orbit e exceL eSports, chegando a “aposentadoria” em 2018.

No entanto, com a chegada do VALORANT, Boaster viu a oportunidade de voltar a competir e entrou no SUMN FC, seguindo para a Fnatic em 2021 e se tornando uma das equipes mais fortes da região.

Nicholas "nitr0" Cannella - 100 Thieves

Por fim, Nicholas "nitr0" Cannella que também está na 100 Thieves é um nome experiente e um dos rostos mais famosos do cenário norte-americano, visto que passou mais de 5 anos na Team Liquid de CS:GO e se tornou uma das referências da equipe antes de sair do cenário, mas também atuou por times como iBUYPOWER, Torqued e Denial Esports.

Quando se fala de títulos, nitr0 participou de todas as campanhas da Team Liquid entre 2015 até 2020, incluindo a fase de ouro em que eles venceram a Intel Grand Slam Season 2 e ganharam US$ 1 milhão de prêmio por vencer 4 grandes eventos em sequência. Entre as conquistas de maior notoriedade estão o 1º lugar no Intel Extreme Masters (IEM) XIV - Chicago em 2019, BLAST Pro Series: Los Angeles 2019, ESL One: Cologne 2019, ESL Pro League Season 9 - Finals em 2019, DreamHack Masters Dallas 2019, 2º lugar na ELEAGUE CS:GO Premier 2018 e ESL One: Cologne 2016 Major e 3º-4º lugar no FACEIT Major: London 2018 e MLG Major Championship: Columbus 2016.

Todos esses são apenas alguns exemplos de jogadores que migraram do CS:GO para o VALORANT, sendo que essa lista ainda conta com mais nomes do cenário feminino, que encontrou mais oportunidade no FPS da Riot, e também jogadores menos famosos que viram mais oportunidade de crescer em um cenário competitivo mais novo.

O cenário de VALORANT é relativamente novo visto que foi lançado em junho de 2020. Então acompanhe os torneios nesse começo e aproveite para fazer suas apostas  VALORANT.