Quem é fã do maior festival mundial de música eletrônica, sabe que anualmente o Tomorrowland lança um novo tema, com um vídeo teaser sempre muito aguardado pelo público. Nos dias do evento, a ideia transmitida no teaser ganha vida no monumental e lúdico Mainstage, palco que enche os olhos e a imaginação de quem vê, e em todo o ambiente do festival, com decoração e atores vestidos de acordo com o tema escolhido para o ano.

O trabalho é inicialmente feito em sketches, que eventualmente se transformam em um palco gigantesco e cheio de cores. Segundo postagem feita no Twitter do evento, esse processo leva mais de um ano, contando com esboços de ideias que viram moodboards, desenhos que viram modelagens 3Ds, esculturas e aí, então, nasce a produção real, que marca a memória dos apaixonados pelo evento.

Veja também:

O objetivo é sempre proporcionar a melhor experiência para o público do Tomorrowland e, a cada ano, superar a edição anterior. É por isso que, na hora de desenhar as histórias por trás de cada tema, as ideias fervem e acaba que nem tudo pode ser contado através dos palcos e da decoração. É aí que entra a ação com as NFTs.

Tomorrowland e NFTs: uma jornada que vai além do festival

O maior festival de música eletrônica do mundo decidiu oferecer uma experiência complementar às “Pessoas do Amanhã”, ou “People of Tomorrow”, como é chamado o público do festival. Junto à corretora de criptomoedas FTX Europe, o Tomorrowland vai lançar 3 coleções de NFTs em um projeto chamado Medallion of Memoria, ou “Medalhão da Memória”, em tradução livre. Para garantir que as pessoas possam levar um pedacinho do que viveram no festival para casa, o Tomorrowland mergulhou ainda mais profundamente na história criada para a edição do ano, desenvolvendo peças de arte e criação digitais inspiradas nela. O Medalhão da Memória reflete o que será visto pelo público no Mainstage. Veja o vídeo oficial do lançamento no tweet abaixo:

 

Mas, se você ainda precisa rever o conceito de um NFT para entender melhor essa história, nós explicamos brevemente: NFT é a abreviação para Non-Fungible token, ou Token-não fungível. Eles são uma espécie de certificado digital cuja segurança, originalidade e exclusividade é estabelecida via blockchain. Esses tokens ficaram famosos e deram o que falar após gerarem transações milionárias na internet na venda de obras de arte e até mesmo de memes. Basicamente, se você atrelar um meme ou uma obra de arte a este certificado digital (o NFT), você o torna único, exclusivo e, ao comprá-lo, propriedade sua.

Agora, voltando ao universo criado pelo Tomorrowland dentro dos NFTs, as peças criadas para os fãs do festival são uma memória, mas também têm utilidades: quem comprar, poderá ter acesso às pré-vendas especiais, a shows exclusivos, brindes e outros benefícios ainda não mencionados no site oficial do evento. Apostando fortemente na união com a tecnologia, o que já era presencialmente memorável, está prestes a “explodir no universo digital”, promete a equipe no site oficial.

Curte música?

Os benefícios da primeira coleção

O projeto terá três coleções, que serão como as peças do quebra-cabeça Medallion of Memoria. A primeira, chamada A Letter from the Universe (A Carta do Universo), a segunda, chamada The Reflection of Love (O Reflexo do Amor) e a terceira, que ainda não foi revelada - será lançada durante o festival. Para o público, o desafio será combinar um NFT de cada coleção para montar um medalhão da memória próprio e ter em mãos uma experiência eterna do Tomorrowland. A arte abaixo é da primeira coleção, ou do primeiro drop, A Letter from the Universe:

A mensagem consiste em mostrar a intensa conexão entre as “Pessoas do Amanhã” com a energia positiva que, rompendo todas as fronteiras, unem-se à magia do universo e a um reflexo mundial de luz, compartilhando momentos intensos com pessoas de diferentes lugares do mundo. Tudo em um único lugar: o Tomorrowland.

O drop A Letter from the Universe marca “uma nova era criativa”, segundo o site do festival, nasceu com o objetivo de personificar o Mainstage de 2022, foi o primeiro de todos os NFTs do Tomorrowland e é o primeiro pedaço do quebra-cabeça do medalhão. Este dá acesso a shows secretos na edição Winter do Tomorrowland do mesmo ano, sediada nos Alpes franceses, e também ao grupo de discord exclusivo dos NFTs do festival. Além disso, também garante exclusividade no acesso a produtos e experiências semanais.

Um NFT de cada drop pode custar até $3 SOL, ou Solana, moeda digital que em 2021 passou por um aumento de 10.000%, aponta artigo da SpaceMoney. Isso significa que o valor das peças varia de acordo com a cotação da moeda. Na semana da publicação deste artigo, a cotação estava em torno dos 30 dólares.

Cada NFT dá acesso a diferentes benefícios e, segurando os tokens (ou seja, sem queimá-los), será possível desfrutar de utilidade e benefícios infinitos, como acesso permanente para outros eventos Tomorrowland, acesso a shows secretos e zonas e brindes exclusivos. Por isso, o interessante mesmo é garantir NFTs das 3 coleções a serem divulgadas pelo evento, para realizar as combinações e assim tentar tirar  máximo proveito dos benefícios. Não acaba aí: o maior desafio é o usuário decidir se vai ou não queimar definitivamente o token. Fazendo isso, ele perde a arte que comprou e todos os benefícios anteriores, mas garante um passe Full Madness para o Tomorrowland do ano seguinte, na Bélgica, que conta com acesso para os 3 dias + serviço VIP. É uma decisão e tanto a se tomar!

O seu lema é diversão? Você pode, então, aproveitar para acessar a nossa página de roleta online. Confira.